Foxconn negocia parceria com vietnamita VinFast para carros autônomos

O grupo teria proposto a compra das linhas de produção de elétricos da montadora, confirmaram fontes à Reuters.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Ann Wang / Reuters
Ann Wang / Reuters

A VinFast é a primeira fabricante vietnamita de automóveis e deve entregar os primeiros veículos elétricos no país em dezembro

Acessibilidade


A Foxconn deu início a negociações com a vietnamita VinFast sobre uma parceria envolvendo veículos elétricos, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto à Reuters. O grupo teria proposto a compra das linhas de produção de elétricos da montadora, confirmaram os informantes.

A VinFast, unidade do maior conglomerado do Vietnã, Vingroup, teria proposto uma parceria, já que está ansiosa para se tornar uma montadora ecológica, o que requer manter o negócio de elétricos, explicaram as fontes. A Foxconn não quis comentar. Um porta-voz do Vingroup disse que a empresa não tem informações sobre o assunto.

LEIA MAIS: Disruptivos e sustentáveis, carros elétricos se consagram entre montadoras e consumidores

Com planos para se tornar um grande fornecedor de peças e serviços do mercado de carros elétricos, o grupo deve seguir o mesmo padrão do acordo que fez com a Fiat Chrysler e startups de elétricos. A movimentação pode oferecer à Apple e a outras marcas não tradicionais no setor um atalho para competir no mercado de veículos.

A VinFast se tornou a primeira fabricante vietnamita de automóveis, colocando nas ruas seus primeiros modelos movidos a gasolina em 2019. A empresa vendeu cerca de 30 mil veículos no ano passado e tem previsão de vender mais de 45 mil em 2021. Ela começará a entregar veículos elétricos no país em dezembro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A VinFast, que também produz motocicletas e ônibus elétricos, disse neste mês que montou um empreendimento de baterias para veículos elétricos com a ProLogium, de Taiwan.

Buscando fornecer componentes para 10% dos veículos elétricos do mundo em 2025, a Foxconn agiu rápido para fechar uma série de negócios. Um dos maiores é um acordo com a Zhejiang Geely para se tornar fornecedor de outras montadoras.

Ela também trabalhará com a startup americana Fisker para produzir mais de 250 mil veículos por ano a partir de 2023, além de montar SUVs para a chinesa Byton no ano que vem. Com a Fiat Chrysler, vai desenvolver veículos elétricos e carros conectados à internet. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: