Entourage Phytolab fecha parceria com Clever Leaves

Divulgação
Divulgação

Caio Santos Abreu, fundador e CEO da Entourage Phytolab: cinco anos de estudos e testes clínicos

A Entourage Phytolab, biotech de pesquisa e desenvolvimento de cannabis medicinal fundada em São Paulo em 2015, fechou nesta semana uma parceria de longo prazo com a multinacional colombiana Clever Leaves Holdings Inc., produtora licenciada de produtos farmacêuticos canabinoides. Segundo a empresa, o acordo transforma o Brasil em um dos maiores e mais competitivos mercados de cannabis do mundo.

A aliança prevê investimentos de mais de R$ 60 milhões para a importação de um medicamento à base de cannabis destinado ao mercado farmacêutico e também ao segmento de uso compassivo no Brasil. Em um segundo contrato, a Entourage também irá importar da Clever Leaves Insumos Farmacêuticos Ativos (IFAs), que serão usados no desenvolvimento de medicamentos com as formulações proprietárias da empresa colombiana. Os produtos finalizados já estarão disponíveis agora em janeiro de 2021 e os insumos para as novas formulações chegarão ao laboratório da Entourage no primeiro trimestre de 2021.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

“Após cinco anos de estudos e testes clínicos, estamos lançando nossos primeiros produtos em 2021 e a parceria com a Clever Leaves é um passo importante para construirmos o melhor portfólio de medicamentos à base de cannabis do país”, diz Caio Santos Abreu, fundador e CEO da Entourage Phytolab.

Para Kyle Detwiler, CEO da Clever Leaves, a expertise regulatória no Brasil e a experiência em pesquisa clínica da Entourage representam uma boa oportunidade para a companhia distribuir produtos canabinoides em todo o país. “Esperamos que nossa experiência de desenvolvimento de produtos e instalações com certificação EU GMP, que satisfazem os padrões de qualidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), nos posicionem para permitir que nossos parceiros capitalizem a crescente demanda de pacientes à medida que a indústria brasileira de cannabis começa a acelerar”, diz.

Em setembro de 2020, a biotech brasileira apresentou os resultados dos testes de Fase 1 de uma fórmula que permite produzir medicamentos à base de canabidiol mais eficientes. Comparada à geração atual, ela aumenta em até duas vezes a concentração de CBD que chega ao sangue. Na prática, esse ganho de eficiência poderá ser repassado aos pacientes, barateando os tratamentos atuais com canabinoides no Brasil em até 60%. A expectativa é lançar mais cinco medicamentos desenvolvidos a partir de sua fórmula proprietária nos próximos cinco anos.

Além do tratamento de epilepsia, os medicamentos à base de cannabis são indicados para o tratamento de dores crônicas, ansiedade, autismo, Parkinson e Alzheimer, entre outras doenças. Segundo a consultoria The New Frontier Data, o Brasil tem atualmente mais de 3,4 milhões de pacientes que podem se beneficiar do uso medicinal da cannabis. Em nível mundial, o mercado de canabidiol deve ultrapassar os US$ 89 bilhões em receita até 2026, de acordo com a Global Market Insights.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).