Ataque cibernético interrompe operações de grande porto da África do Sul

Andrej Wojciki/GettyImages
Andrej Wojciki/GettyImages

Email da Cape Town Harbour Carriers Association confirmou o ataque cibernético na manhã de hoje (22)

Um ataque cibernético interrompeu as operações de contêineres no porto de Cape Town, na África do Sul, conforme informação por email vista pela Reuters hoje (22).

Durban, o terminal marítimo mais movimentado na África Subsaariana, também foi afetado, afirmaram à Reuters três fontes com conhecimento direto do assunto.

LEIA TAMBÉM: Lawtechs: inovação em prol dos direitos dos consumidores

A Cape Town Harbour Carriers Association disse em email aos membros, visto pela Reuters: “Por favor notem que os sistemas operacionais do porto sofreram um ataque cibernético e não haverá movimentos de cargas até que o sistema seja restaurado”.

O site oficial da Transnet estava fora do ar hoje (22), exibindo uma mensagem de erro.

A Transnet, que opera os maiores portos da África do Sul, incluindo Durban e Cape Town, e uma grande rede ferroviária que transporta minerais e outras commodities para exportação, confirmou que seus aplicativos de TI estavam experenciando interrupções e estavam identificando a causa.

A empresa se recusou a comentar se um ataque cibernético causou a interrupção. As fontes, que pediram anonimato porque não estão autorizadas a falar com a imprensa, afirmaram que um ataque ocorreu nesta manhã. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).