Look de trabalho: mulheres trocam salto por tênis

À medida que as profissionais voltam ao escritório, não estão mais dispostas a abrir mão do conforto

Jane Hanson
Compartilhe esta publicação:

Do tapete vermelho ao escritório, os tênis têm marcado presença até mesmo nos ambientes que não eram tão casuais

Acessibilidade


Basta olhar para baixo para entender o que está mudando nos looks do escritório. Scarpins, sandálias altas e até sapatilhas estão dando espaço para tênis modernos e elegantes (e muitas vezes muito caros). 

A tendência de roupas mais casuais no trabalho começou antes da pandemia, mas o home office acelerou a mudança para sapatos mais  confortáveis. E, à medida que as funcionárias voltam ao escritório, elas não parecem dispostas a abrir mão desse conforto. De fato, de acordo com a empresa de pesquisa NPD, as vendas de calçados mais elegantes ainda estão 34% abaixo dos níveis de 2019. Em vez disso, os tênis agora vêm se tornando os sapatos mais comuns para o trabalho

“Por causa da pandemia, deixamos de lado roupas estruturadas, saltos para mulheres e sapatos sociais para homens”, diz George Brescia. O estilista, comentarista do tapete vermelho e autor explica: “À medida que voltamos às nossas vidas, ainda temos todos os tênis incríveis que compramos e queremos usar. Nossas vidas se tornaram mais casuais – mesmo quando começamos a voltar para o escritório.”

Getty Images
Getty Images

Golden Goose GGDB nas ruas de Paris

Existe uma maneira de os funcionários de hoje serem confortáveis ​​e profissionais. O mercado global de tênis é enorme e está crescendo, devendo chegar a US$ 196 bilhões (R$ 1 trilhão) até 2030. Isso significa que os funcionários têm muitas escolhas. Marcas e varejistas agora estão oferecendo modelos selecionados de tênis baixos (como Vert), médios (como Golden Goose) e sofisticados (como Gucci).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Gucci
Gucci

O Adidas x Gucci Gazelle, que custa US$ 850 (R$ 4,5 mil)

A Gucci e a Adidas fizeram uma colaboração recente no tênis Gazelle. O sapato mistura um toque retrô (com o logotipo da Adidas e as três listras) com o design sofisticado da Gucci. “O fato de a Gucci e a Adidas estarem fazendo uma colaboração é uma referência real de como os tênis são onipresentes”, diz Abby Arad. A estilista de celebridades de Los Angeles diz que uma parceria como essa significa que o tênis está em toda parte e não vai desaparecer.

Um par de tênis limpo e arrumado é aceitável em muitos ambientes de trabalho, e agora também pode ser visto em ambientes mais formais. Jean Shafiroff recentemente participou de um evento beneficente em um vestido Oscar de la Renta e um novo par de tênis Christian Louboutin branco. “Usar tênis com vestido é muito alta moda. Você parece cerca de 20 anos mais jovem”, diz a filantropa, autora e influenciadora.

Veja também: Como se vestir para trabalhar? Essas séries irão inspirar seu look

E mulheres de todas as idades estão usando. “As mulheres mais velhas estão empolgadas porque é chique, confortável e está na moda. Elas usam isso há anos e estão tipo – ok, agora somos as garotas legais”, diz Brescia.

Independentemente de qual tênis você escolhe usar, Diane Marz, fundadora e criadora de conteúdo do blog Petite in Paris, dá as seguintes dicas:

  • Tênis branco é o melhor investimento, e um vestido estampado ou listrado. O tênis branco é o equivalente ao salto preto, é uma peça indispensável em qualquer armário.
  • Se for usar tênis colorido, o melhor é escolher um vestido de cor neutra.
  • Use meias decotadas ou nem use meias. Se estiver usando meias baixas, certifique-se de que elas combinam com os sapatos ou sejam de uma cor neutra.

Tênis são um bom investimento

Se você acha que não dá para justificar os gastos com o Adidas X Gucci Gazelle, considere isto: tênis podem realmente ser um bom investimento. Embora o mercado atual de revenda de tênis nos EUA seja estimado em cerca de US$ 2 bilhões (R$ 10 bilhões), espera-se que ele suba para US$ 30 bilhões (R$ 159 bilhões) até 2030. Esse crescimento virá em grande parte da valorização do tênis. Ao contrário dos antigos Keds que não valiam muito depois de usar algumas vezes, muitos dos tênis de hoje realmente aumentam em valor, porque o suprimento inicial geralmente é limitado e eles são difíceis de conseguir.

Ainda não está convencido? Observe que as plataformas de revenda de tênis começaram a atrair a atenção de empresas de venture capital experientes. GOAT e StockX – duas das mais conhecidas – recentemente levantaram fundos em uma avaliação de US$ 3,8 bilhões (R$ 20,1 bilhões) e US$ 3,7 bilhões (R$ 19,6 bilhões), respectivamente. 

E se você não pode comprar um par de tênis caros, mas ainda quer investir, várias dessas plataformas permitem a propriedade fracionada. Marcas como Nike e Adidas estão vendendo NFTs de tênis e até a Sotheby’s tem uma seção inteira em seu site para revenda de tênis.

Assim como o jeans na década de 1950, os tênis também se tornaram parte da sociedade convencional. Eles não são mais reservados para a academia. Em vez disso, encontraram um lugar tanto no trabalho quanto no tapete vermelho. Então, pegue aquele novo par de tênis legal e use ou venda. Ou melhor ainda, use e depois venda. “2022 é o ano do tênis”, disse Shafiroff.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: