Tesla vende mais de 430 mil veículos elétricos, Gympass, Google & Muito Mais

Veja as novidades de tecnologia, inovação e transformação digital.

Redação
Compartilhe esta publicação:

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Acessibilidade


Tesla vende mais de 430 mil veículos elétricos nos EUA

Os carros da Tesla detêm uma participação combinada de 74% no mercado de veículos elétricos dos Estados Unidos, com vendas unitárias de 430.592 de 2018 a 2021, de acordo com os dados levantados pela Trading Platforms.

O modelo mais popular da montadora, o Tesla Model 3, registrou 296.392 unidades vendidas em maio de 2021. O número corresponde a uma participação de quase 50,6% do mercado norte-americano de EVs. Já os modelos Tesla Model S e Tesla Model X possuem 11,5% de participação cada, com 67.335 e 67.225 unidades de vendas totais, respectivamente, nos últimos três anos.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

O Chevy Bolt é o concorrente mais próximo da Tesla, com 57.629 unidades vendidas entre 2018 e 2021. Sua participação é de 9,83%. O ranking inclui também Nissan Leaf (6,53%), BMW i3 (2,94%) e VW e-Golf (1,66%).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Veja, na galeria de fotos a seguir, o que mais aconteceu na última semana no setor de tecnologia e inovação:

  • TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

    Estudo mostra como serão as telecomunicações na era do 5G

    O estudo “O Fim dos Provedores de Serviços de Comunicação Como Conhecemos”, do IBM Institute for Business Value, que reuniu 500 executivos de empresas de telecomunicações de 21 países, incluindo o Brasil, apontou que metade (50%) dos provedores de serviços globais de comunicação de alto desempenho concordam que devem se tornar plataformas estratégicas de nuvem, combinando um ecossistema de parceiros diverso. Na América Latina, 45% de todos os entrevistados acreditam que devem investir em nuvens seguras com inteligência artificial e automação.

    A pesquisa revelou, ainda, que 91% dos entrevistados esperam superar suas expectativas financeiras atuais em cinco anos a partir do uso de Edge Computing e 5G. Segundo o “CEO Study 2021”, também da IBM, 60% dos CEOs de telecomunicações acreditam que é importante fortalecer a segurança e a privacidade dos dados para seus clientes, além de ser uma forma de construir a experiência e a confiança com eles nos próximos três anos.

    zf-L/Getty Images
  • TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

    59% das empresas estão despreparadas para lidar com fraudes virtuais durante a pandemia

    As atuais tecnologias antifraude foram insuficientes para 59% das companhias do mundo se adaptarem às mudanças no comportamento do consumidor provocadas pela pandemia, segundo levantamento global feito pela Omdia em parceria com a FICO. A pesquisa considerou executivos de tecnologia e compliance de grandes instituições financeiras do Brasil, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha e países nórdicos.

    De acordo com os participantes, os principais desafios são a velocidade para implementar novos modelos (61%), atualizar as plataformas existentes (57%), o desempenho das atuais plataformas (51%), o uso de vários sistemas em processos operacionais (46%) e o custo dos sistemas de tecnologia (41%). A maioria dos executivos entrevistados (61%) também disse que o trabalho remoto teve um grande impacto na prevenção efetiva de fraudes e crimes financeiros em suas organizações durante os últimos 12 meses.

    Kacper Pempe/Reuters
  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    Estudo classifica o Brasil em 57º lugar em ranking global de competências tecnológicas

    Durante a pandemia, estudantes brasileiros desenvolveram habilidades de tecnologia de ponta e competitivas, especialmente em computação em nuvem, programação de computadores e engenharia de software, segundo o “Relatório de Habilidades Globais 2021”, realizado pela plataforma Coursera. A pesquisa considerou o Brasil como o 57º país do mundo em competências tecnológicas, atrás de Barbados (7º), Trindade e Tobago (32º), Santa Lúcia (38º) e Costa Rica (56º).

    O levantamento considera dados de desempenho de mais de 77 milhões de alunos da Coursera desde o início da pandemia para avaliar a proficiência de habilidades em negócios, tecnologia e ciência de dados em mais de 100 países. O Brasil está classificado em 83º lugar globalmente em proficiência em habilidades digitais, com mais de 3,2 milhões de alunos matriculados na plataforma.

    Em termos de habilidades matemáticas, a pesquisa mostra que os alunos brasileiros estão atrás do México e da Bolívia, e considera que a América Latina e o Caribe têm um grande potencial inexplorado nesta modalidade. O estudo ressalta que o país está mostrando grandes avanços em relação às habilidades financeiras, impulsionadas, sobretudo, pelas novas regulamentações do open banking e do sistema de pagamentos instantâneos PIX.

    Andriy Onufriyenko/Getty Images
  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    Velocidade da banda larga fixa melhora 69,2% no último ano

    O Brasil está em 49º lugar no mundo em velocidade de banda larga fixa e em 74º em velocidade móvel, de acordo com dados de abril de 2021 do “Speedtest Global Index”. O relatório indica que a velocidade da banda larga fixa no país melhorou 69,2% em relação ao ano anterior, graças aos investimentos em FTTH (fibra para o lar).

    Segundo a pesquisa “Speedtest Intelligence”, o Brasil ficou em 3º lugar em desempenho médio de internet móvel entre os principais mercados regionais, com 19,14 Mbps (Megabits por segundo) para downloads e 7,17 Mbps para uploads. O México ficou em 1º lugar na lista (23,08 Mbps de download e 9,98 Mbps de upload), seguido pela Argentina (20,76 Mbps de download e 6,94 Mbps de upload).

    O levantamento considera, ainda, que durante o primeiro trimestre de 2021, a Claro foi a operadora com a velocidade média de download e upload móvel mais rápida do Brasil entre os principais provedores, com 27,54 Mbps (download) e 8,77 Mbps (upload). A Vivo vem na sequência (19,53 Mbps de download e 6,80 de upload), seguida por TIM (14,88 Mbps de download e 6,55 Mbps de upload) e Oi (10,93 Mbps de download e 4,90 Mbps de upload).

    Steven Puetzer/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Grendene investe em transformação digital

    Para renovar o ecossistema de negócios e potencializar o relacionamento com clientes, a Grendene, detentora das marcas Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte e Grendene Kids, iniciou um processo de transformação digital. Anteriormente, as lojas virtuais de todas as marcas eram hospedadas em uma plataforma de um fornecedor externo. Agora, como parte da inovação do e-commerce, a empresa optou por internalizar suas lojas online. Em parceria com a plataforma Oracle Commerce Cloud, a empresa consegue reunir, em um único local, os sistemas dos dois centros de distribuição que possui na região Nordeste e as lojas franqueadas de todo o país. Segundo a Grendene, a inovação já trouxe impactos positivos para a cadeira: todas as marcas tiveram crescimento acima de 240% no ano passado, com algumas batendo até 500% no período de Black Friday.

    Chad Baker/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    AWS apoia Gympass para se consolidar como marketplace de soluções de bem-estar

    A AWS (Amazon Web Services) ajudou o Gympass, plataforma de bem-estar corporativo com atividades físicas, mentais e emocionais, a se transformar em uma plataforma 100% digital na nuvem em apenas duas semanas. O aplicativo usa as tecnologias da AWS para melhorar a experiência do consumidor, promover a confiabilidade e recomendar produtos personalizados com base nos dados do usuário. Com o novo recurso, o Gympass registrou mais de 1,5 milhão de horas de atividades virtuais (incluindo navegação no apps e aulas online) em 2020, e mais de 128 mil sessões com personal trainers em todo o mundo. Desde março do último ano, a plataforma cresceu 166% na utilização de seus aplicativos parceiros. Além disso, registrou mais de 1.000 novos contratos globais e, atualmente, conta com cerca de 2.500 clientes corporativos.

    Mike Segar/Reuters
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Hub de construção civil inclui duas novas startups no portfólio

    A Trutec conecta startups para transformar a indústria da construção civil por meio da tecnologia. Recentemente, o hub anunciou a chegada de duas novas construtechs ao seu portfólio: ConstruFlow e Construct IN. A primeira delas é uma plataforma de integração de projetos, que automatiza processos e integra fluxos de trabalho, com soluções de rastreabilidade de documentos, integração de arquitetos, projetistas, construtoras e demais profissionais e o armazenamento de arquivos e relatórios em modelos 3D. Já a Construct IN oferece o acompanhamento remoto por meio de imagens em 360º, facilitando a gestão de obras e reduzindo em até 70% os custos com deslocamento. O hub já conta com as startups ConstruCode, especializada na automatização de canteiros de obras, e Elixir.AI, plataforma de inteligência artificial que possibilita integração entre os processos e permite uma melhor conexão entre indústria e varejo.

    Keep It 100/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Stripe lança payment links no Brasil e em mais 185 países

    A empresa de tecnologia Stripe, conhecida por suas soluções de pagamentos para empreendedores, criadores de conteúdo e comerciantes, lançou nesta semana mais um produto em seu portfólio. O payment links é um sistema que possibilita, aos usuários, a criação de um link para recebimento de pagamentos, sem a necessidade de programação ou o desenvolvimento de um e-commerce. Com a solução, o usuário cria uma página de checkout em menos de cinco minutos. Além do Brasil, mais 185 países também estão contemplados pela plataforma.

    Rost-9D/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Mutant amplia presença na América Latina

    A multinacional de business performance Mutant está investindo na expansão na América Latina, com o objetivo de se consolidar como a maior operação do setor na região. A companhia – que já tem presença na Argentina, Colômbia, Chile, Uruguai, Paraguai, Costa Rica e Panamá – oferece serviços que melhoram o relacionamento entre empresas, marcas e clientes, por meio de soluções para humanização das relações digitais. Com a expansão de sua influência na América Latina, a empresa passa a oferecer soluções mais completas e integradas nos países onde já atua, além de expandir o foco para todos os outros da região. A companhia espera aumentar em 30% a geração de negócios na AL até o fim de 2021.

    Teera Konakan/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Startup alcança faturamento superior a R$ 1 milhão durante a pandemia

    Com a grande demanda por serviços digitais em decorrência das medidas de isolamento social, a Gentelab, que desenvolve serviços e conteúdos educacionais corporativos, atingiu o faturamento de R$ 1 milhão antes de finalizar o primeiro ano de atuação no modelo de negócios B2B, iniciado em março de 2020. A expectativa para 2021 é uma elevação no faturamento de mais de 200% em relação ao ano anterior. O CEO da startup, Ricardo Shinyashiki, projeta um faturamento de, aproximadamente, R$ 3,5 milhões, dividido em produtos como licenciamento de conteúdo (R$ 1 milhão); plataforma e gestão (R$ 1,6 milhão); treinamento e desenvolvimento (R$ 600 mil) e cursos livres (R$ 300 mil). Entre janeiro e abril deste ano, a empresa faturou cerca de R$ 573 mil, montante 191% superior ao faturamento registrado no mesmo período de 2020, de R$ 197 mil.

    Yulia Reznikov/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Huawei inaugura centro global de transparência em segurança cibernética

    A Huawei inaugurou, na semana passada, seu maior Centro Global de Transparência em Segurança Cibernética e Proteção de Privacidade em Dongguan, na China. O espaço foi projetado para demonstrar soluções e compartilhar experiências, facilitar a comunicação e a inovação conjunta e apoiar testes e verificações de segurança. Ele estará aberto a reguladores, organizações de teste terceirizadas independentes e organizações de padrões, bem como clientes, parceiros e fornecedores da companhia. Junto com o novo centro, a gigante de tecnologia também lançou seu product cyber s​Security baseline, disponibilizando sua estrutura básica de segurança de produto e práticas de gestão.

    zf L/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Edtech cria índice para acompanhar fintechs listadas nas principais bolsas do mundo

    A Finted Tech School, edtech e escola de negócios para o mundo digital, acaba de lançar o Finted Índex, índice que medirá periodicamente o desempenho de uma carteira não estática de 30 fintechs listadas nas principais bolsas de valores do mundo: Nasdaq (EUA), NYSE (EUA), B3 (Brasil), XTRA (Alemanha) e LSE (Reino Unido). Juntas, as companhias que abrem o índice somam US$ 128 bilhões em valor de mercado. O projeto tem o objetivo de fornecer uma perspectiva de evolução de valor para uma carteira de fintechs que abriram capital nos últimos anos. Segundo a Finted, o intuito do estudo é “meramente acadêmico”, buscando auxiliar nas discussões e no entendimento sobre o ecossistema, “sem qualquer intenção comercial ou de associá-lo a recomendações de compra ou venda de ativos”.

    Busakorn Pongparnit/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Senacon multa banco por usar dados sem consentimento

    A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, multou o Banco Cetelem em R$ 4 milhões por fraudes financeiras, como oferta abusiva de contratação de empréstimos consignados com a utilização indevida de dados pessoais de consumidores idosos. Em comunicado, a Secretaria afirmou que “o banco não impediu que terceiros agissem de forma abusiva”, acrescentando que os consumidores não eram informados da abertura de banco de dados e cadastros. Segundo a entidade, “a instituição financeira infringiu dispositivos do Código de Defesa do Consumidor por não exercer o seu dever de vigilância e de fiscalização das atividades realizadas por seus correspondentes bancários”.

    Andriy Onufriyenko/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    GnTech lança exame capaz de reconhecer genes ligados à depressão

    Os exames farmacogenéticos analisam o DNA por meio da saliva do paciente para determinar quais os melhores medicamentos e as melhores dosagens, de forma individualizada. Nesse sentido, a Gntech anunciou, com exclusividade à Forbes, o lançamento do PsicoGene Pocket, uma versão compacta do teste, que analisará somente os principais genes e fármacos ligados às doenças do sistema nervoso central, como depressão, ansiedade e transtorno bipolar, entre outros. O exame avalia, ainda, se um indivíduo tem deficiência na atividade da enzima que converte o ácido fólico em sua forma ativa no organismo, o L-Metilfolato, o que pode aumentar a eficácia dos tratamentos para depressão. Com isso, o paciente tem a oportunidade de realizar um exame mais completo e personalizado, a preços competitivos.

    Malte Mueller/Getty Images
  • ACELERAÇÃO

    BID Ao Cubo anuncia selecionadas para programa de aceleração

    Criado pelo Cubo Itaú e BID Lab, laboratório de inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID ao Cubo é um programa de imersão de treinamento e aceleração de startups com foco nas regiões Norte e Nordeste. Este ano, as selecionadas foram Afro Saúde, Akin Tec, Her Money, Mete a Colher (TINA), Orgânicos na Mesa, Beelog, Assinadoc, Exp For School, Vigha, Easygestor, Pague Bem Brasil, Rb.analítica, Rizer, Sysvale Softgroup e Sunne energias renováveis. Segundo as organizadoras, das 15 startups selecionadas, 12 atendem aos critérios de diversidade e inclusão social. Durante a primeira edição do programa, que ocorreu no ano passado, nove em cada 10 empresas apresentaram um aumento de receita e sete em cada 10 ampliaram o número de colaboradores. As participantes tiveram um crescimento médio de 30%.

    Sarah Mason/Getty Images
  • ACELERAÇÃO

    Programa Impulso Open divulga vencedores

    A 1ª edição do programa Impulso Open, promovido pela Brasilseg com apoio da Distrito, selecionou seis startups para se conectarem ao ecossistema de inovação da seguradora, pertencente à BB Seguros. Digitalk, Grão Direto, Cinnecta, Agrobee, DigiFarmz e Rock Content foram as empresas que obtiveram os melhores resultados nos desafios propostos. A iniciativa, lançada em outubro de 2020, buscou parcerias inovadoras capazes de transformar o mercado de seguros, simplificar seus processos e alcançar a excelência no relacionamento com o cliente. As startups escolhidas se tornaram parceiras de negócios da Brasilseg.

    Flashpop/Getty Images
  • ACELERAÇÃO

    Endeavor divulga as fintechs selecionadas para o Scale-Up Endeavor Fintech

    A Endeavor, rede global formada por empreendedores e empreendedoras à frente de scale-ups, vai acelerar 12 fintechs que estão revolucionando o mercado financeiro e demonstram tendências para o setor. As selecionadas, que participarão do Programa Scale-Up Endeavor Fintech, de maio a setembro de 2021, são: a55, Blu, Cora, Dinie, Ideal CTVM, Mercado Bitcoin, Monkey Exchange, Nomad, Pontte, Swap – Banking as a Service, Vórtx e will bank.

    PM Images/Getty Images
  • CRESCIMENTO

    GFT Brasil cresce 26% no primeiro trimestre de 2021

    A provedora de serviços de TI e engenharia de software GFT Brasil anunciou, com exclusividade à Forbes, um aumento de 10% na receita global no primeiro trimestre de 2021, superando € 123,92 milhões. O EBT (lucro antes dos juros e tributos) aumentou 132%, alcançando € 7,01 milhões. Segundo Marika Lulay, CEO global da GFT, os clientes da companhia estão buscando cada vez mais soluções de digitalização e a tendência é acentuar esse movimento ascendente. “No primeiro trimestre registramos um crescimento significativo da receita em comparação com o mesmo período do ano passado, e mais do que dobramos nossos ganhos antes dos impostos. Ampliamos participação no setor de seguros (+25%) e no de indústria (+14%)”, afirma.

    Yuichiro Chino/Getty Images
  • AQUISIÇÕES

    Accenture anuncia compra da umlaut

    A Accenture confirmou, no início da semana, a intenção de adquirir a umlaut, consultoria em engenharia e serviços sediada em Aachen, na Alemanha. A operação vai expandir sua capacidade de ajudar os clientes a usarem tecnologias digitais como nuvem, inteligência artificial e 5G para transformarem a maneira de fazer design, engenharia e produtos, bem como incorporar valores de sustentabilidade aos negócios.

    Holloway/Getty Images
  • PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS

    Fundação Musk e XPRIZE lançam prêmio de US$ 100 milhões

    A Fundação Musk, braço filantrópico de Elon Musk, e o XPRIZE, organização sem fins lucrativos que busca atrair ideias para incentivar P&D de ponta, lançaram um prêmio de US$ 100 milhões com foco na remoção de carbono. As organizações buscam projetos de grande escala que extraiam e armazenem dióxido de carbono, reequilibrando as emissões globais. A ideia é encontrar propostas que consigam remover até 1.000 toneladas de dióxido de carbono por ano de forma sustentável. Recentemente, a XPRIZE anunciou que Fabricio Bloisi, presidente do iFood, é o mais novo membro do board de inovação da companhia. A organização quer alavancar sua plataforma para criar e catalisar novas maneiras de resolver e aliviar os desafios da humanidade. “Vamos promover tecnologia e inovação levando o Brasil a desenvolver pesquisas em excelência, como uma alavanca na transformação contra causas urgentes globais”, destaca Bloisi.

    oxygen/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL

    Google injeta R$ 5 milhões em programa de capacitação

    O Google.org, braço filantrópico do Google, apoiará com R$ 5 milhões a segunda fase do EducaMídia, programa criado em junho de 2019 pelo Instituto Palavra Aberta para capacitar professores e organizações de ensino sobre a temática da educação midiática, a fim de promover o consumo seguro e responsável de informação e o combate à desinformação. O aporte financeiro garantirá a continuidade do programa, além da consolidação e ampliação das ações desenvolvidas na primeira etapa, por meio de cursos capacitadores e parcerias com redes estaduais e municipais, públicas e privadas, além de organizações da sociedade civil para expandir o alcance da iniciativa no Brasil.

    SOPA Images/Getty Images
  • TECNOLOGIA DO BEM

    Americanas expande acessibilidade para deficientes auditivos no site e app da marca

    A Americanas anunciou a ampliação de sua lista de recursos de acessibilidade com a chegada de uma nova ferramenta, que facilitará a comunicação com consumidores deficientes auditivos e surdos. Criada pelo ICOM, central de tradução simultânea, a plataforma conecta o cliente ao atendimento do SAC no site e app com o auxílio de intérpretes de libras disponíveis por videochamada. Além disso, a empresa revelou que está trabalhando para melhorar a experiência das iniciativas já existentes, como o Hugo (hand talk), tradutor digital e simultâneo de libras que torna a navegação mais acessível, e o pacote Essential Accessibility, que permite substituir o teclado e habilita o controle por gestos.

    Igor Alecsander/Getty Images

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Estudo mostra como serão as telecomunicações na era do 5G

O estudo “O Fim dos Provedores de Serviços de Comunicação Como Conhecemos”, do IBM Institute for Business Value, que reuniu 500 executivos de empresas de telecomunicações de 21 países, incluindo o Brasil, apontou que metade (50%) dos provedores de serviços globais de comunicação de alto desempenho concordam que devem se tornar plataformas estratégicas de nuvem, combinando um ecossistema de parceiros diverso. Na América Latina, 45% de todos os entrevistados acreditam que devem investir em nuvens seguras com inteligência artificial e automação.

A pesquisa revelou, ainda, que 91% dos entrevistados esperam superar suas expectativas financeiras atuais em cinco anos a partir do uso de Edge Computing e 5G. Segundo o “CEO Study 2021”, também da IBM, 60% dos CEOs de telecomunicações acreditam que é importante fortalecer a segurança e a privacidade dos dados para seus clientes, além de ser uma forma de construir a experiência e a confiança com eles nos próximos três anos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: