Microsoft apresenta Windows 11 com interface repaginada e novas funcionalidades

Andrew Burton/Getty Images
Andrew Burton/Getty Images

O chefe de produto da Microsoft Panos Panay durante a apresentação do Windows 10, e outubro de 2015

Em evento realizado hoje (24), a gigante de tecnologia Microsoft revelou a nova cara do seu sistema operacional, o Windows 11, para o mundo. Depois de seis anos sem uma reformulação, o software – que é nativo de computadores de marcas como Dell, HP, Lenovo e Samsung, por exemplo – chega com uma interface repaginada e novas funcionalidades.

Apresentado pelo chefe de produtos da Microsoft, Panos Panay, o Windows 11 surge com um visual mais minimalista, com design de bordas arredondadas, e novas funções e integrações com foco na produtividade e criatividade dos usuários. “Os últimos 18 meses trouxeram uma mudança inacreditável na forma como usamos nossos computadores, indo de sua adaptação às nossas vidas à tentativa de encaixar tudo que fazemos dentro deles”, diz o executivo. “Foi isso que nos inspirou enquanto desenvolvíamos esta nova geração do Windows.”

VEJA TAMBÉM: Nomeação de Nadella à presidência do conselho da Microsoft contraria tendência corporativa

Em um ano repleto de desafios para a indústria, provocados pela pandemia de Covid-19, a Microsoft permaneceu como líder de sistemas operacionais para computadores e laptops. Segundo a consultoria IDC, a companhia deteve mais de 80% do mercado em 2020, embora tenha perdido uma parte da sua fatia para o Google e o sistema Android, já que os Chromebooks foram a solução escolhida por escolas para o ensino a distância no ano passado em função do custo-benefício.

Na interface, uma das mudanças foi no botão “iniciar”, que possui o logo do sistema operacional. Quando clicado, abre-se uma janela com uma barra de pesquisa para a busca de arquivos ou programas, além das aplicações mais utilizadas pelo usuário. Além disso, o Windows 11 também traz um “modo escuro” para quem prefere uma paleta de cores menos vibrante. As bordas das janelas ficaram arredondadas e, na barra de tarefas, há um feed de notícias que é aprimorado com inteligência artificial para identificar gostos do proprietário do computador.

Reprodução
Reprodução

O novo botão “iniciar” no Windows 11 abre uma janela com um campo para pesquisa de aplicativos e arquivos

Outra novidade apresentada foram os “Snap Layouts” e “Snap Groups”, que permitem ao usuário criar grupos de janelas e aplicativos mais usados, além de organizá-los da maneira que julgarem melhor em sua tela. No que diz respeito às integrações, o Windows 11 será compatível com o aplicativo do Xbox, marca de jogos eletrônicos da empresa de tecnologia. Com isso, a companhia libera um acervo de mais de 100 jogos, por meio de uma mensalidade de R$ 29,99, para os fãs de games.

Uma das principais mudanças foi direcionada à loja de aplicativos da empresa, a Microsoft Store, que foi praticamente reconstruída do zero. Além de permitir o download de apps desenvolvidos para Android, por meio da Amazon Appstore, o Windows 11 traz em si uma nova política de receita para desenvolvedores. Segundo a companhia, os criadores de aplicações que trouxerem seu próprio sistema de comércio para a Microsoft Store ficarão com 100% do dinheiro arrecadado.

Reprodução
Reprodução

A nova Microsoft Store possibilitará o download de aplicativos que estão disponíveis em sistemas Android

A Microsoft, inclusive, já dava sinais de que faria algo voltado para os desenvolvedores de aplicativos. Recentemente, a companhia cortou comissões sobre os jogos vendidos de 15% para 12%. Além disso, a empresa cofundada por Bill Gates é uma das mais críticas à Apple, que cobra taxas de 30% para todas as compras realizadas por meio de seus aplicativos.

O Windows 11 ficará disponível, segundo a empresa, como atualização gratuita para computadores e laptops com Windows 10 até o final deste ano. Essa alteração poderá ser feita até 2022. Novos dispositivos já sairão de fábrica, a partir deste semestre, com o novo sistema operacional. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).