Sigma vai investir US$ 100 milhões para quase dobrar produção de lítio no Brasil

A empresa planeja aumentar a produção para 520.000 toneladas por ano até 2025, em comparação com a fabricação atual de 270.000 toneladas

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reprodução
Reprodução

Empresa vê como próximo desafio a neutralização de suas emissões de carbono 

Acessibilidade


A Sigma Lithium anunciou nesta segunda-feira uma decisão final de investimento para adicionar uma segunda linha de produção em sua unidade industrial Greentech no Brasil, com o objetivo de quase dobrar a produção de lítio, fazendo com que suas ações subissem 6% nas negociações da manhã.

  • Siga a Forbes no WhatsApp e receba as principais notícias sobre negócios, carreira, tecnologia e estilo de vida

A Sigma, sediada em Vancouver, Canadá, que minera e processa lítio no Brasil, planeja aumentar a produção para 520.000 toneladas por ano até 2025, em comparação com a produção atual de 270.000 toneladas.
A empresa disse que o investimento para a fase 2 deve ser de U$ 100 milhões. Ela espera colocar a fábrica em funcionamento até o final do ano de 2024, com a primeira produção prevista para o primeiro trimestre de 2025.

A empresa, que recentemente passou por mudanças na administração e está buscando contratos com fabricantes de automóveis e grandes participantes do setor de baterias, obteve uma licença ambiental estadual no final de janeiro para instalar e operar a nova fábrica

Compartilhe esta publicação: