Ações da China se recuperam com mercados globais fracos

O índice CSI300 da China fechou com alta de 1,01%, Xangai teve ganho de 0,57% e Hong Kong apresentou variação positiva de 0,04%

Telão mostra índices acionários em Xangai, China - Foto: REUTERS/Aly Song
Telão mostra índices acionários em Xangai, China - Foto: REUTERS/Aly Song

Telão mostra índices acionários em Xangai, China – Foto: REUTERS/Aly Song

Acessibilidade

As ações da China subiram nesta quinta-feira (21), recuperando-se de uma mínima de quase cinco anos atingida na sessão anterior, enquanto as ações de Hong Kong ficaram praticamente estáveis, pressionadas pelos mercados globais mais fracos depois que Wall Street interrompeu uma longa sequência de ganhos.

  • Siga o canal da Forbes e de Forbes Money no WhatsApp e receba as principais notícias sobre negócios, carreira, tecnologia e estilo de vida

Na China, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com alta de 1,01%, mas oscilou em torno de seu nível mais baixo desde fevereiro de 2019, enquanto o índice de Xangai teve ganho de 0,57%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, apresentou variação positiva de 0,04%.

As ações asiáticas recuaram nesta quinta-feira depois que Wall Street interrompeu uma longa sequência de ganhos, enquanto os rendimentos dos Treasuries ficaram perto de mínimas de cinco meses, devido à expectativa de que a leitura de inflação notavelmente branda da no Reino Unido se repita nos próximos dados de preços dos EUA.

“O mercado está próximo do fundo do poço, não há muito espaço para novas quedas”, disse um analista de uma corretora, que não quis dar seu nome. “No entanto, o sentimento dos investidores ainda permanece fraco, devido às preocupações persistentes sobre a recuperação e medidas de estímulo.”

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,59%, a 33.140 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,04%, a 16.621 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,57%, a 2.918 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias chinesas listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,01%, a 3.330 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,55%, a 2.600 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,52%, a 17.543 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,14%, a 3.112 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,45%, a 7.504 pontos.

Conteúdo publicitário