Facebook desenvolve pulseira para óculos de realidade aumentada

NurPhoto/GettyImages
NurPhoto/GettyImages

O dispositivo também será capaz de detectar sinais nervosos para interpretar gestos e movimentos complexos das mãos

O Facebook disse hoje (18) que está desenvolvendo uma pulseira capaz de controlar os óculos de realidade aumentada que devem ser lançados este ano.

O dispositivo também será capaz de detectar sinais nervosos para interpretar gestos e movimentos complexos das mãos.

Isso representa um avanço para o Facebook em uma corrida disputada entre gigantes da tecnologia como Apple, Amazon.com e Alphabet num setor que acredita que dispositivos como óculos de realidade aumentada substituirão por completo a funcionalidade dos telefones celulares.

O Facebook havia dito anteriormente que os óculos precisariam depender de dispositivos como telefones devido a restrições como a duração da bateria e o calor gerado pelo processamento. Uma pulseira poderia servir como uma plataforma para computação e suporte a tais funções.

Em setembro, o Facebook disse que faltavam cerca de cinco a 10 anos para lançar no mercado “verdadeiros” óculos de realidade aumentada, que teriam habilidades como permitir que as pessoas vissem e interagissem conjuntamente com objetos virtuais compartilhados. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).