Adtech focada em motoristas de aplicativo recebe R$ 5,5 milhões de fundo da Microsoft

Plataforma da Mobees gerencia campanhas publicitárias em displays instalados em mais de 200 veículos .

Redação
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

A cofundadora e CMO da Mobees, Flávia Coelho (ao centro), acredita no poder do “smart money” com a We Ventures

Acessibilidade


A Mobees, plataforma de anúncios digitais para automóveis de motoristas de aplicativo, está preparando uma expansão do Rio de Janeiro (RJ) para São Paulo (SP) ainda em 2021. O plano será impulsionado pelo fundo We Ventures, da gigante de tecnologia Microsoft, que injetou R$ 5,5 milhões na adtech carioca, conforme anúncio divulgado hoje (13). Segundo a startup, a rodada ainda está em aberto e há conversas com outros investidores.

Fundada no ano passado pelos empreendedores Fábio Barcellos, Flávia Coelho e Lyra Júnior, a Mobees oferece para mais de 25 anunciantes – como Unimed, Motorola, Oi, Claro, Globoplay, O Boticário e Dasa – a possibilidade de veicular anúncios em displays digitais, que são instalados nos carros dos motoristas de aplicativos parceiros. Desde o ano passado, mais de 100 campanhas publicitárias rodaram nos mais de 200 automóveis que fazem parte da parceria.

VEJA TAMBÉM: Como as adtechs brasileiras pretendem abocanhar parte do mercado de publicidade digital, avaliado em US$ 10 bilhões

Quando conectado à plataforma, o motorista fica elegível para receber até R$ 1.000 por mês para veicular propagandas enquanto dirige pelas ruas das cidades. Operando neste modelo desde a sua fundação, a adtech já distribuiu mais de R$ 750 mil em benefícios para os motoristas cadastrados. Além disso, segundo a empresa, há mais de 30 mil pessoas na fila de espera para conseguirem se cadastrar no sistema. A expectativa é de que, pelo menos, mais 200 automóveis passem a fazer parte da plataforma até o final deste ano.

A diretora-executiva de investimento da We Ventures, Marcella Ceva, diz estar animada com a entrada da adtech para o portfólio do fundo. “Estamos felizes não apenas pelas sinergias enormes com nossos cotistas, mas também pelo grande potencial de expansão nacional e internacional do produto”, afirma. A instituição de capital de risco da Microsoft tem como objetivo investir em startups que possuam mulheres nos quadros de fundadores e tenham mais de 20% do capital social, como é o caso da Mobees.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A cofundadora e CMO da startup, Flávia Coelho, celebra o investimento e o fato de o fundo apoiar o empreendedorismo feminino no Brasil. “Hoje, além de inteligência, experiência no mercado e conexões, acredito que é igualmente importante que os empreendedores priorizem fundos de venture capital que possuam um alinhamento com as convicções da empresa”, diz. Com o investimento, a executiva acredita que a expansão para São Paulo (SP) será facilitada, além de aumentar a expectativa de quintuplicar o faturamento nos próximos 12 meses.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: