Wayra oferece mentoria para mulheres empreendedoras, Visa Everywhere Initiative, Desafio de Economia Circular e Muito Mais

Wayra oferece mentoria gratuita para negócios criados por mulheres

A Wayra, hub de inovação aberta da Vivo, está organizando uma série de ações de incentivo às mulheres no mercado de trabalho. Entre os dias 8 e 12 de março, as convidadas Jordana Souza, cofundadora e CRO da VOLL, Juliana Assunção, fundadora e CMO da RankMyApp, Melina Yasuda, fundadora da startup Pluginbot, Andrea Thompsen, cofundadora da Getup Cloud, e Taís Pinheiro, fundadora e COO da Conube, farão mais de 30 sessões individuais e mentorias gratuitas para negócios que sejam comandados por mulheres. Hoje (5) é o último dia para se inscrever.

***

Zona de Propulsão oferece oficinas focadas em tecnologia e empreendedorismo

A Zona de Propulsão, hub de inovação que busca desenvolver tecnologias sociais que colaborem com o processo de mobilização social e empoderamento de cidadãos, apresenta um programa voltado para formação tecnológica por meio de 30 oficinas e um mês de atividades gratuitas. Os temas variam entre assuntos da atualidade, como tecnologias e acessibilidade, blockchain, drones, design thinking, design UX/UI e inovação, e as oficinas “mãos na massa”, como desenvolvimento de sites e modelos de negócios, validação, gamificação, prototipagem e infoproduto, entre outras. As inscrições vão até 8 de março.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

***

Ânima Educação abre inscrições para programa de estímulo à criação de startups

Para incentivar a transformação do conhecimento em soluções capazes de impactar a vida em sociedade, a Ânima Educação lançou o Ânima Nest Pocket, programa de incentivo à criação de startups que estimula o empreendedorismo e premia as melhores ideias. Os estudantes receberão mentorias de executivos da companhia e de profissionais do mercado para a criação de startups em qualquer segmento, além de participarem de uma competição nacional entre universitários de todo o país para apresentar suas ideias. “Eles passarão por uma trilha de aprendizagem onde desenvolverão a mentalidade empreendedora, para além de compreender como tirar ideias do papel e transformá-las em negócios”, destaca Rafael Ávila, diretor de inovação e tendências em educação da Ânima. Inscrições até 12 de março.

***

IBM lança plataforma de recapacitação de profissionais

Para ajudar as pessoas a desenvolverem habilidades para o futuro, a IBM anunciou o lançamento da SkillsBuild, uma plataforma de aprendizagem online gratuita para capacitar os candidatos a empregos com preparação profissional para habilidades técnicas e de trabalho. O serviço oferece uma ampla variedade de cursos interativos em vários idiomas e  ferramentas de treinamento pessoal para desenvolver projetos de construção de portfólio e ganhar credenciais para mostrar as habilidades dos usuários a empregadores em potencial. Os alunos podem realizar uma autoavaliação de seus interesses e aptidões no emprego, o que os ajuda a identificar e se conectar com uma jornada de aprendizagem adaptada ao seu perfil profissional. Também é possível conquistar certificações em áreas como segurança cibernética, análise de dados, atendimento ao cliente e habilidades de carreira.

***

Escola lança programa de tecnologia gratuito exclusivo para mulheres

A Skill Lab Brasil, escola de tecnologia do SEG – SEDA Education Group, acaba de lançar dois cursos gratuitos inteiramente desenvolvidos para mulheres: Introdução à Análise de Dados e Introdução à Programação WEB. O primeiro deles trará conceitos fundamentais de programação e algoritmos, linguagem Python e as principais técnicas para a estruturação de dados. Já no segundo, as alunas conseguirão desenvolver as principais habilidades e técnicas exigidas pelo mercado nessa área. Com foco no front-end, o objetivo é fazer com que as participantes consigam utilizar técnicas e ferramentas para o desenvolvimento de sites modernos e interativos. Para reduzir a desigualdade de gênero no mercado de tecnologia, os cursos não estabelecem nenhum pré-requisito de participação. Mesmo mulheres que nunca tenham tido contato com linguagens computacionais conseguirão criar seus primeiros projetos ao longo do período. Cada curso terá somente uma turma, com a quantidade máxima de 60 alunas. As inscrições vão até 20 de março e as turmas serão divulgadas no dia 23 da mesma semana.

***

Prefeitura de São Paulo abre inscrições para o Vai Tec

A Prefeitura de São Paulo está com inscrições abertas para o Vai Tec, programa que apoia negócios de jovens das periferias da cidade com mentorias, assessorias, oficinas, acesso à rede de contatos e aporte financeiro. Em sua sexta edição, o programa vai contemplar 24 empreendimentos inovadores no valor de R$ 35.700 cada. O programa é uma iniciativa da Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, que tem como objetivo apoiar os negócios tecnológicos das regiões mais vulneráveis da cidade. Realizado agora totalmente online, por conta da pandemia, a aceleração do Vai Tec ocorre em duas etapas: a pré-seleção de 48 empresas inscritas e a apresentação dos pitches a uma comissão de avaliação. A inscrição deve ser feita por dois proponentes, que serão responsáveis pela proposta e por todo o processo de seleção. O início da aceleração está programado para agosto de 2021. Para se inscrever, pelo menos um dos empreendedores da empresa deve residir em algumas das regiões que apresentam os maiores índices de vulnerabilidade social no quesito Trabalho e Renda – definido pelo Plano Diretor Estratégico de São Paulo. Inscrições até 22 de março.

***

Ebanx lança programa de estágio exclusivo para pessoas negras

O novo programa de estágio do Ebanx, fintech unicórnio de pagamentos fundado no Brasil, mas com atuação global, está com vagas abertas exclusivamente para pessoas negras. “Queremos criar uma empresa cada vez mais inclusiva e plural, com diversidade de pensamentos e ideias, e que este movimento extravase e gere impactos positivos na sociedade como um todo. Este é um passo que vai nos ajudar nesta missão”, diz Daniele Fonseca, líder global de recursos humanos. Desenvolvido em parceria com a Eureca, consultoria de RH especializada em empregabilidade de juventudes e foco em diversidade, o programa oferece vagas nas áreas comercial, finanças, marketing, produto e pessoas. Podem participar pessoas autodeclaradas pretas ou pardas, residentes em Curitiba (PR) e região metropolitana, que estejam cursando ensino técnico ou ensino superior Todos os que se inscreverem, mesmo aqueles que não forem selecionados para as vagas, terão acesso a palestras, rodas de conversa e dicas de estágio para fomentar o aprendizado. As inscrições vão até 25 de março.

***

ABES lança programa com foco no impacto socioambiental

A Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES), em parceria com o Instituto Observatório do Terceiro Setor e a ReUrbi, está com inscrições abertas para o Programa ReciTech. A ação vai apoiar projetos de inclusão e capacitação digital, através do descarte e reciclagem de equipamentos de tecnologia e telecomunicações em desuso para gerar materiais que serão reinseridos na cadeia produtiva, com devolutivas econômicas, ambientais e sociais. “O programa ReciTech vem para assegurar, de forma gratuita, simples e fácil, que as empresas, independentemente do seu porte, tenham condições de aderir às melhores práticas de governança socioambiental, alinhadas ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU)”, explica Rodolfo Fücher, presidente da associação. Os interessados devem responder um pequeno questionário.

***

IdeiaGov cria programa de aceleração para fomentar a inovação social

Com o objetivo de fomentar a inovação social, o IdeiaGov, hub de inovação que traz soluções de mercado e da sociedade para desafios do Governo do Estado de São Paulo, anunciou a primeira edição de seu programa de aceleração. Ao entender o potencial das parcerias com atores de múltiplos setores, com ênfase especial no setor público, a iniciativa vai selecionar 15 negócios de impacto de qualquer lugar do Brasil que ofereçam soluções inovadoras e escaláveis para resolver um problema social ou ambiental urgente e latente devido aos efeitos da pandemia de Covid-19. Além disso, a solução deve estar alinhada diretamente a um ou mais Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que foram definidos pela ONU para a Agenda 2030. Para se inscrever, os interessados devem estar formalizados e serem organizações com fins lucrativos. É necessário que as empresas inscrevam pelo menos dois empreendedores, sendo um deles sócio, com dedicação em tempo integral à iniciativa. As inscrições vão até 29 de março.

***

Arena Hub anuncia programa de aceleração com foco na indústria esportiva

A nova iniciativa do Arena Hub, centro de inovação e fomento ao empreendedorismo com foco no esporte, é o Podium Labs, seu primeiro programa de aceleração. Para gerar e desenvolver negócios direcionados ao esporte brasileiro e aumentar e impactar ainda mais essa indústria, a novidade foi criada para ampliar negócios com diferentes empreendedores e startups. “Em 2020, percebemos que as pessoas, apesar do empenho e da criatividade, ainda precisam se adaptar ao mercado esportivo, entender mais a fundo as necessidades para que, assim, desenvolvam soluções que melhor se apliquem ao setor”, explica Fernando Patara, executivo e cofundador do Arena Hub. Com o programa, empreendedores podem compartilhar conhecimento entre si e contar com a expertise dos parceiros do centro, que possuem diferentes níveis de maturidade no segmento. Para os investidores, é uma oportunidade de apoiar startups early stage em troca de equity para desenvolvimento do segmento do esporte, um setor em ascensão em todo o mundo. Para participar, é necessário que as startups tenham atuação direta ou indireta no segmento de esporte, saúde e bem-estar com foco em modelos de negócio B2B, B2B2C, transacional, SaaS ou híbrido. Inscrições até 30 de março.

***

Visa Everywhere Initiative abre inscrições para edição de 2021

A Visa abriu as inscrições para que startups do Brasil participem da quarta edição do Visa Everywhere Initiative (VEI), uma competição global que oferece até US$ 100 mil em prêmios para startups com soluções inovadoras. Diferente das edições anteriores, em 2021 o VEI deixa de ser uma competição regional para se tornar global, com etapas mais longas e disputas entre as principais regiões do planeta. Nesta edição, o modelo da competição passa a considerar primeiramente o país e depois a região, com a final global sendo disputada entre as fintechs selecionadas nas etapas anteriores. Inscrições até 2 de abril.

***

Faber-Castell vai investir e apoiar startups brasileiras de educação

A Faber-Castell acaba de anunciar o lançamento de uma área de corporate venture capital no Brasil para investir e apoiar startups que desenvolvam soluções inovadoras no setor de educação e ajudem a construir um ecossistema de empresas que suportem avanços em toda a cadeia de ensino. A meta da nova área é identificar as melhores edtechs e atuar em conjunto com esses empreendedores. “Um importante critério de escolha vai ser o potencial para escalar os produtos e os serviços e complementar nosso ecossistema”, explica Bruna Tedesco, diretora de inovação e novos negócios da Faber-Castell. Um dos caminhos para a  seleção das startups será o Programa Scale-up Endeavor EdTech. A iniciativa está selecionando 12 scale-ups que atuem na cadeia de educação para serem apoiadas durante quatro meses. Ao longo desse período, terão a chance de escalar seus negócios, graças à troca de informações e conhecimentos com uma rede de empreendedores. As startups interessadas em participar do programa devem se cadastrar na plataforma.

***

Enel Brasil lança desafio de economia circular

Com foco na sustentabilidade e a inovação no centro do negócio, a Enel Brasil, empresa de energia elétrica, está lançando o Desafio Brasil de Economia Circular. O objetivo é receber propostas de projetos que apresentem soluções sustentáveis, com base na abordagem da economia circular, para a reciclagem dos componentes de painéis solares e medição de energia que estejam no fim do ciclo de vida. Podem participar do desafio instituições de pesquisa, ONGs e empresas que estejam registradas como pessoa jurídica. As instituições selecionadas serão convidadas a trabalhar em parceria com a Enel, com a possibilidade de terem suas soluções adotadas em projetos em andamento da empresa, desenvolverem uma prova de conceito e uma eventual criação de novos modelos de atuação para a recuperação de materiais. As inscrições ficarão abertas ao longo do ano e, a cada três meses, um comitê de seleção irá se reunir para avaliar as propostas recebidas pela companhia.

***

ACATE e SENAI SC vão formar desenvolvedores de software

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e o SENAI SC estão lançando novas turmas do projeto DEVinHouse, que se dedica a formar desenvolvedores em nove meses. “É uma excelente oportunidade para as empresas de tecnologia colaborarem com a formação dos profissionais que elas mais precisam,  sabendo que eles terão uma excelente formação”, disse o presidente da ACATE, Iomani Engelmann. O conteúdo será desenvolvido a partir do perfil demandado  pelas empresas apoiadoras, e os alunos inscritos poderão usufruir de bolsas de estudo que subsidiam até 100% do valor do curso.  Serão cinco novas turmas, com 40 vagas em cada uma delas Ao final, alguns serão  contratados pelas empresas. No dia 4 de março, às 18h, será realizado o evento de lançamento para as empresas interessadas, que  terão  a oportunidade de patrocinar as turmas e contratar os profissionais ao final do ciclo. Inscrições abertas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).