Facebook não vai notificar usuários por vazamento de dados de mais de 500 milhões

Os números de telefone e outros detalhes de usuários da rede social foram incluídos por terceiros em um banco de dados disponibilizado na internet.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Kacper Pempel/Reuters
Kacper Pempel/Reuters

As informações vazadas não incluem dados financeiros, de saúde ou senhas

Acessibilidade


O Facebook não vai notificar mais de meio bilhão de usuários que tiveram suas informações pessoais vazadas na rede social antes de 2019, afirmou hoje (7) um porta-voz da companhia.

O “Business Insider” publicou na semana passada que números de telefone e outros detalhes de usuários da rede social foram incluídos por terceiros num banco de dados disponibilizado na internet. O Facebook afirmou na terça-feira (6) que agentes maliciosos tiveram acesso aos dados anteriores a setembro de 2019 ao explorarem uma vulnerabilidade na ferramenta de sincronização de contatos da plataforma.

LEIA MAIS: Hackers oferecem informações privadas de 500 milhões de usuários do Facebook

O porta-voz da rede afirmou que a companhia não tem certeza de ter total visibilidade sobre quais usuários poderiam ser notificados sobre o vazamento. Ele disse que a empresa também leva em consideração que os usuários não podem resolver o problema e que os dados foram disponibilizados de forma pública. A empresa também afirmou que resolveu a vulnerabilidade após identificar o problema na ocasião.

Segundo o Facebook, os informações vazadas não incluem dados financeiros, de saúde ou senhas, mas os dados coletados podem ser úteis nas mãos de hackers. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: