Instituto Rede Mulher Empreendedora recebe R$ 10 milhões do Google.org

A doação será utilizada no programa Ela Pode, que tem capacitações, aceleração de negócios e capital semente para mulheres

Redação
Compartilhe esta publicação:
Priscila Prade
Priscila Prade

A organização que recebeu a doação do Google foi fundada pela empreendedora social Ana Fontes, em 2017

Acessibilidade


Durante o Google for Brasil, principal evento anual da empresa no país, que aconteceu hoje (14), em São Paulo, foi anunciada uma doação de R$ 10 milhões do Google.org, braço filantrópico da big tech, para o IRME (Instituto Rede Mulher Empreendedora). A organização de apoio a mulheres e ao empreendedorismo feminino foi fundada pela empreendedora social Ana Fontes, em 2017.

A doação, que faz parte dos investimentos do Google na América Latina para os próximos cinco anos, será utilizada no programa Ela Pode, desenvolvido pelo IRME, que tem capacitações, aceleração de negócios e capital semente para mulheres.  

O instituto projeta que 200 mil mulheres sejam envolvidas no programa nos próximos três anos, e beneficiadas com desenvolvimento de habilidades de liderança e comunicação e de conhecimentos de negociação e vendas, finanças, marca pessoal, networking, gerenciamento de tempo e autoconhecimento. 

Cerca de 1,8 mil mulheres terão seus empreendimentos acelerados com capital semente no valor de R$ 2 mil. A prioridade é para mulheres negras, PCDs e residentes das regiões Norte e Nordeste. 

Ana Fontes criou a Rede Mulher Empreendedora, plataforma de apoio a mulheres e a seus empreendimentos, em 2010. Hoje, a rede tem um milhão de mulheres e já envolveu mais de nove milhões em eventos e projetos. “Há 12 anos trabalhamos para ajudar as mulheres com geração de renda, contar com o Google como aliado é fundamental para seguirmos nosso trabalho impactando milhares de mulheres pelo Brasil”, diz a empreendedora social.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O IRME foi fundado em 2017 como um braço voltado a mulheres em vulnerabilidade social e que incentiva a independência financeira. As organizações já ajudaram a gerar mais de R$ 33 milhões em renda para as mulheres envolvidas. “Uma mulher que é dona do seu dinheiro é dona das suas próprias decisões.”

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: