Quando funcionárias estão mais felizes, bons resultados dobram

Um estudo da consultoria Accenture mostra que estimular o bem-estar e motivar mulheres pode ter um impacto significativo nos negócios.

Fernanda de Almeida
Compartilhe esta publicação:

Líderes podem engajar suas colaboradoras mostrando interesse em suas vivências dentro e fora do trabalho

Acessibilidade


Quando as lideranças das empresas oferecem boas experiências às funcionárias, podem conseguir dobrar seus resultados positivos. Esse é o resultado de um estudo da consultoria Accenture, que mostra que estimular o bem-estar e motivar mulheres pode ter um impacto maior nos negócios. Enquanto 17% dos homens estão desmotivados, entre as mulheres o nível chega a 20%. Também por isso, investir no bem-estar delas pode fazer a diferença. “Criar uma organização inclusiva em que as mulheres possam prosperar deve estar no topo da agenda dos CEOs”, diz a diretora de RH da Accenture Brasil, Beatriz Sairafi. A pesquisa foi realizada com mais de 7 mil funcionários e 3.500 clientes em 14 países.

Como líderes podem agir

O estudo mostra como os líderes podem engajar suas colaboradoras, mostrando interesse no que é específico das mulheres e nas vivências que moldam suas vidas dentro e fora do trabalho. Líderes podem (e devem) demonstrar apoio às funcionárias em momentos importantes da vida, mas também todos os dias. O potencial no trabalho é composto por seis áreas (emocional, financeira, empregatícia, física, de propósito e de pertencimento), que devem estar balanceadas para garantir o desempenho do colaborador.

Estas são algumas das questões que empresas e líderes devem ter em mente:

  • Estamos preparando as pessoas com as habilidades certas para fazer a transição para empregos mais bem pagos e explorar novas funções e indústrias?
  • Nossos pacotes de benefícios atendem às necessidades de nosso pessoal em tempos de crise e em tempos de abundância?
  • Como criamos um sentimento de pertencimento em equipes virtuais? Como podemos garantir que cada voz seja ouvida?
  • O que aprendemos sobre o bem-estar físico de nossos colaboradores que deve ser adotado como melhores práticas no futuro?
  • Como nosso propósito ganha vida em nossa comunidade?
  • Como podemos apoiar a resiliência mental de nossos colaboradores quando o trauma em potencial da crise pode ter efeitos duradouros?

4 habilidades essenciais para líderes

Estas habilidades são listadas pelo estudo como essenciais para líderes assegurarem um bom ambiente de trabalho para mulheres:

  1. Empoderamento das funcionárias
  2. Boa comunicação
  3. Diversidade
  4. Foco no cliente

Fatores organizacionais, como habilidade, governança e tecnologia, e individuais, como mentalidade de crescimento, também são bem-vindos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

LEIA TAMBÉM: 10 dicas de bem-estar para funcionários

Compartilhe esta publicação: