Airbnb oferece um ano de moradia gratuita para 12 pessoas de diferentes países

Divulgação
Divulgação

Os selecionados deverão documentar suas experiências e visões sobre a vivência nômade

O Airbnb vai escolher 12 pessoas, de diferentes países, para viverem em suas acomodações, de graça, por um ano. Poderão participar moradores de mais de 30 países em todo o mundo, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Argentina, Chile, Itália e Japão. O Brasil, no entanto, não está incluído na lista.

Segundo a plataforma, a decisão de não incluir o país no programa foi tomada “devido às especificidades da legislação brasileira de concursos, no entanto, os brasileiros residentes legais nos países participantes poderão se inscrever e concorrer a uma vaga no programa”.

LEIA MAIS: As propriedades mais caras do Airbnb em 10 cidades brasileiras

Os selecionados deverão documentar suas experiências e visões sobre a vivência nômade e ajudar a definir não somente o futuro das viagens, mas também o da moradia em uma das propriedades da plataforma de compartilhamento. A ideia é que eles apresentem sugestões de mudanças dos produtos e recursos na plataforma para melhorar a experiência de acomodações de prazo mais longo. Além disso, é esperado que eles sugiram ideias de acomodações para viajantes individuais ou em grupos, conexões com membros da comunidade e comércio local, e iniciativas para obter o melhor entendimento dos benefícios financeiros de acomodações durante o período de viagens.

Os participantes devem ter, pelo menos, 18 anos, e poderão escolher até três acompanhantes para fazer parte do programa. As inscrições estarão abertas até 30 de junho de 2021. As seleções serão feitas em um painel com entrevistadores em julho, e as viagens estão marcadas para setembro de 2021.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).