Tecnologia para escritórios, Reserva, Linx, TIM, Twitter, TOTVS & Muito Mais

Veja as novidades de tecnologia, inovação e transformação digital.

Angelica Mari e Gabriela Arbex
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


TENDÊNCIAS GLOBAIS

Relatório aponta tendências no uso de tecnologia em escritórios na pandemia

As formas em que escritórios usarão tecnologia para se adaptar às novas realidades enquanto a pandemia da Covid-19 não se resolve foram detalhadas em um novo relatório da empresa de pesquisa Forrester. Luzes, mesas e ambientes de escritório controlados por tecnologia sob o guarda-chuva da internet das coisas (IoT), estão entre os movimentos no radar de empresas que buscam transformar seus ambientes de trabalho. Estas tecnologias prometem fornecer novos dados a gestores que podem ajudar a otimizar as experiências dos funcionários (employee experience, ou EX), além de aumentar a produtividade, a eficiência dos recursos e convencer as pessoas a trabalharem novamente em escritórios.

A adoção de tecnologia para promover um ambiente em que é possível trabalhar mesmo durante a pandemia é um reflexo de opiniões divididas sobre a decisão de voltar ou não a trabalhar no escritório. Uma pesquisa citada no relatório, que consultou 1.755 tomadores de decisão globalmente, descobriu que um pouco mais da metade (53%) dos trabalhadores prefere trabalhar de casa e que 48% pretendem manter a operação completamente remota de forma permanente. Além disso, 47% das pessoas que trabalhavam em escritórios nos Estados Unidos, país com maior número de infecções por Covid-19, têm medo de voltar para o escritório por conta do risco de contaminação. Por outro lado, existem as pessoas que precisam, ou querem, voltar a trabalhar do escritório. Para endereçar este cenário, a Forrester aponta cinco grandes mudanças que tomadores de decisão terão que lidar nos próximos meses:

Segurança: segundo o relatório da Forrester, escritórios criarão uma cultura que priorizará convites para que o funcionário ocupe a instalação física, que terá ocupação limitada. Isso acontecerá através de aplicativos móveis, que verificarão se o funcionário não está infectado, com sistemas como video analytics para monitorar o uso de equipamentos de proteção individual em locais como canteiros de obras;

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Gestão de espaço físico: com o rearranjo de escritórios para obedecer às orientações de distanciamento físico, o relatório nota que empresas estão olhando para tecnologias como sensores de presença para monitorar atividade em áreas de tráfego intenso para definir em quais áreas a limpeza deve ser reforçada. Associado a isso está a iluminação inteligente, para gerar economias em uso de eletricidade;

Produtividade individual: o relatório cita um movimento em direção a apoiar o bem-estar de colaboradores, com tecnologias como aplicativos que ajustam a cor e a intensidade da luz de ambientes para se alinhar melhor com os ritmos circadianos dos funcionários, aumentando a concentração e a energia das pessoas. Uso de assistentes digitais para agendar reuniões, localizar colegas ou obter respostas sobre a ocupação de instalações físicas é outra tendência que está sendo adotada por algumas empresas;

Colaboração: a pesquisa mostrou que 90% dos funcionários que estão satisfeitos com suas ferramentas de colaboração são mais engajados, o que traz uma tendência de fazer com que a experiência no escritório aconteça sem atrito. Sofisticações em adoção de tecnologia em destaque no relatório incluem a substituição de senhas e códigos para entrar em reuniões por uma única função que simplifique o acesso;

Inspiração: a percepção dos funcionários de que o empregador está ligado nas tendências é outro forte elemento de engajamento, segundo a pesquisa. O relatório nota que empresas nesse perfil estão investindo em aplicativos de gestão de local de trabalho com foco em EX que inclui reserva de salas, acesso ao suporte de TI, conforto pessoal e recursos de gerenciamento de visitantes.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

****
CAPTAÇÃO

Divulgação

Reserva investe na startup de moda circular TROC

O Grupo Reserva anunciou esta semana um investimento na TROC, startup curitibana de revenda online de roupas e acessórios premium de Luanna Toniolo. A combinação entre as empresas possibilitará que a TROC entre no mercado de moda masculina e que a Reserva faça parte da moda circular por meio da plataforma batizada de TROC RAAS – solução de logística reversa, que permite que as empresas transformem roupas sem uso de seus consumidores em desconto para novas compras nas lojas. O investimento dará continuidade ao foco de sustentabilidade do grupo e à aproximação de importantes startups. Outra novidade é o lançamento da coleção de peças feitas a partir do upcycling de sobras de tecido da produção nas fábricas. “Nós acreditamos que a moda do futuro é circular e sustentável. Hoje nós temos orgulho de anunciar essa parceria rumo a um futuro cada dia mais consciente, juntando nossas expertises para tirar do papel a economia circular, conectando esse propósito com os nossos consumidores e tornando real essa oportunidade”, afirma Rony Meisler, CEO do Grupo Reserva.

Agrotools anuncia novo grupo de investidores

A agtech Agrotools, fundada a partir das necessidades reais de informações e dados para o agronegócio, anunciou a chegada de cinco novos investidores que, além de recursos, trazem experiências em diversas áreas. São eles: o advogado carioca Daltro Borges, sócio fundador da Ferro, Castro Neves, Daltro & Gomide Advogados; Pedro Paulo Campos, sócio diretor da Arsenal Investimentos e membro do conselho da Agrotools há um ano; o executivo francês Olivier Murguet, ex-vice-presidente global do Grupo Renault; Fátima Marques, atual coproprietária da Manacá Serviços Empresariais; e o empresário Paulo Eric Haegler, presidente e acionista das empresas Balanças Toledo do Brasil e Impacta S/A. “Conseguimos atrair mais do que recursos. Estamos atraindo mentes que agregam, pessoas que encontram em nossos processos algo completamente fora da caixa e se identificam”, dia Sérgio Rocha, CEO e fundador da Agrotools, sem revelar o montante investido.

****
O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

Linx sinaliza preferência pela compra da Stone, mas não cancela Totvs

No mais recente capítulo da saga de quem vai comprar a empresa de software Linx, a companhia convocou uma assembleia geral virtual com seus investidores para aprovar a proposta de compra da fintech Stone. No documento, enviado ao mercado ontem (6), diz que o objetivo da reunião é obter uma aprovação da compra com a Stone. Caso as propostas da fintech sejam rejeitadas, as tratativas com a TOTVS, gigante brasileira de software que também está interessada, serão retomadas. A reunião foi marcada para 17 de outubro, às 14h.

Grupo italiano adquire empresa brasileira por R$ 100 milhões

A empresa catarinense Compufour, especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão para micro e pequenas empresas, agora integra o grupo italiano Zucchetti. A aquisição de R$ 100 milhões é a mais forte investida da organização europeia no Brasil, e atende aos planos de expansão mundial também formados por negócios na Itália, Alemanha, França, Espanha, Áustria, Suíça, Estados Unidos, entre outros. Já a Compufour, presente em cerca de 40 mil negócios das áreas de varejo e serviços, deve ampliar seu escopo de atendimento com a convergência das soluções de ambas as empresas. Em 2019, as soluções da empresa movimentaram aproximadamente R$ 26 bilhões, valor que deve ser ainda maior neste ano, quando registraram aumento de 10,6% no número de usuários ativos. A empresa desenvolve produtos como o ClippPro, para gestão de micro e pequenos varejos, com total integração às exigências tributárias de todos os estados do país, e softwares específicos, como o ClippCheff, para bares e restaurantes, o ClippService, para prestadores de serviços, e o ClippFácil, uma plataforma 100% online, com foco na facilidade e agilidade da gestão do negócio. Recentemente, a Compufour lançou o ClippMei, para microempreendedores individuais, e o eCommerceC4, para comércio online.

TIM anuncia marketplace de internet das coisas

A TIM anunciou o lançamento do primeiro marketplace IoT do Brasil (marketplaceiot.tim.com.br). Com a iniciativa, a companhia vai disponibilizar para o mercado corporativo, num espaço único, seu portfólio de ofertas de soluções de internet das coisas que complementam os serviços de conectividade voltados para as verticais indústria 4.0, agronegócio, cidades inteligentes e utilities. “Nosso objetivo é incentivar o crescimento do mercado de IoT no Brasil, agregando valor à conectividade. Queremos continuar criando soluções apoiados por diferentes parceiros e hubs de inovação, habilitando a jornada digital dos nossos clientes corporativos”, diz Paulo Humberto Gouvea, head de soluções corporativas da TIM Brasil, que já possui cobertura 4G em mais de 3.400 cidades do país.

Startup de regularização fundiária entrega certidões no interior de Pernambuco

Cerca de 30 milhões de imóveis brasileiros se encontram em situação irregular, segundo dados do Ministério de Desenvolvimento. Isso significa que eles não têm escritura ou outro documento que comprove quem é o proprietário do local onde moram. Pensando nisso, surgiu em 2018 a UsuCampeão, startup que democratiza o acesso de famílias e comunidades à regularização fundiária em todo o Brasil, prática que é um dos pilares do programa social de moradia Casa Verde e Amarela. “Queremos reduzir as desigualdades decorrentes da ocupação irregular do solo”, explica o CEO Eduardo Germano. As tecnologias da startup, pautadas em inteligência artificial e georreferenciamento, agilizam a entrega das escrituras para as famílias que precisam. “Entregamos as certidões de regularização fundiária (CRF) de Salgueiro, interior de Pernambuco, em 82 dias depois do contrato assinado com os moradores, ou seja, estabelecemos um recorde no prazo da regularização que normalmente demora entre 180 a 365 dias”, diz Germano.

Divulgação

Cel.Lep cria produto 100% virtual durante a pandemia

Diante do cenário mundial, a escola de idiomas Cel.Lep criou, durante a pandemia, o Cel.Lep Virtual. Quando as unidades reabrirem, ano que vem, os alunos terão mais uma opção de curso, que poderá ser feito de qualquer lugar. Nele, as aulas com os professores serão via plataforma Zoom e as aulas de laboratório, de forma remota. A medida tem o objetivo de ampliar o serviço para outras regiões do país e do mundo. “Agora em 2020, como a pandemia e os cursos remotos, estamos 100% nessa modalidade virtual e temos alunos de fora do estado e também de outros países”, explica Alexandre Velilla Garcia, CEO da Cel.Lep. “Esses 500 anos em cinco acontecerão na incorporação de tecnologia nas metodologias pedagógicas, no acesso aos equipamentos e na infraestrutura”, diz ele, sobre a aceleração provocada pelo distanciamento social. Nos próximos três anos os investimentos da rede estarão concentrados em soluções tecnológicas, chegando a R$ 20 milhões. No ano passado, a empresa faturou R$ 80 milhões e para 2021, estima um crescimento de 20%, ancorados principalmente no novo produto.

Uber lança programa “Elas na Direção” em São Paulo

A Uber anunciou, esta semana, a chegada do programa Elas na Direção a São Paulo. Lançada no fim de 2019, a iniciativa, criada em parceria com a Rede Mulher Empreendedora, já está em mais de 20 cidades com o objetivo de aumentar e fortalecer a comunidade de motoristas parceiras da Uber no Brasil, contemplando tanto mulheres que já dirigem usando o aplicativo como aquelas que ainda não se cadastraram. “Ao analisarmos as questões de gênero, verificamos que a mulher tem impactos na sua taxa de sucesso devido, por exemplo, ao tempo disponível para trabalhar e conciliar as funções em casa e com a família, que continuam sendo de sua responsabilidade. Ter uma fonte de renda em que as horas trabalhadas são definidas pela própria mulher favorece sua independência financeira”, comenta Ana Fontes, fundadora da RME. Entre as novidades do programa está a ferramenta U-Elas, que permite que mulheres motoristas parceiras tenham a opção de receber somente chamadas de passageiras que se identificam como mulheres.

Twitter lança recurso para informações sobre as #Eleições2020

O Twitter anunciou, em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral, um recurso que dará às pessoas mais acesso a informações sobre as #Eleições2020. Na busca por termos relacionados ao tema na plataforma, o primeiro resultado da pesquisa, apresentado no topo da lista, será uma notificação com um link para a página do TSE com dados úteis sobre o processo eleitoral. O serviço tem como intuito deixar a população mais informada a respeito do tema. A parceria contempla outras ações, como o apoio à transmissão de eventos ao vivo realizados pelo TSE nos momentos-chave do período eleitoral, em especial as coletivas de imprensa concedidas pelo órgão nos dias de votação, de modo a contribuir para a disseminação do conteúdo. A plataforma também amplificará conteúdos de serviço a eleitores produzidos pela conta do TSE e realizará sessões de treinamentos para as equipes de comunicação do TSE e dos TREs sobre as melhores práticas do Twitter, além de treinamento para magistrados e servidores dos TREs, com explicações sobre o funcionamento da rede social, as políticas da comunidade e aspectos práticos de contencioso eleitoral.

C&A adota solução de RFID para melhorar eficiência do estoque

A C&A, que possui mais de 280 lojas no país, decidiu acelerar suas iniciativas omnicanal e recorreu à tecnologia RFID (identificação por radiofrequência). A solução, conduzida pela Sensormatic Solutions em algumas lojas da rede varejista, permite contabilizar o estoque de forma rápida e precisa, com uma acurácia acima de 98% (em relação a cada item), de modo a reduzir perdas e aumentar ganhos, seja por diminuir as remarcações de preços ou incrementar a venda online – uma vez que é possível expor todo o estoque, até à última unidade, na loja digital. Por meio de uma etiqueta eletrônica, acessível por ondas eletromagnéticas, cada item passa a ter uma identidade única, possibilitando a identificação constante de discrepâncias em quantidades de cada produto. É possível contabilizar cerca de 250 peças por minuto. Na prática, os consumidores têm acesso à quantidade real de mercadoria disponível, o que diminui as chances de cancelamento da compra online por causa de inconsistência na visibilidade do estoque, além de oferecer uma melhor experiência no e-commerce. A jornada do consumidor na loja física também é impactada positivamente pela integração entre os canais. Com a inovação, a C&A espera reduzir em até 50% a perda de vendas online por desistência, além aumentar a acurácia de seus estoques em até 95%.

Divulgação

TOTVS Techfin lança plataforma de gestão de empréstimo consignado

A TOTVS anunciou, nesta semana, mais um lançamento da sua unidade de Techfin: uma plataforma que facilita e simplifica a gestão de empréstimo consignado privado. O TOTVS Consignado é direcionado para departamentos de recursos humanos e é totalmente integrado aos sistemas de folha de pagamento da companhia. Com a ferramenta, as solicitações de crédito passam a ser tratadas diretamente na nova plataforma e, a partir de uma integração nativa com o sistema de folha de pagamento e o consentimento dos usuários, os dados dos colaboradores que solicitaram crédito são acessados diretamente pela instituição financeira, sem qualquer intervenção manual do time de RH, garantindo mais precisão e agilidade em todo o processo. A solução permite realizar aprovações automáticas de crédito, a partir de políticas e perfis de usuários definidos e cadastrados previamente pela empresa, e a averbação também automática dos descontos a serem feitos na folha de pagamento. Inicialmente, a plataforma está integrada aos parceiros de crédito consignado da TOTVS TechFin, o banco BV e a Creditas. “É uma forma de ajudar a democratizar o crédito aos quase 10 milhões de colaboradores que recebem seus salários por meio dos sistemas de folha de pagamento da TOTVS”, afirma Eduardo Neubern, diretor executivo da TOTVS Techfin.

Cartão do C6 Bank passa a ser aceito em catraca de ônibus e metrôs

Desde o início de outubro, clientes do C6 Bank que vivem em São Paulo têm a facilidade de usar os cartões de crédito e débito do banco diretamente nas catracas do metrô e ônibus, sem precisar comprar bilhetes ou enfrentar filas nas bilheterias. O processo para pagamento do valor da tarifa usa a tecnologia contactless (aproxime e pague), semelhante à usada pelo Bilhete Único, sem precisar inserir o cartão na maquininha e nem digitar a senha. Os cartões de débito emitidos a partir de julho são aceitos nos transportes de todas as regiões que aceitam pagamento via crédito e débito da Mastercard. Para os clientes que têm o cartão de crédito do banco (Cartão C6 ou C6 Carbon), basta encostar o cartão no leitor e o valor da tarifa será debitado do limite disponível e computado na fatura, sem custo adicional pela operação. Quem utiliza a função débito precisa ter saldo disponível na conta para que a transação seja realizada. Os aparelhos do transporte público que fazem a leitura do cartão para a cobrança não oferecem a possibilidade de escolha entre as funções débito e crédito. Para quem tem cartão de débito, a transação será sempre feita na função débito. Já os clientes com a função crédito habilitada obrigatoriamente comprarão o bilhete no crédito.

****
CRESCIMENTO

Unidades de commerce da Locaweb registram 274% de crescimento em novas lojas

O commerce da Locaweb, formado pelas unidades de negócios Tray e Yapay, registrou crescimento de 274% na adição de novas lojas entre os meses de abril a junho de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado, levando o total do GMV (volume bruto de mercadoria) transacionado a R$ 1,7 bilhão. Segundo levantamento da companhia, os setores que mais fizeram novas ativações para presença digital por meio do e-commerce foram dos mais diferentes segmentos de atuação – de moda e acessórios a casa e decoração, passando por eletrônicos, artigos esportivos e construção.

****
TECNOLOGIA DO BEM

Aplicativo gratuito para pessoas com deficiência visual é premiado

O aplicativo RayPay, criado pelo carioca Nilo Sheeny, foi um dos três projetos premiados este mês pelo ciclo de aceleração Labora + Sebrae. O app, gratuito, opera com a leitura do QR Code de vendas realizadas para clientes com deficiência visual, oferecendo ao usuário segurança e autonomia para concluir suas compras. “As novas tecnologias se aliam a dores antigas que ainda não possuíam soluções eficientes e agora trazemos soluções totalmente viáveis”, explica o empreendedor. Para transformar a ideia em negócio, Nilo e mais cinco amigos começaram a buscar mentorias, em 2019, quando conheceram o programa do Instituto Oi Futuro em parceria com o Sebrae. Durante seis meses, o grupo participou da aceleração, contabilizando 280 horas de mentoria online e mais de 300 atividades voltados para o empreendedorismo e impacto social. O aplicativo, que tem previsão de lançamento ainda para este ano, poderá ser acessado por usuários de todo o Brasil.

****
IMPACTO SOCIAL

Iniciativa por Brumadinho apresenta projetos selecionados

Na noite de ontem (6), foram apresentados os cinco projetos selecionados pela iniciativa “Mover-se na Web: Brumadinho”, promovida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) em conjunto com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O projeto desafiou estudantes de graduação e pós-graduação e empreendedores a apresentarem propostas que, com o uso de tecnologias web, ajudassem a resolver alguns dos problemas decorrentes do rompimento da barragem de rejeitos de minério em Brumadinho (MG). Os selecionados foram o Projeto Sistema de Monitoramento em Tempo Real de Qualidade de Água de um Rio (IFPE); Plataforma Tecnológica de Financiamento Coletivo de Projetos Inovadores das Mulheres de Brumadinho – SuperAÇÃO Coletiva (UFF); Projeto Brumadinho Open Data Lake & Analytics: uma Aplicação Web de Ciência de Dados e Inteligência Analítica para Suporte à Decisão (UFMG); Projeto BrumadinhoCoin: Uma Moeda Ambiental Solidária (UFF); e Projeto Alerta Brumadinho – Solução Tecnológica para Denúncia de Crimes Ambientais em Brumadinho (UTFPR).

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
You-Tu~TY]be
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: