Receitas de streaming devem chegar a US$ 23 bilhões em 2021, Vertem, Banco Fibra & Muito Mais

Veja as novidades de tecnologia, inovação e transformação digital.

Redação
Compartilhe esta publicação:

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Acessibilidade


Receitas de streaming de música devem chegar a US$ 23 bilhões em 2021

A indústria musical foi significativamente afetada pela pandemia de Covid-19 devido ao cancelamento, em massa, dos eventos ao vivo e a consequente queda na receita com ingressos. Nesse contexto, os artistas passaram a contar, cada vez mais, com os rendimentos vindos das plataformas de streaming. Este ano, o faturamento dos serviços do tipo deve chegar a US$ 23 bilhões em nível global, de acordo com dados apresentados pela Buy Shares.

Mesmo antes da pandemia, a indústria de streaming de música já havia testemunhado um crescimento impressionante. Em 2017, o mercado unificado de streaming de música valia US$ 10,5 bilhões, segundo pesquisa da Statista. Nos dois anos seguintes, esse número saltou para US$ 15,2 bilhões. No ano passado, a empresa de dados registrou um crescimento de receita de quase 30% ano a ano, a US$ 19,7 bilhões.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Com a continuidade do isolamento social e das regras de distanciamento, espera-se que esse montante aumente outros US$ 3,3 bilhões em 2021. Em 2025, a previsão é que todo o mercado de streaming de música atinja US$ 33,3 bilhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

***

TENDÊNCIAS NACIONAIS

Pandemia acelera uso de inteligência artificial na saúde

Desde o início da crise sanitária, quatro de cada dez pacientes já interagiram com um chatbot de inteligência artificial ou um assistente virtual de um site médico, plano ou centro de saúde, de acordo com o estudo da plataforma de busca e comparação de softwares Capterra. A pesquisa feita pela empresa revela que a pandemia do coronavírus acelerou o uso da inteligência artificial (IA) pelos pacientes brasileiros.

Cerca de 55% dos entrevistados já fizeram uma consulta via telemedicina e 39% já interagiram com um chatbot de um estabelecimento médico. Destes, 61% o fizeram depois do início da pandemia. Para 59% dos entrevistados, a rapidez no atendimento é o maior benefício do uso da inteligência artificial na saúde.

Quanto ao futuro do uso da tecnologia, os dados mostram otimismo. Cerca de 59% consideram importante e 30% extremamente importante o emprego de ferramentas e tecnologias alimentadas por inteligência artificial para melhorar a experiência dos pacientes.

***

O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

Vertem investe mais de R$ 15 milhões em plataforma white label de cashback 

A Vertem, holding focada no desenvolvimento de ecossistemas de negócios, anunciou, com exclusividade à Forbes, a evolução de sua plataforma de loyalty com a nova modalidade de cashback disponível aos clientes. Essa é a primeira ferramenta white label do país que permite que as empresas atrelem seus programas de fidelidade à criação de um marketplace próprio, com geração de créditos em pontos ou dinheiro para seus consumidores. Batizada de Shopping, a plataforma compõe o portfólio de soluções do grupo para fidelizar e engajar consumidores, parceiros de negócios e colaboradores em um único ambiente, com possibilidade de integração também do varejo físico, por meio de tecnologia proprietária. A modalidade recebeu um investimento de mais de R$ 15 milhões e foi desenvolvida para oferecer ao mercado uma nova possibilidade de relacionamento entre marcas e consumidores.

Livelo lança serviço de cashback para os clientes

A Livelo, programa de pontos no qual as compras voltam em forma de recompensas, acaba de lançar o seu primeiro serviço de cashback, que permite que os clientes troquem pontos acumulados por dinheiro. Com a iniciativa, a empresa entra no universo de cashback e amplia as possibilidades no uso dos pontos para seus clientes. Batizada de “Pontos Viram Dinheiro”, a funcionalidade permite que qualquer cliente Livelo com pontos disponíveis efetue a troca por dinheiro diretamente na conta bancária desejada. O serviço é gratuito e está disponível para transações entre CPFs de mesma titularidade. Para usufruir, o cliente precisa usar, no mínimo, 350 pontos.

Banco Fibra investe na automatização de cadastros para pessoa jurídica

O Banco Fibra, especializado nos segmentos corporate, agro e PMEs, adotou recentemente a tecnologia do onboarding digital para pessoas jurídicas e, com isso, gerar ganho em escala. A medida está alinhada ao plano de negócios da instituição, que passou a atender recentemente às pequenas empresas, utilizando a mesma estrutura de tecnologia e atendimento personalizado de clientes de maior porte para oferecer crédito e serviços para companhias cujo faturamento começa em R$ 360 mil por ano.

PIX já representa 20% das transações da Buser

Divulgação

A Buser, conhecida como “o Uber dos ônibus”, revelou que as operações via PIX já representam 20% de suas transferências. Desde a implementação do sistema instantâneo de pagamentos, em novembro de 2020, a economia mensal da empresa em taxas bancárias tem sido de cerca de R$ 50 mil por mês. Para a startup, a praticidade da nova forma de transferência também será importante fora do aplicativo, contribuindo com a diminuição de filas para quem optar por comprar passagens diretamente nas rodoviárias.

Cidade inteligente em Aquiraz tem 100% dos lotes vendidos na  primeira etapa

Lançada em 2020 pela Planet Smart City, a cidade inteligente de Aquiraz oferece opções de moradia e investimento com valores acessíveis em um projeto com infraestrutura de alta conectividade. A iniciativa encerrou o mês de fevereiro com 100% das unidades da primeira etapa vendidas e totalmente entregues. Localizada no Ceará, a cidade inteligente conta com 50 soluções smart que integram inovação social, meio ambiente, tecnologia e arquitetura. 

Tempest planeja expansão internacional

Voltada aos setores financeiro, varejo, saúde e comunicação, a Tempest, empresa brasileira de cibersegurança, atende mais de 300 clientes na América Latina e na Europa e tem registrado, em média, 46% de aumento no faturamento a cada exercício fiscal. No ano passado, a companhia recebeu um aporte de capital da Embraer, reforçou sua solidez no mercado nacional e internacional e abriu novos mercados como defesa, indústria aeroespacial e infraestrutura crítica. Para 2021, a projeção é ampliar ainda mais sua presença no mercado internacional, oferecendo soluções completas para a proteção de negócios no mundo digital.

Unimed fecha parceria com startup para oferecer descontos em medicamentos

Por meio de uma parceria com a startup Medipreço, os funcionários da Unimed Goiânia terão acesso a medicamentos e produtos de saúde com descontos diferenciados em relação ao varejo tradicional. A experiência é 100% digital e a entrega dos itens é realizada em smart lockers, sem taxa de delivery, localizados na sede administrativa da cooperativa e no espaço Sinta-se Bem, criado pela Unimed Goiânia para atender beneficiários, atuando por meio de ferramentas e tecnologias que permitem a gestão de base populacional e o cuidado centrado em pacientes. Todos os dados dessa jornada serão anonimizados, armazenados e apresentados na plataforma de health analytics da startup disponibilizada ao plano de saúde. Assim, será possível analisar tendências e ter uma visão holística do perfil epidemiológico dos funcionários.

Vivo Car transforma veículos comuns em conectados

Na última quinta-feira (11), a Vivo anunciou uma oferta especial para o Vivo Car, serviço que permite a conversão de automóveis comuns em inteligentes por meio da conexão à internet, transformando os veículos em hotspots com capacidade para até cinco conexões simultâneas e uso ilimitado dos apps Waze e WhatsApp. O veículo possui um recurso de geolocalização que permite consultar sua posição a qualquer momento e ter dados sobre o funcionamento, como falhas mecânicas, elétricas e até mesmo se o carro está sendo rebocado. A oferta vale até 1º de abril ou até acabarem os estoques, nas lojas físicas e online.

Hospital expande base de dados de pesquisas clínicas

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, anunciou recentemente uma parceria com a plataforma de pesquisa em saúde TriNetX que tem o objetivo de contribuir para a aceleração dos estudos clínicos e ampliar a base de dados de pesquisas no Brasil e na América Latina. As informações disponíveis na plataforma são completamente anonimizadas, e a TriNetX emprega medidas de privacidade e segurança em conformidade com os regulamentos específicos de cada região, incluindo LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), HIPAA (Health Insurance Portability and Accountability Act) e GDPR (General Data Protection Regulation).

***

ACELERAÇÃO

Programa do Google tem 100% das empresas lideradas por mulheres

O Google for Startups Accelerator formou, pela primeira vez, uma turma totalmente de empresas comandadas por mulheres. As dez startups selecionadas participarão de sessões de mentorias com foco no desenvolvimento de liderança, com especialistas do Google e empresas parceiras, em formato 100% online. Elas também receberão suporte e ferramentas para aprimorarem o uso de cloud, machine learning e ads, entre outras tecnologias. As startups selecionadas foram Gupy, Safe Space, Justto, Datarisk, DealerSites, Hygia Bank, Redação Nota 1000, Manipulaê, Grão e Leads2b.

***

CRESCIMENTO

GR Bank conquista 10 mil clientes em quatro meses de operação

Em quatro meses, o cartão de bandeira Visa lançado para os correntistas do banco 100% digital GR Bank atraiu o registro de 10 mil pessoas em sua plataforma. “O GR Bank foi instituído com a proposta de estabelecer uma relação mais humana e independente com as finanças. A ideia de apoiar a diversidade é para poder proporcionar a esse público mais autonomia, autoconfiança e esperança. O banco já está avaliado em torno de R$ 70 milhões por sua carteira de clientes”, comenta Mateus Davi, CEO do GR Bank. Para ser correntista, o cliente pode abrir sua conta por meio do aplicativo do banco isento de mensalidade e anuidade, com direito a cartão digital internacional e sem análise prévia de crédito. Outros atrativos são a facilidade e a segurança nas operações financeiras, com atendimento digital.

Dedalus encerra 2020 com crescimento de 35%

Divulgação

A Dedalus, companhia especializada em serviços de cloud computing e dados, encerrou 2020 com faturamento 35% maior do que no ano anterior. O incremento está atrelado ao investimento contínuo em inovação e na incorporação da solução da ServiceNow, plataforma para gestão de processos de atendimento baseada em ITIL, que permitiu mais agilidade, controle e transparência nos processos das empresas. Com o objetivo de trazer uma visão mais ampla das reais necessidades dos clientes, a empresa também lançou o Centro de Excelência, que conta com um grupo de especialistas em computação em nuvem, inteligência artificial, machine learning, bancos de dados, big data, analytics e data visualization.

***

CAPTAÇÃO

Assina Saúde recebe R$ 8 milhões em investimentos da Astella

A gestora de venture capital Astella Investimentos acaba de anunciar um aporte de R$ 8 milhões na Assina Saúde. Segundo Bruno Carvalho, CEO da startup, o montante será destinado à expansão da empresa por meio do uso de inteligência artificial e escala de vendas para, assim, conseguir atender a grande parcela da população que não tem acesso a serviços de medicina primária e secundária. “Acreditamos que a Assina Saúde reúne as principais características que vemos em uma startup: inovação e tecnologia para atuar em um mercado com forte tendência de crescimento e com gargalos enormes, o que representa grandes oportunidades”, afirma Marcelo Sato, sócio da Astella.

***

IMPACTO SOCIAL

Deezer cria solução eco-friendly para consumo de podcasts

A Deezer desenvolveu uma nova interface de programação de aplicações (API) que permite, aos provedores de podcasts, realizar upload de novos episódios e informações para a plataforma imediatamente. Com a inovação, são eliminados processos de rastreamento de atualizações e solicitações desnecessárias do servidor, reduzindo a emissão de gás carbônico e tornando a atividade mais sustentável. Com a atualização do fluxo de RSS, ou seja, do formato de distribuição das informações em tempo real na internet, estima-se que as companhias reduzirão em 99% o número de emissões de carbono, fazendo da solução uma opção eco-friendly para os produtores de conteúdo. Além disso, o esperado é que, com o novo recurso, a redução de energia gasta com solicitações do servidor caiam em 86%.

C6 Bank ensina jovens a criar aplicativos 

Divulgação

O C6 Bank anunciou uma nova edição do Programa C6 App Inventor, que pretende disseminar o conhecimento da programação entre jovens em situação de vulnerabilidade social. Por meio do MIT App Inventor, ferramenta de criação de apps do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), o projeto incentiva jovens a construírem apps que resolvam problemas reais do cotidiano. A empresa selecionou 33 jovens de 14 a 21 anos, ligados a ONGs e aos projetos Recode, Afesu e Ser Mulher em Tech, para participar da iniciativa, que vai ensinar os participantes tanto a utilizar a plataforma do MIT, quanto a desenvolver habilidades de design thinking.

***

TECNOLOGIA DO BEM

Mobi Game ajuda no enfrentamento da violência doméstica

A ferramenta Mobi Game, iniciativa da startup Arbache Innovations em parceria com o HuBMulher e o Programa Ganha Ganha, da ONU Mulheres Brasil, foi lançada no final de 2020 com o objetivo de informar e gerar dados que subsidiem ações educativas em relação à violência discriminada na Lei Maria da Penha. O aplicativo ensina as pessoas, a partir das histórias das personagens Penha e Luana, a ouvir e amparar as vítimas das diferentes formas de agressão. Para isso, lança desafios com perguntas diretas ao jogador, que escolhe como cada um deve agir diante das situações apresentadas. O Mobi Game é gratuito e para maiores de 18 anos.

FAH e Arklok doam 200 computadores para crianças e adolescentes

A Arklok, empresa especializada em outsourcing de infraestrutura tecnológica, em parceria com a Fundação Amor Horizontal, que apoia a infância e fomenta a solidariedade no Brasil, doou recentemente 200 hardwares para instituições sociais que fazem parte da rede da fundação. A ação impactou diretamente 24 projetos sociais de entidades como Arco, Movimento Estrela Nova, Fábrica dos Sonhos e Associação Sítio Agár, entre outras. De acordo com Andrea Rivetti, CEO da Arklok, a iniciativa é apenas uma parte do que as empresas de modo geral podem fazer por pessoas em situação de vulnerabilidade. “A tecnologia tem um papel determinante no desenvolvimento da sociedade. Esperamos inspirar outras empresas a ajudarem ainda mais pessoas.”

Grupo Sabin lança Rita Saúde

Com investimento inicial de cerca de R$ 5 milhões, o Grupo Sabin, especializado em serviços de saúde, gestão de pessoas, responsabilidade socioambiental e pesquisas técnico-científicas, lançou o Centro de Saúde Digital do Brasil. Batizado de Rita Saúde, o projeto acompanha o paciente por meio de uma plataforma de telemedicina integrada a registros de saúde, permitindo a interação da equipe médica durante toda a jornada de cuidados. O centro oferece um marketplace com consultas com especialistas, serviços de análises clínicas, diagnóstico por imagem, portfólio de vacinas e medicamentos. O Rita Saúde teve início no Distrito Federal, e em breve será expandido para outras regiões do país. Com o novo negócio, o Grupo Sabin espera atingir mais de 1 milhão de pacientes no próximo ano, com uma previsão de receita no médio prazo entre R$ 50 milhões e R$ 100 milhões ao ano.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: