Startup mexicana Valoreo recebe investimento da Kaszek em rodada semente

Divulgação
Divulgação

Os cinco fundadores da Valoreo, da direita para a esquerda: Miguel Oehling, Martin Florea, Alexander Grüll, Stefan Florea and Cedrik Hoffmann

A startup mexicana Valoreo está de olho na explosão do e-commerce na América Latina. A empresa, que analisa e adquire participações em varejistas conectados a marketplaces para, em seguida, turbinar suas operações, chamou a atenção do fundo de venture capital Kaszek que anunciou, hoje (5), um investimento na startup. O valor do aporte não foi divulgado, mas a transação se soma aos US$ 50 milhões (R$ 275 milhões) captados pela companhia há dois meses, em uma rodada semente realizada pelos fundos Upper90, Angel Ventures, Presight Capital e FJ Labs, assim como uma dezena de investidores-anjo.

Com o aporte, o sócio da Kaszek Ventures, Hernán Kazah, torna-se integrante do conselho administrativo da Valoreo. O investidor traz consigo a experiência de ter sido cofundador do Mercado Livre e ajudado no desenvolvimento de importantes e-commerces nos últimos anos, como a brasileira MadeiraMadeira. “Nós [da Kaszek Ventures] gostamos muito da equipe da Valoreo, enxergamos muita vontade e ambição de crescimento. Me lembra do início que tivemos no Mercado Livre”, diz.

VEJA TAMBÉM: Como virar milionário investindo em pequenos varejistas da Amazon

Fundada na Cidade do México pelos empreendedores Martin Florea, Stefan Florea, Alexander Grüll, Cedrik Hoffmann e Miguel Oehling, a Valoreo nasceu no final de 2020. Agora, quer expandir seu foco para além de seu país natal, e escolheu a Colômbia e o Brasil como porta de entrada para conquistar toda a América Latina. “Optamos por esses países por conta da atratividade de seus mercados, assim como pelo grande número de empreendedores talentosos”, afirma o cofundador e coCEO Stefan Florea.

Em poucos meses de operação, a Valoreo já adquiriu marcas de e-commerce que atuam em categorias como beleza, fitness e decoração. A perspectiva é de que, até o final do ano, empresas brasileiras entrem no portfólio da startup. “Estamos expandindo para o Brasil com uma sede em São Paulo (SP) e contratando talentos locais para trabalhar nesse time”, diz Stefan. “Nós já temos uma lista sólida de companhias brasileiras que podemos comprar, cujo crescimento pode ser muito acelerado.”

Divulgação
Divulgação

O time da Valoreo na Cidade do México conta com quase 30 colaboradores

Além de adquirir marcas presentes no varejo e injetar recursos, a startup mexicana auxilia os empreendimentos com a administração do negócio, da gestão da cadeia de suprimentos até as ações relacionadas a finanças, marketing e operações. “Queremos ajudar esses empreendimentos a chegarem no ponto [de crescimento] que sempre sonharam”, afirma o cofundador Alexander Grüll. “Com isso, podemos entregar valor aos consumidores brasileiros com produtos excepcionais a preços acessíveis.”

Para Stefan, o investimento semente será fundamental para o crescimento da Valoreo no Brasil. “Esse aporte será utilizado para uma expansão agressiva no país, por meio da aquisição de marcas de e-commerce e da criação de um grupo de empresas brasileiras com a cara do século 21”, afirma. “Almejamos um crescimento rápido do nosso portfólio para nos tornarmos um dos players mais fortes do varejo digital da região.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).