Neo Acelera, Kimberly Clark & BrazilLAB

arte sobre foto/getty images

As inscrições para a segunda edição do programa de aceleração Neo Acelera, da Neo Química em parceria com a Yunus Negócios, foram prorrogadas para 19 de julho. Podem se inscrever empreendedores e startups que atuem em negócios voltados para a longevidade ativa. A iniciativa, que tem como objetivo apoiar negócios sociais que já impactem seu público-alvo e tenham potencial para ganhar escala, tem como foco nesta edição projetos que tragam inovações e soluções reais para os principais desafios enfrentados pelo público maduro: aprendizagem ao longo da vida; ocupação e vida profissional; planejamento financeiro e saúde financeira; mobilidade e autonomia; movimentação e segurança; gestão integrada da saúde; cuidado e acompanhamento pessoal; mente ativa e saudável; e cuidados com o fim da vida. O projeto vencedor poderá receber até R$ 150 mil. O cadastro para participar deve ser realizado no site.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

****
A Kimberly Clark anunciou esta semana o K-Conecta, seu novo programa de conexão com startups, que terá o gerenciamento da consultoria em gestão da inovação Innoscience. O programa pretende selecionar até 10 startups que trabalharão para encontrar soluções inovadoras para os desafios de negócio da multinacional de higiene pessoal, com foco em proporcionar novas experiências para os clientes e consumidores dos produtos da companhia, como Huggies, Intimus, Plenitud, Neve e Kleenex. As startups interessadas poderão se inscrever até 29 de julho. As selecionadas serão convocadas para um pitch day, previsto para ocorrer em agosto. Os projetos aprovados passarão por um período de imersão. Após esta etapa, as startups escolhidas executarão um projeto piloto ou prova de conceito, de três meses, em ambiente comercial, para assim validarem a aderência de suas soluções às necessidades da empresa.

****
O BrazilLAB, hub de inovação e tecnologia para governos que acelera soluções e conecta startups e o poder público, anunciou a criação de uma força-tarefa que tem como objetivo mapear e acelerar tecnologias que possam ajudar governos a enfrentarem os desafios impostos pela pandemia da Covid-19. O programa se estenderá até dezembro deste ano, selecionando, através de edital, startups, pequenas e médias empresas que tragam soluções implementáveis para as esferas municipal, estadual e federal para as áreas de educação, digitalização no poder público e inclusão produtiva. Os inscritos devem apresentar soluções tecnológicas relacionadas à educação (ensino à distância, inovações para sala de aula pós-crise, capacitação de docentes e habilidades e competências do século 21), inclusão produtiva (acesso a mecanismos financeiros de apoio ao micro e pequeno empreendedor, fomento ao empreendedorismo periférico, formação de jovens – com habilidades técnicas e socioemocionais – e conexão com emprego, desenvolvimento de tecnologias para o empreendedor rural, conexão do empreendedor rural com mercados, oferta de empregos e engajamento das empresas para contratação, reskilling), bem como digitalização no poder público (teletrabalho, digitalização de serviços, uso novas tecnologias na gestão). As inscrições vão até dia 27 de julho.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).