Google Para Mulheres, bolsas de estudo para desenvolvedores & Muito Mais

Programa da B2Mamy abre vagas e busca acelerar startups em fase inicial

A B2Mamy, empresa que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia para que elas sejam líderes e livres economicamente, abre seletiva para a 9ª  edição do seu programa de aceleração. Voltado para mães que querem impulsionar suas startups, aprender os diversos conceitos de empreendedorismo e implementar processos mais ágeis, o B2Mamy Pulse tem o apoio do Google for Startups e oferece 250 horas de capacitação e conexão ao ecossistema e à comunidade. O programa investirá R$ 3 mil para a aceleração das empresas selecionadas. A Danone Nutricia, marca de produtos de saúde e bem-estar e parceira do programa, subsidiará 10 vagas com desconto de 50%. Além desse subsídio, a aceleradora disponibilizará duas vagas sociais para mães em situação de vulnerabilidade. As startups interessadas devem ser lideradas ou fundadas por mães e mulheres, estar em estágio inicial de desenvolvimento e atuar no contexto digital com soluções em tecnologia (marketplace, EAD, apps e SaaS, por exemplo), podendo estar inserida em qualquer segmento. O programa tem foco em mães, mas 30% das vagas são reservadas para outros públicos, desde que suas equipes tenham mulheres em cargos de liderança. Hoje é o último dia para se inscrever.

***

Inter oferece 30 mil bolsas de estudo para desenvolvedores

O Inter, plataforma que oferece serviços de banking, investimentos, crédito e seguros, distribuirá, ao longo de 2021, 30 mil bolsas de estudo online e gratuitas para formação de desenvolvedores em todo o país. A iniciativa – batizada de Órbi Academy Techboost – faz parte de uma parceria entre o hub de inovação Órbi Conecta e a plataforma de cursos Digital Innovation One, além das empresas mineiras Localiza, MRV e do próprio Inter. Ao longo do ano, serão realizados três bootcamps, cada um com 10 mil bolsas disponíveis, no qual os profissionais interessados terão a oportunidade de aprender as linguagens de programação mais demandadas pelo mercado, como Python e Javascript. Durante os eventos, os times de RH e TI das empresas organizadoras acompanharão o desempenho dos estudantes e entrarão em contato com aqueles que mais se destacarem. As inscrições para o primeiro bootcamp podem ser feitas até amanhã (27).

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

***

B2W Digital abre inscrições para programa de estágio remoto em tecnologia

Os jovens interessados em tecnologia têm até o dia 28 de fevereiro para se cadastrar no programa de estágio da B2W Digital, empresa de comércio eletrônico criada pela fusão entre Submarino, Shoptime e Americanas.com. Com previsão de início em abril de 2021, o programa é desenvolvido e aplicado pelos especialistas das áreas de tecnologia e gente & gestão da própria companhia e tem como objetivo formar desenvolvedores juniores em apenas seis meses. Os participantes passarão por capacitação interna, com treinamentos baseados em uma grade de aulas teóricas e práticas, e do desenvolvimento de soluções para as plataformas de e-commerce, marketplace e mobile da B2W. Ao longo do período, os estagiários serão apresentados a ferramentas de engenharia de software e aos projetos e plataformas de e-commerce desenvolvidos na companhia. Podem concorrer universitários de todo o Brasil e de qualquer curso de graduação. A empresa busca estudantes apaixonados por inovação, que tenham foco em resultados e facilidade para trabalhar em equipe. Os candidatos terão seus currículos avaliados e passarão por etapas online com provas de português, testes de fit cultural e lógica de programação gamificados, além de dinâmicas interativas com os gestores. Inscrições gratuitas.

***

SIG lança programa de apoio a startups do segmento de alimentos e bebidas

Divulgação

A SIG, empresa especializada em envase e embalagens cartonadas, acaba de anunciar o SIGCUBATOR, programa de aceleração voltado para startups, com o objetivo de encontrar  novos e inovadores negócios no segmento de alimentos e bebidas. A empresa pretende identificar e se envolver com empreendedores em estágio inicial e atrair potenciais parceiros que compartilhem da mesma visão para fornecer alimentos e bebidas nutritivas, que estimulem e melhorem a vida das pessoas de forma sustentável. Serão avaliados conceitos com base na capacidade de inovação e estratégia de entrada no mercado, bem como princípios de aceleração futura com parceiros coprodutores. “Entendemos que o lançamento de um produto é, muitas vezes, um desafio para as startups. O programa apoia os empreendedores com as instalações de produção, o conhecimento e as conexões na indústria de alimentos e bebidas. Nossa equipe de especialistas estará presente para orientar as startups durante o período mais crucial de sua inovação: desde testar protótipos no combiLab da SIG na Alemanha até um produto final e um conceito de embalagem que esteja pronto para os consumidores”, afirma Anna Rabanus, gerente global de categoria da SIG. Inscrições até 28 de fevereiro.

***

Curso de capacitação de mulheres empreendedoras via WhatsApp

O programa #EmpreendeNoZap, iniciativa do Instituto Consulado da Mulher em parceria com o Itaú Mulher Empreendedora e a Ultragaz Empoderamento Feminino nas Comunidades, tem como foco a capacitação para pequenas empreendedoras das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste via WhatsApp. O curso levará conhecimento às empreendedoras autônomas com o objetivo de, por meio da educação em gestão, aumentar a renda das participantes e empoderá-las para que possam gerar um crescimento sustentável de seus negócios. O novo modelo de capacitação utilizará a ferramenta de mensagens instantâneas WhatsApp para abordar desde a concepção do negócio até sua gestão e os impactos na vida da empreendedora, associando motivação, capacitação técnica e autoaprimoramento. Para participar, a empreendedora precisa já estar vendendo produtos ou serviços há, no mínimo, três meses, com um faturamento entre R$ 100 e R$ 6.750 por mês. Outro pré-requisito é que a candidata seja empreendedora informal ou MEI e tenha renda máxima familiar de um salário-mínimo per capita. As inscrições vão até 28 de fevereiro.

***

Cresça com o Google para Mulheres abre inscrições focadas em carreiras e negócios

Divulgação

O Google acaba de lançar seu programa de treinamento e capacitação para mulheres que buscam desenvolver suas carreiras ou negócios no meio digital. Batizado de Cresça com o Google para Mulheres (“Women Will”), o projeto terá sua primeira edição online no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, com a presença de convidadas como as executivas Rachel Maia, CEO e fundadora da RM Consulting, Sofia Esteves, fundadora  do Grupo Cia de Talentos, Susana Ayarza, diretora de marketing do Google Brasil, e Paula Bellizia, VP de marketing do Google Brasil. Serão lançadas duas trilhas de conhecimento: uma voltada às mulheres que querem empreender e evoluir seus próprios negócios e outra para mulheres que buscam desenvolver suas carreiras. Na primeira, serão compartilhadas técnicas de gestão, liderança feminina, vendas, finanças e maneiras de construir a marca pessoal. Já a segunda vai abordar temas como autoconhecimento, técnicas de entrevistas, apresentação pessoal e dicas para acelerar o crescimento e alcançar objetivos profissionais. As inscrições são gratuitas. 

***

Bossa Nova investirá R$ 5 milhões no empreendedorismo feminino

Com a missão de diminuir a desigualdade no ecossistema, a Bossa Nova Investimentos, que impulsiona startups em estágio pré-seed com atuação em todo território nacional, acaba de lançar o projeto Ladies, um comitê de investimento em negócios liderados por mulheres ou que tenham soluções destinadas ao público feminino. O projeto vai investir R$ 5 milhões em até 15 startups. Essa nova aposta chega ao mercado em um importante momento para as empreendedoras. Segundo dados da plataforma mundial Crunchbase, o cenário de pandemia agravou a desigualdade entre homens e mulheres no ecossistema das startups, com queda de 27% nos investimentos em negócios fundados por elas em 2020. “Sabemos o quanto os setores com produtos e serviços destinados ao público feminino são lucrativos. Mas sabemos também das dificuldades encontradas pelas empreendedoras ao entrar em um mercado como o das startups, que é ainda majoritariamente masculino. Nossa ideia é dar visibilidade e oferecer recursos para que elas possam ganhar escalabilidade e atingir novos patamares”, diz João Kepler, diretor da Bossa Nova Investimentos. Inscrições gratuitas.

***

SoftBank anuncia programa em prol de mais equidade em ciência de dados

O SoftBank Group anunciou seu apoio ao programa Data Science for All/ Empowerment, ou Ciência de Dados para Todos/ Empoderamento, uma nova iniciativa para aprimorar e preparar trabalhadores provenientes de comunidades carentes para carreiras em ciência de dados. Desenvolvido pela Correlation One, a iniciativa vai treinar pelo menos 10 mil pessoas de comunidades sub-representadas – priorizando negros, latinos, LGBTQ+ e veteranos militares norte-americanso – durante os próximos três anos. Os participantes receberão 13 semanas de treinamento em análise de dados, além de um módulo opcional de Python, enquanto trabalham em estudos de casos e projetos. O programa também conectará os participantes a mentores, que oferecerão desenvolvimento profissional e coaching de carreira. No final, os contemplados podem ser apresentados a oportunidades de emprego no SoftBank e em empresas líderes nos setores de negócios, serviços finanças, tecnologia, saúde, consultoria e consumo. Podem se inscrever funcionários de empresas do portfólio do SoftBank na região, bem como engenheiros de software, gerentes técnicos de produto, técnicos de marketing e qualquer pessoa com formação em cursos ligados à Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática que esteja interessada em aprender análise de dados. As inscrições para o programa terminam em 7 de março de 2021.

***

Programa Mulheres Inovadoras 2021 vai selecionar até 30 startups

O Programa Mulheres Inovadoras, iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), foi criado para estimular startups lideradas por mulheres e, assim, contribuir para o aumento da representatividade feminina no cenário empreendedor nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos que possam favorecer o incremento da competitividade brasileira. Este ano, o projeto vai selecionar até 30 startups inovadoras, lideradas por mulheres, para um processo de aceleração. Entre as selecionadas, dez delas vão receber o Prêmio Mulheres Inovadoras, no valor de R$ 100 mil cada. Podem participar startups de diferentes áreas, como educação, ciências sociais, química, recursos hídricos, saúde, sustentabilidade, transportes e petróleo, entre outros. As inscrições vão até 8 de março.

***

Vivo e Wayra lançam desafio de acessibilidade para startups

A Vivo, por meio da Wayra, seu hub de inovação aberta, anunciou um desafio para startups que possam acelerar a inclusão de pessoas com deficiência visual na companhia. O objetivo é encontrar empresas para avaliar e desenvolver/adaptar uma solução que viabilize a utilização de ferramentas de leituras nas plataformas de comunicação interna utilizadas na Vivo e, assim, deixá-las mais acessíveis para os atuais colaboradores com deficiência e atrair novos talentos. O desafio é aberto a startups de todos os portes e de todas as localidades do Brasil. As selecionadas para a fase final terão a chance de fazer um pitch para os executivos da Vivo. Inscrições até 12 de março.

***

Governo Federal abre inscrições para o programa Ideiaz Powered By InovAtiva

Realizado pela Anprotec, o Sebrae e a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competividade (SEPEC) do Ministério da Economia, o programa Ideiaz Powered By InovAtiva contempla atividades de mentoria, consultoria organizacional, suporte tecnológico, suporte para formalização do negócio e qualificação empreendedora para 150 projetos inovadores e de impacto socioambiental em estágio de ideação. Os selecionados receberão apoio gratuito de incubadoras e aceleradoras credenciadas no programa, além de suporte para desenhar e validar seu modelo de negócios, desenvolver protótipo de produto ou serviço e elaborar seu pitch. A meta é apoiar, ainda neste ano, 1 mil projetos de pequenos negócios inovadores de todos os estados do país, a partir da capacitação gratuita realizada nas incubadoras e aceleradoras, fomentando ecossistemas locais de inovação. Cada projeto selecionado pelo Ideiaz receberá atendimento durante 10 semanas em uma das incubadoras ou aceleradoras credenciadas. Inscrições até 14 de março.

***

Sebrae lança novos desafios em parceria com Mining Hub e Grupo Citróleo

O programa Catalisa Corp, uma das linhas de atuação do Sebrae em inovação aberta, está lançando, em parceria com o Grupo Citróleo e o Mining Hub, oportunidades para os pequenos negócios inovadores e startups. A primeira iniciativa, desenvolvida com o Mining Hub, traz 16 desafios, subdivididos em seis grandes áreas temáticas: energia, cadeia de valor, saúde e segurança, geotecnia, gestão de ativos, minas e usinas. O programa tem duração de seis meses, sendo um de planejamento e cinco de desenvolvimento. As inscrições vão até 7 de março. O segundo desafio, desenvolvido com o Grupo Citróleo, vai explorar os obstáculos e oportunidades na vegetalização de fórmulas cosméticas de forma sustentável, alertando para as preocupações com a periculosidade de ingredientes à saúde humana, principalmente de origem petroquímica. As três melhores soluções serão premiadas com valores de US$ 10 mil, US$ 3 mil e US$ 2 mil, e os finalistas terão seus projetos refinados pelos experts da Citróleo. As inscrições estão abertas até o dia 14 de março.

***

SP oferece curso de fortalecimento do empreendedorismo feminino a PCDs

De forma gratuita e em parceria com o Sebrae, o curso online Elas Acontecem promoverá o incentivo às mulheres com deficiência na geração de renda por meio do empreendedorismo. Idealizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a iniciativa, que já está em sua segunda turma, será de 22 de março a 6 de abril, com carga horária de 13 horas de capacitação, mais duas horas de mentoria por meio de uma plataforma acessível, que permitirá a interação entre as participantes e o facilitador do curso. As inscrições são gratuitas e vão até 15 de março.

***

RME lança segunda edição do programa Elas Prosperam com o apoio da Visa

Com o foco de capacitar mulheres em situação de vulnerabilidade social em todo o Brasil, o Instituto RME, braço social da Rede Mulher Empreendedora, atenderá cerca de 60 empreendedoras negras por meio de capacitações do fortalecimento de competências socioemocionais, finanças e transformação digital. A iniciativa faz parte do projeto Elas Prosperam, que, em parceria com a Visa, tem como objetivo central ajudar no desenvolvimento dos negócios destas mulheres para que possam conquistar a própria renda e independência financeira. Das 60 selecionadas, dez terão acompanhamento de agentes da Rede Mulher Empreendedora e da Visa, que irão apoiar as empreendedoras com mentorias para ajudar a alavancar seus negócios. Ainda, dos dez empreendimentos selecionados, três serão contemplados com prêmio de R$ 10 mil cada, para investirem em suas próprias empresas. No Elas Prosperam todas as 60 selecionadas terão capacitação profissional robusta, mas com linguagem acessível e ferramentas práticas, que abordarão empoderamento econômico com foco no empreendedorismo feminino, por quatro semanas. As inscrições vão até 21 de março.

***

Movile se junta à Endeavor para 3ª edição do programa de aceleração de fintechs

A Movile, empresa que investe e desenvolve negócios de tecnologia e pessoas, uniu-se à Endeavor, rede global de empreendedorismo, para a 3ª edição do Programa Scale-up Endeavor Fintech. A iniciativa busca 12 scale-ups que estejam preparadas para escalar soluções para acelerar a revolução no setor financeiro. Os segmentos contemplados para a edição 2021 do programa são pagamentos, investimentos, trading markets, gestão financeira, eficiência financeira, fintech as a service, bancos digitais, crypto, blockchain, open banking, empréstimos, recebíveis e seguros. O programa dura cinco meses – de maio a setembro de 2021 – e todas as empresas selecionadas serão acompanhadas por uma mentora madrinha ou um mentor padrinho, que ajudarão nos principais desafios de crescimento do negócio. Também serão realizados meetups com as maiores referências do setor. Já passaram pelo programa empresas como Creditas, Omie, Neon, BCredi e CredPago. Inscrições abertas até 2 de abril.

***

Poli Angels abre inscrições para startups em busca de aportes

A Poli Angels, associação de investidores-anjo fundada por ex-alunos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), está com inscrições abertas para a 15ª rodada de aportes para startups de setores de serviços de TI, mobilidade, marketing digital, logística e distribuição, entre outros. O grupo investe, principalmente, em empresas early-stage, que recebem mentoria e networking dos investidores para escalar o seu crescimento. No processo de curadoria, de cada 10 startups inscritas, quatro, em média, serão convidadas para entrevistas focadas em conhecer o time fundador, modelo de negócio, encaixe com o mercado, a solução, escalabilidade e o mercado endereçável. Das startups entrevistadas, três ou quatro serão convidadas para as rodadas de aporte, sendo que as demais também serão acompanhadas e mentoradas, permanecendo no radar para futuros investimentos. “Utilizamos uma ferramenta de análise desenvolvida internamente, o PoliQuest, que proporciona aos fundadores uma avaliação bastante objetiva dos pontos fortes e das oportunidades para melhorar as chances de sucesso”, explica Rubens Approbato, presidente e cofundador da Poli Angels. A próxima rodada será em 28 de abril, e as inscrições já estão abertas.

***

Iniciativa oferece 500 vagas pessoas pretas e pardas em cursos de marketing digital

A Universidade Raccoon, braço educacional da agência digital Raccoon, divulgou o início da campanha Lugar de Preto, iniciativa que oferece 500 vagas gratuitas para pessoas pretas ou pardas nos cursos introdutórios da instituição. A iniciativa contempla os cursos Introdução ao SEO e Marketing de Conteúdo e Introdução às Mídias Pagas. Entre os tópicos da grade, estão ferramentas de SEO, copywriting e auditorias no caso do marketing de conteúdo; e Facebook Ads, Google Ads e planejamento estratégico no caso do de mídias pagas. Os alunos terão acesso concedido por dois anos e ganham um certificado de conclusão. As aulas são ministradas por especialistas da Raccoon, cujas equipes já atenderam grandes players do mercado, como Natura, Nubank, Leroy Merlin e Fast Shop, entre outros. Já são mais de 350 inscritos, e as candidaturas ficam abertas até que todas as vagas sejam preenchidas.

***

Afro Academy oferece treinamento gratuito para população de baixa renda

Com o objetivo de capacitar a população de baixa renda e pessoas que precisam se inserir no mercado de trabalho, a startup Afro Academy disponibiliza cursos de blockchain, transformação digital, vendas e desenvolvimento de soft skills. O projeto teve início em novembro de 2019 com foco em desenvolver profissionais de SDR, os chamados representantes de vendas, uma área de atuação que o mercado atual busca e tem encontrado escassez de profissionais. “Sabemos que cada vez mais o mercado de trabalho contrata por habilidades técnicas e desliga por comportamentais. Por isso, nossa proposta é desenvolver também essas habilidades, deixando o profissional mais bem preparado para atender às demandas do mercado”, explica Leonardo Gross, um dos professores da instituição. Inscrições gratuitas.

***

Boomit oferece programa de mentorias gratuitas para alavancar PMEs

A Boomit vai selecionar 25 empresas para oferecer acesso ao seu programa de mentorias gratuitas, com a missão de transformar negócios. O programa será dividido entre diagnosticar os principais desafios e construir medidas práticas que solucionem as áreas que impedem o crescimento das empresas.  “O empreendedor vai sair do curso com um plano de crescimento para 2021. Vamos diagnosticar os problemas, aprofundar os pontos com mentores especialistas e entregar um plano de ação”, destaca Carolina Augusta, fundadora e CEO da Boomit. Serão até três sessões de mentoria, nas quais o time de cinco pessoas de cada empresa poderá escolher a data e o horário segundo suas agendas. Entre os benefícios, estão conteúdo exclusivo oferecido pela startup e conexões com a rede de mentores e outros empreendedores da companhia. As inscrições são livres.

***

ABES e BrazilLAB fecham parceria para estimular inovação no setor público

A Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES) anunciou uma parceria com o BrazilLAB, hub de inovação que acelera soluções e conecta empreendedores com o poder público. A parceria faz parte do ABES Startup Internship Program, que tem o objetivo de disponibilizar às startups ligadas ao BrazilLAB os serviços oferecidos pela ABES a seus associados, como assessoria jurídica, tributária, trabalhista e regulatória, sem custos por um período de seis meses. A iniciativa pretende ajudar as empresas emergentes, que usam intensamente as tecnologias e desejam operar ou ampliar suas atividades, a superar as complexidades presentes no mercado. O programa tem duração de seis meses e disponibiliza todos esses serviços sem custo às startups. Para mais informações, clique aqui. 

 Informações sobre o programa.

***

Gama Academy lança app com 80 cursos profissionalizantes em carreiras digitais

A Gama Academy, escola de capacitação digital, anunciou o desenvolvimento de um novo aplicativo, batizado de Gama Station, para oferecer educação imersiva nas áreas de programação, design, vendas e marketing, por meio de desafios individuais e em grupo, baseados em demandas de grandes empresas. Com mais de 100 horas de conteúdo, o aplicativo chega ao mercado com 80 cursos que, além do aprofundamento técnico, também treinam as habilidades comportamentais do aluno, aperfeiçoando a capacidade de entrega e colaboração em equipe. Com o objetivo de atingir 180 mil alunos até o final do ano, os novos inscritos ganharão sete dias de acesso ilimitado. As aulas estão disponíveis na versão mobile e pelo navegador. A plataforma oferece duas opções de assinatura: a anual por R$ 49,90 e a mensal por R$ 59,90. A versão gratuita dá direito a aulas introdutórias ao mercado digital.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).