BNDES e SENAI fazem chamada pública para projetos de eficiência industrial

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realizam, até o dia 4 de janeiro de 2021, a “Chamada Pública IoT – Eficiência Industrial”.

Empresas industriais podem inscrever projetos que possibilitem aumentar a eficiência e a competitividade da indústria do país, utilizando a tecnologia de Internet das Coisas (IoT).

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

Dividida em quatro áreas temáticas – sistemas inteligentes, sensoriamento, rastreamento e monitoramento de ativos e inspeção da qualidade -, a nova seleção busca promover o desenvolvimento de tecnologias IoT em produtos e processos com projetos cooperativos entre o Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica e a indústria nacional.

Todos os projetos devem ter duração mínima de seis meses e máxima de 12 meses. Os aprovados receberão aporte financeiro de 50% de seu valor total, variando de acordo com as seguintes categorias: Sob demanda (entre R$ 300 mil e R$ 1 milhão); Alliance – aliança entre empresas (entre R$ 300 mil e R$ 1,5 milhão) e To Go – demandas transversais (valor total do projeto varia de acordo com temas definidos no edital).

A primeira etapa é a de inscrição.

Na segunda etapa, de contratação do projeto, o plano de trabalho será elaborado em cooperação com o Instituto SENAI e serão avaliados os critérios de viabilidade técnica, adesão com as linhas temáticas e requisitos e premissas. Mais informações estão disponíveis no site.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).