Imobiliária digital EmCasa recebe aporte R$ 110 milhões

Krisanapong Detraphiphat/Getty Images
Krisanapong Detraphiphat/Getty Images

O anúncio ocorre com o mercado imobiliário aquecido no país, diante do cenário de baixas taxas de juros

A startup de compra e venda de imóveis EmCasa anunciou hoje (21) que recebeu um aporte de R$ 110 milhões, numa rodada liderada por Globo Ventures, Igah Ventures, Flybridge, monashees, Maya Capital, Pear Ventures, NBV e ONEVC.

A companhia criada em 2018 usa visita virtual com tecnologia 3D, integração com bancos e digitalização de processos e equipe própria para ganhar eficiência e agilidade na venda de imóveis.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Segundo o fundador e presidente da empresa, Gustavo Vaz, esse modelo permite vender em média 10 vezes mais imóveis por ano do que os corretores tradicionais, em um tempo três vezes menor comparado a média do mercado.

O anúncio do aporte ocorre com o mercado imobiliário aquecido no país, diante do cenário de baixas taxas de juros. Segundo a Abecip, em 2021 até maio, o volume de crédito concedido para compra da casa própria somou R$ 77,48 bilhões, alta de 127% ano a ano.

No entanto, com parte dos potenciais compradores evitando contato social devido à pandemia da Covid-19, construtoras e corretoras têm buscado opções digitais para garantirem vendas.

“Os recursos captados serão usados para investir na tecnologia proprietária para expandir o negócio”, afirmou o presidente da EmCasa, cujas operações hoje são concentradas em São Paulo e no Rio de Janeiro. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).