GM recorre a fornecedor para montagem de lote inicial de vans elétricas para Fedex

Rebecca Cook/Reuters
Rebecca Cook/Reuters

Sede da General Motors, em Detroit, Michigan, nos Estados Unidos. Em junho, a empresa afirmou que encerraria a produção da SUV Equinox para começar a produção da van elétrica

A GM (General Motors) anunciou hoje (12) que contatou um fornecedor alemão de componentes para produzir um lote inicial de sua van comercial elétrica de modo a atender mais rapidamente pedido feito pela cliente Fedex.

A decisão de usar a alemã Kuka para fabricar a van EV600 não é trivial na indústria. Mas mostra o empenho da GM para lançar o veículo no final deste ano, disse Travis Katz, presidente-executivo da BrightDrop, unidade de veículos comerciais da GM.

LEIA MAIS: GM vai investir US$ 35 bilhões até 2025 em veículos elétricos

“Estamos trabalhando com a Kuka para uma produção de um lote pequeno para atender a demanda do mercado e continuarmos no caminho para entregarmos nossa primeira encomenda da EV600 no final deste ano”, disse Katz. A GM anunciou a BrightDrop em janeiro.

Representantes da Kuka não comentaram o assunto.

Em junho deste ano, a GM afirmou que encerraria a produção da SUV Equinox em abril para começar a produção da van elétrica em novembro de 2022 antes de aumentar o número de turnos de trabalho para dois em 2023 e três em 2024.

A produção da Kuka vai somar cerca de 500 unidades feitas a mão, afirmaram três fontes.

“Não é normal. Eles querem mostrar que conseguem fazer isso rapidamente”, disse Sam Fiorani, vice-presidente da empresa de pesquisa de mercado AutoForecast Solutions. “Eles não têm a fábrica pronta (no Canadá) porque ainda estão montanto Equinoxes.”

A GM informou anteriormente que iria investir US$ 800 milhões na fábrica no Canadá para a produção da van elétrica.

O segmento de vans elétricas comerciais é atraente porque governos na China e Europa estão pressionando empresas para reduzirem emissões de gás carbônico. Enquanto isso, companhias como FedEx, Amazon e UPS têm planejado mudar grande parte de suas frotas de veículos para modelos elétricos.

A GM estimou que o mercado dos Estados Unidos para veículos de entrega cresça para mais de US$ 850 bilhões até 2025.

A van elétrica da GM, EV600, vai usar uma versão do sistema de bateria proprietário da montadora, Ultium. O sistema será usado em muitos veículos elétricos a serem lançados pela companhia. A tecnologia é capaz de fornecer distâncias de 400 quilômetros com uma única carga completa.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).