Tatiana Monteiro de Barros, empresária e empreendedora do terceiro setor: “Sucesso é uma rede de pessoas lutando juntas”

À frente do Movimento União BR, cria, desenvolve e implanta campanhas e iniciativas de ação social e auxílio para quem precisa

Donata Meirelles
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Tatiana Monteiro de Barros assumiu o Movimento União BR paralelamente ao comando de sua empresa de marketing

Acessibilidade


O ritmo de trabalho de Tatiana Monteiro de Barros é de urgência permanente. À frente do Movimento União BR, seu dia a dia é pontuado pela criação, desenvolvimentos e implantação de campanhas e iniciativas de ação social e auxílio para quem realmente necessita. “Não somos uma ONG”, adianta. “Somos um movimento sem fins lucrativos, nacional, voluntário e apartidário”. Ela também conta que o trabalho social está em seu DNA: “Minha família sempre esteve envolvida com o terceiro setor e cresci vendo essas ações dentro de casa”.

Nascido há quase dois anos e meio – a partir de um grupo de WhatsApp com o objetivo de auxiliar pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia, o União BR cresceu, apareceu e hoje apresenta números mais que consideráveis: R$ 300 milhões em valor arrecadado, 16 milhões de pessoas beneficiadas, 24 mil toneladas de alimentos e 9 milhões de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) distribuídos, em todo o País – segundo o site do próprio movimento.

Leia Mais: Para Toia Lemann, psicanálise, empreendedorismo e moda se unem para “mulheres que conjugam conforto com elegância”

“Não poderíamos ter começado de maneira mais despretensiosa”, lembra Tatiana. A iniciativa a princípio partiu da irmã dela, Marcella, com a ideia de criar um grupo de aplicativo no Rio e em SP, ao se dar conta da gravidade das paralisações provocadas pela quarentena. Quinze dias depois, mobilizando amigos e colaboradores, o grupo já havia levantado R$ 3 milhões em doações de cestas básicas e EPIs.

“Pensei: ‘esse valor não pode ficar concentrado no Rio e São Paulo’. Então decidimos descentralizar para o resto do Brasil e assim surgiu o Movimento União BR”, diz Tati, que assumiu a empreitada paralelamente ao comando de sua empresa de marketing. O objetivo era estabelecer uma ponte entre quem deseja ajudar e quem necessita de ajuda. “Acabamos nos tornando um hub de urgência, para atender antes e depois. Fazer um trabalho de auxílio e também deixar um legado”, resume.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Um hub que, logo em seguida, foi acionado durante o grande incêndio que atingiu a região do Pantanal, em 2020. Tatiana diz que com essa ação veio a experiência de não apenas auxiliar, mas também deixar um legado, uma marca. “Estabelecemos uma parceria com a SOS Pantanal e tivemos que conhecer e entender as necessidades prementes da região. Aprendemos a criar brigadas de incêndio, estabelecer comunicações nas estradas, fazer o resgate de fauna e flora”, conta com entusiasmo.

Mas foi no início de 2021, com a crise do oxigênio no Amazonas, que o movimento conheceu seu maior desafio, ou “nossa grande virada de chave”, como define Tatiana.

“A princípio enviamos cilindros de oxigênio – como a grande doação feita pelo ator Paulo Gustavo – mas logo entendemos que isso não resolveria um problema tão grande. Era preciso trabalhar com usinas de oxigênio, para continuar atendendo as necessidades dos hospitais. Ou seja, deixar um legado”, conta. “Nos demos conta da nossa capacidade e rapidez de mobilização e os voluntários de mão de obra especializada com quem contamos. Por exemplo, trouxemos o responsável pela logística dos Jogos Olímpicos e colocamos empresas concorrentes para colaborar, como Ambev e Coca-Cola, Sulamérica e Zurich. O resultado: 36 hospitais abastecidos entre os 78 da região”, lembra.

Tatiana Monteiro de Barros é formada em Administração de Empresas e iniciou a carreira profissional na moda, trabalhando na butique Daslu. Depois assumiu a direção da grife espanhola de lingerie La Perla, durante 15 anos. “Estou com 40 anos, casada, duas filhas e tenho a minha empresa de marketing, mas sempre trabalhei como voluntária do terceiro setor. É um legado de responsabilidade que recebi da minha família”. No União BR ela é responsável por toda a coordenação, articulações, negociações e estratégias.

Atualmente o União BR, entre outras ações, está envolvido em obras de reconstrução de 24 cidades baianas atingidas pelas chuvas que castigaram algumas regiões do estado entre o final do ano passado e início deste. O trabalho inclui a instalação de escolas, postos de saúde e hospitais. Assim como estão mobilizados no auxílio às vítimas das chuvas esta semana em Recife e outras cidades de Pernambuco e Alagoas – mais de dez localidades – com distribuições de água potável, colchões, quentinhas, kit higiene, fraldas, leite infantil etc. Sem falar na primeira ação internacional, de auxílio às vítimas do conflito na Ucrânia.

A seguir, trechos da entrevista com Tatiana Monteiro de Barros:

Job description

“Nossa operação no União BR funciona assim: quando somos acionados colocamos em destaque quem está na ponta trabalhando na causa no local necessitado – sejam ONGs, institutos, entidades, coletivos etc.
Estamos envolvidos em tudo, doações, logística, compliance, financeiro.

Somos realmente uma entidade de confiança junto às empresas. Trabalhamos de modo disruptivo, menos burocratizado e com muita transparência. Acionamos o poder público apenas quando ele é indispensável, como no transporte da FAB e da Marinha para o transporte do oxigênio para o Amazonas, alcançando até as regiões mais remotas do estado.”

Além do selo de qualidade

“No final de 2020 ganhamos o prêmio Empreendedor Social, da Folha de S. Paulo. E, no ano passado, abrimos a assembleia da ONU no ano passado. Claro que o reconhecimento é bom, é ótimo, mas o que me move mesmo são ações. Como a que promovemos no maior hospital do SUS do país, o Ronaldo Gazolla, em Acari, no Rio de Janeiro. Fizemos uma grande reforma porque o hospital estava necessitando de tudo, de elevadores novos a insumos, equipamentos e medicamentos. Utilizando uma área desativada, entregamos o maior centro de reabilitação de Covid da América Latina, com capacidade de atender diariamente, em todas as especialidades, 2.500 pacientes com sequelas pós-Covid.

Posto avançado

“A operação na Ucrânia começou no final de março. É o único movimento humanitário da América Latina presente no país. Apoiamos o governo brasileiro no envio da aeronave da FAB para resgatar os brasileiros. Em seguida, promovemos uma campanha com a maior empresa de alimentos para situações de urgência. Nosso hub de urgência está localizado na fronteira com a Romênia, na fazenda que pertence a uma amiga minha. É um posto consular e um centro de distribuição onde operam diversas ONGs da região.”

Descobrindo o Brasil

“Eu procuro visitar as regiões afetadas mas não consigo ir a todos os lugares. As urgências não param. Nas minhas andanças pelo Brasil a maior surpresa foi observar a solidariedade das pessoas. Mesmo entre os mais necessitados eles compartilham o pouco que têm. Conheci heróis anônimos maravilhosos e minha maior satisfação é receber mensagens diárias de pessoas que foram tocadas de alguma maneira pelas nossas ações. A minha esperança é que se olhe mais para a população mais vulnerável desse país que necessita de todo tipo de suporte. Não é possível esperar que o país cresça com tanta gente vivendo abaixo da linha da pobreza.”

Círculo virtuoso

“Hoje trabalhamos com 4 mil voluntários. Pessoas que, além de tocarem suas próprias vidas e profissões, também estão engajadas no terceiro setor. Gosto de lembrar que ninguém faz nada sozinho. O sucesso não é meu, mas de uma rede de pessoas lutando juntas. Acredito que se cada um varresse a sua própria calçada, as cidades seriam muito mais agradáveis.”

Para colaborar com o União BR, acesse o site oficial ou e @uniaobrorg

(Com Mario Mendes)

Donata Meirelles é consultora de estilo e atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: