Nokia lança celular básico para "detox digital"

Divulgação/Nokia
tech-nokia-10fev2021-divulgação

O feature phone Nokia 110 tem rádio e o famoso “jogo da cobrinha” entre suas funcionalidades

Com foco em usuários que não aguentam mais smartphones mas querem continuar conectados, a fabricante dos celulares Nokia lançou um aparelho básico que resgata algumas das funcionalidades de seus hits de duas décadas atrás.

Lançado nesta quarta-feira (10), o Nokia 110, é o primeiro aparelho da linha de feature phones (telefones básicos) no Brasil. O celular conta com leitor de MP3 com capacidade de armazenamento expansível com cartão de memória de até 32 GB, rádio FM, bateria removível com um tempo de reprodução de música de até 27 horas e jogos clássicos como o Ninja Up, Air Strike Football Cup, Doodle Jump e o famoso “jogo da cobrinha”.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

“Os telefones básicos continuam sendo muito relevantes no mercado global, principalmente para as pessoas que buscam por aparelhos mais acessíveis e por continuar conectadas mesmo assim – ou até mesmo para aqueles que querem fazer um “detox” das redes sociais e mesmo assim, permanecer em contato com quem amam”, explica Junior Favaro, diretor de vendas e marketing da HMD Global no Brasil.

Preço e disponibilidade
O Nokia 110 está disponível no Brasil a partir de hoje na cor preta. O preço médio é de R$169 e está disponível por venda direta no site Nokia.com, além das principais varejistas do país, como Americanas.com, Magazine Luiza, Pernambucanas, Lojas Colombo, Gazin, Havan, Fujioka, Mercado Livre e Amazon.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).