Rita de Cassia dos Anjos fala sobre o trabalho de sucesso para “mudar nossa forma de pensar e viver”

Luciana Prezia/Via Zoom
Luciana Prezia/Via Zoom

Rita de Cássia dos Anjos é cientista pesquisadora da Universidade Federal do Paraná

Você sabe o que é astrofísica de partículas? Segundo a Wikipedia, trata-se de: “um campo interdisciplinar que contempla temas comuns da física e da astrofísica de partículas, sendo o estudo da radiação que atinge a Terra e outros corpos celestes”. Trocando em miúdos por quem domina o assunto: “A física de raios cósmicos nos permite entender melhor o universo. Ou seja, ela nos conta a nossa história. O que havia antes de nós, de onde viemos, de onde veio tudo”. Palavras de Rita de Cássia dos Anjos, doutora em astrofísica de partículas, professora e orientadora de física e cientista pesquisadora da Universidade Federal do Paraná, no campus da cidade de Palotina, onde vive desde 2014.

Paulista da cidade de Olímpia, 37 anos, formada pela Universidade Federal de São Paulo, Rita é uma das vencedoras do Prêmio Internacional L’Oréal-Unesco Para Mulheres na Ciência Edição 2020 – em parceria com a Associação Brasileira de Ciência. Anualmente o prêmio contempla sete pesquisadores, nas áreas de exatas, biológicas e humanas – com uma bolsa no valor de R$ 50 mil. Este ano o prêmio completou 15 anos e já reconheceu e incentivou o trabalho de 103 mulheres.

Rita é simples e direta ao resumir o objeto de sua pesquisa de sucesso premiada: “É sobre de onde vêm as partículas cósmicas, que carregam muita energia, e como elas interagem no universo até chegar aqui”. Para um leigo, no entanto, não é tão simples entender quando ela fala com entusiasmo de “galáxias outburst”, “superwind”, “energia macroscópica” que fazem parte do seu cotidiano de cientista. Porém, fica mais fácil quando ela informa que o uso prático desses estudos está na medicina – quando nos submetemos a uma ressonância magnética, por exemplo – e até na maquiagem – que reage à temperatura do nosso corpo. “Quanto mais estudarmos e compreendermos a matéria, mais descobriremos sobre sua utilização em todas as áreas”, ficamos sabendo.

A mais nova de oito filhos, ela conta que teve o privilégio de não precisar trabalhar desde muito cedo, como os irmãos. Aliás, foi uma das irmãs que, observando o gosto da caçula pelos estudos, custeou o curso pré-vestibular, onde ela se apaixonou pela física. Até hoje o romance se revela um sucesso.

O trabalho como cientista pesquisadora já levou Rita para temporadas de estudo em universidades dos EUA e Alemanha, mas ela garante que não considerou a possibilidade de se estabelecer fora do Brasil. “Nosso país tem muitos problemas, mas os outros países também têm os seus”, justifica. Com o adendo de que se sente orgulhosa de estar trabalhando para o avanço da física no país, no caminho onde já andaram nomes como Mario Schenberg (1914-1990) e César Lattes (1924-2005). Além de não querer viver longe dos pais e irmãos. “Amo a pesquisa, mas também amo a minha família”, declara.

Rita lamenta não estar engajada em projetos sociais por pura falta de tempo, mas colabora na formação de professores – que ela considera fundamental para despertar o interesse de crianças e jovens pela Ciência – e no ensino para deficientes visuais. Também fala da ação formativa que, segundo ela, deveria estar presente na política de cotas no ensino, acompanhando a inserção, o desenvolvimento e a formação dos alunos. “Existe muita evasão e nem todos conseguem concluir os estudos”, observa. Mesmo assim, Rita diz enxergar progresso, ainda que lento, nessas áreas: “Vejo essa luta com esperança”, acredita.

No mais, conta que seu sonho de consumo é ter um laboratório super equipado com computadores de última geração, para receber pesquisadores do Brasil e do mundo. Ah, e também “tomar sorvete a qualquer hora”, sem se preocupar com calorias a mais.

Enquanto isso, prossegue trabalhando e buscando fomento para suas pesquisas. Com muito Chico Buarque e O Rappa na trilha sonora.

A seguir, Rita de Cássia dos Anjos, #MulherdeSucessoResponde:

Donata Meirelles: Qual o seu maior exemplo de mulher de sucesso?

Rita de Cássia dos Anjos: Minha mãe. Ela consegue reunir todas as qualidades necessárias para uma mulher de sucesso: independência, empatia, fraternidade, humor, cuidado com o corpo, fortaleza e desejo de mudança. Ela é empoderada e consegue transmitir valores e crescimento para todos ao seu redor. Minha mãe é um porto seguro.

DM: Qual sua ideia de felicidade no trabalho?

RA: Estar em um ambiente saudável e harmonioso e, principalmente, ter paixão por aquilo que se faz.

DM: Eu achava que sucesso era… e descobri que é…

RA: Pensava que sucesso era ter destaque e ser reconhecida. Descobri que estas são as características menos importantes do sucesso. Sucesso é fazer muito bem o seu trabalho, porque é o que nos leva a resultados que mudam nossa forma de pensar e viver.

DM: Depois da pandemia qual será a mudança mais significativa na sua área de atuação profissional?

RA: Otimização do tempo: participar de reuniões e colaborações em pesquisa remotamente.

DM: Se você pudesse escolher um superpoder, qual seria?

RA: Poder me colocar no lugar do outro, sempre! Isto nem é um superpoder, mas um grande desafio e uma luta diária.

DM: Que tipo de hábito ou exercício você recomenda para desligar ou aliviar sua mente?

RA: Ciclismo. Enquanto suas pernas se movimentam próximas ao chão, seu pensamento voa e se liberta. Experimente.

DM: Qual mensagem você gostaria de deixar para as próximas gerações?

RA: Precisamos trabalhar pelo bem comum e pela valorização da vida. Devemos construir nossa caminhada com valores e escolhas que norteiam o crescimento mútuo.

Com Mario Mendes e Antonia Petta

Donata Meirelles é consultora de estilo e atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).