O Mundo dos Unicórnios: 99

Paul Whitaker/Reuters
Paul Whitaker/Reuters

Em janeiro de 2017, a 99 levantou US$ 100 milhões da DiDi Chuxing, conhecida como a “Uber da China”

A 99 fez história no mundo das startups ao se tornar a primeira empresa brasileira a atingir US$ 1 bilhão em valor de mercado. Fundada em 2012 por Ariel Lambrecht, Paulo Veras e Renato Freitas, a plataforma de mobilidade urbana nasceu com a proposta de tornar o transporte individual mais rápido, barato e seguro, conectando passageiros a motoristas de táxis em todo o Brasil.

Para competir com o avanço da Uber no país, a 99 decidiu expandir os seus serviços. Além do tradicional 99Táxi, a startup lançou o 99Pop, com carros particulares e motoristas não profissionais, e o 99Top, categoria premium de táxis de luxo oferecido apenas em São Paulo.

LEIA MAIS: 99 deslancha sua carteira digital e prevê ser top 3 ainda em 2021

Em janeiro de 2017, a 99 levantou US$ 100 milhões da DiDi Chuxing, conhecida como a “Uber da China”, em parceria com o fundo de investimentos Riverwood. Em maio do mesmo ano, o gigante japonês SoftBank injetou mais US$ 100 milhões na startup brasileira. Com o caixa reforçado, a empresa pôde investir no crescimento do serviço de carros particulares, a fim de reforçar sua liderança no Brasil e expandir as atividades na América Latina.

O status de unicórnio veio um ano depois, quando a aquisição da 99 pela Didi Chuxing foi concluída. Na época, a Forbes informou que, embora os valores envolvidos nas negociações não tenham sido divulgados, a estimativa era que a operação tenha movimentado R$ 960 milhões.

Veja, no infográfico abaixo, quatro coisas que você precisa saber sobre a 99:

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).