EXCLUSIVO: Apto firma parceria com Secovi-SP para estimular setor imobiliário

Divulgação
Divulgação

O CEO da Apto, Alex Frachetta, vê a parceria com o Secovi-SP como uma forma de estimular o setor imobiliário

O Apto, plataforma brasileira voltada para a compra de imóveis recém-lançados, quer dar uma “injeção de dados” no sistema de geoprocessamento do Sindicato de Habitação de São Paulo (Secovi-SP). Em parceria firmada entre ambos e adiantada com exclusividade à Forbes, construtoras e incorporadoras filiadas ao sindicato poderão, a partir de agora, acessar as informações da startup relacionadas a novos empreendimentos no GeoSecovi.

Com a integração dos dados do Apto ao GeoSecovi, a ferramenta não só disponibilizará informações geográficas e demográficas, mas também terá dados sobre imóveis que serão lançados. “Os usuários poderão, por exemplo, verificar os nomes de empreendimentos de médio e de alto padrão lançados, as tipologias, os números de unidades, as metragens, entre outras informações”, diz o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

SAIBA MAIS: EXCLUSIVO: Apto tem faturamento 43% maior em julho e agosto

Embora o Apto tenha atuação em 119 cidades do Brasil, os dados introduzidos no GeoSecovi serão apenas de lançamentos imobiliários do estado de São Paulo, contemplando a capital e sua região metropolitana, assim como algumas cidades do interior. Estima-se, segundo a startup, que mais de 1.750 empreendimentos dentro da plataforma sejam dessas localidades.

O CEO da startup, Alex Frachetta, comemora a parceria e disseminação dos dados. “Como quase todas as construtoras são associadas ao Secovi-SP, enxergamos que essa parceria impactará bastante o mercado”, afirma. “O principal beneficiado disso tudo será a área de novos negócios, responsável pela compra de novos terrenos, que poderá tomar decisões mais assertivas com base na concorrência, por exemplo.”

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

A parceria, segundo Frachetta, não contou com nenhum incentivo financeiro e não tem data para finalizar. “Essa união vai ser boa para os dois lados”, diz. “Para o Secovi-SP, eu desejo que [a inserção de novos dados] seja um diferencial para utilizar a plataforma deles. Para nós, desejamos ficar na cabeça de incorporadoras e construtoras como sinônimo de informação de qualidade.”

O modelo de negócios do Apto gira em torno desse bom relacionamento com agentes do mercado imobiliário. Por ser um buscador de novos imóveis, nada melhor do que ir direto à fonte para se ter informação de qualidade dos empreendimentos. Hoje, de acordo com Frachetta, a plataforma gera para mais de 100 atores do setor um tíquete médio de R$ 760 mil na venda de apartamentos e casas, ao redirecionar compradores para o site oficial das construtoras e incorporadoras.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).