Foi demitido? Não se desespere. Veja cinco passos para se organizar após demissão

Após uma demissão, a incerteza financeira pode ser esmagadora. Descubra como gerenciar essa transição com estratégias eficazes

Caroline Ceniza-Levine, Forbes US
Compartilhe esta publicação:
Getty images
Getty images

O recurso mais valioso que você pode investir em sua busca por emprego é o tempo, não o dinheiro.

Acessibilidade


Após uma demissão, uma das principais preocupações é o dinheiro. Sem um salário, surgem dúvidas sobre como pagar as contas e quanto tempo levará para conseguir o próximo emprego. Por mais urgente que a situação pareça, não se desespere.

  • Siga o canal da Forbes e de Forbes Money no WhatsApp e receba as principais notícias sobre negócios, carreira, tecnologia e estilo de vida

O recurso mais valioso que você pode investir em sua busca por emprego é o tempo, não o dinheiro. Após uma demissão, você dispõe de muito tempo e pouco dinheiro, então utilize cada um deles sabiamente. Dedique tempo à pesquisa, marketing, networking, assim como explore maneiras de se cuidar de forma econômica enquanto busca por um novo emprego.

Aqui estão cinco dicas para se organizar após uma demissão:

 

  • Getty Images

    1 – CALCULE SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

    Saber como você pagará suas contas e por quanto tempo esse dinheiro durará lhe dá um prazo para sua busca de emprego. Calcule seus gastos mensais. Uma maneira rápida de fazer isso é analisar todas as contas pagas e saques em dinheiro feitos no período de um ano e dividir por 12 meses.

    Com seus gastos conhecidos, calcule suas fontes de renda, que incluem a indenização da demissão, economias, trabalho paralelo e renda passiva. Divida sua renda mensal por suas despesas mensais, e isso corresponderá ao número de meses que você tem para conseguir seu próximo emprego.

  • Getty

    2 – IDENTIFIQUE OPORTUNIDADES DE ECONOMIA

    Você pode prolongar seu prazo reduzindo o número de despesas. Revise todos os gastos que não são necessários para o seu dia a dia. Muitos são feitos por conveniência, não necessidade. Por exemplo, serviços de streaming podem ser substituídos por visitas a amigos, a entrega de refeições é supérflua quando você tem tempo para cozinhar, e a assinatura de academia pode ser substituída por rotinas de treino gratuitas online ou caminhadas ao ar livre.

  • Getty Images

    3 – LISTE IDEIAS DE LAZER COM CUSTO BAIXO

    Quanto às despesas que contribuem para o seu bem-estar, defina o que é verdadeiramente um investimento em comparação a um luxo. Considerando que reduzir despesas fornece mais tempo para sua busca de emprego, uma abordagem cautelosa seria assumir que todos os gastos variáveis são uma indulgência. Em vez disso, você pode fazer uma lista de ideias de maneiras gratuitas ou de baixo custo para se mimar. Por exemplo, pegue um livro emprestado na biblioteca, faça cursos online e aproveite as noites gratuitas em seu museu favorito.

  • Getty Images

    4 – BUSQUE NOVAS FONTES DE RECEITA

    Procure trabalhos temporários ou de consultoria que você possa realizar enquanto busca emprego. Mesmo seu ex-empregador, apesar da recente demissão, pode ser uma opção. Eles talvez não tenham vagas para mantê-lo em tempo integral, mas ainda podem precisar dos seus serviços. Talvez outra área da sua antiga empresa necessite de sua experiência. Ou considere iniciar um trabalho paralelo que permita ainda dedicar tempo à busca por emprego.

  • Anúncio publicitário
  • Getty Images

    5- INVISTA EM SUA BUSCA POR EMPREGO COM TEMPO

    Você pode realizar uma busca de emprego cuidadosa e proativa sem gastar muito dinheiro. Seu maior investimento será o tempo. É necessário tempo para pesquisar possíveis opções de carreira, empresas e setores. Você precisa de tempo para atualizar seu currículo, perfil no LinkedIn e outras estratégias de marketing

    É importante realizar networking para obter informações e ideias de carreira, mas você não precisa almoçar com todas as pessoas com quem fala. A maioria das pessoas está tão ocupada que provavelmente preferiria uma ligação ou uma vídeo chamada. Você sempre pode enviar um vale-presente para o café favorito delas como agradecimento depois de conseguir o emprego!

Getty Images

1 – CALCULE SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Saber como você pagará suas contas e por quanto tempo esse dinheiro durará lhe dá um prazo para sua busca de emprego. Calcule seus gastos mensais. Uma maneira rápida de fazer isso é analisar todas as contas pagas e saques em dinheiro feitos no período de um ano e dividir por 12 meses.

Com seus gastos conhecidos, calcule suas fontes de renda, que incluem a indenização da demissão, economias, trabalho paralelo e renda passiva. Divida sua renda mensal por suas despesas mensais, e isso corresponderá ao número de meses que você tem para conseguir seu próximo emprego.

Compartilhe esta publicação: