Mobileye testa carros autônomos em Nova York

Presidente-executivo da unidade da Intel afirma que ambiente de cidade nos Estados Unidos é "desafiador"

Redação
Compartilhe esta publicação:
Divulgação/Intel News
Divulgação/Intel News

“É realmente uma grande dor de cabeça testar aqui em Nova York”, disse Amnon Shashua, presidente-executivo da Mobileye

Acessibilidade


A Mobileye, unidade da Intel, disse hoje (20) que está testando veículos autônomos na cidade de Nova York, em um esforço para provar que sua tecnologia pode lidar com pedestres, zonas de construção e até mesmo carruagens.

O presidente-executivo da Mobileye, Amnon Shashua, disse a jornalistas que a empresa começou a testar veículos apenas com câmeras na cidade nas últimas semanas, chamando o ambiente de direção de “muito desafiador”. “É realmente uma grande dor de cabeça testar aqui em Nova York”, disse Shashua, listando desafios, incluindo poluição luminosa à noite, direção agressiva, carros estacionados em fila dupla e pedestres ignorando regras de trânsito.

LEIA TAMBÉM: Com Jeff Bezos a bordo, New Shepard completa missão em pouco mais de 10 minutos

Shashua disse que a capacidade de transitar pelas ruas de Nova York foi um passo crucial para venda de veículos autônomos que podem lidar com uma variedade de ambientes de condução. A Mobileye recebeu uma licença de teste do Estado de Nova York depois de fornecer todos os dados de programas de autodirecionamento que a empresa lançou anteriormente em outras cidades, disse Shashua.

A unidade de autônomos da General Motors, Cruise, recebeu em 2017 uma licença similar, mas abandonou os planos de testar veículos em Nova York depois que o prefeito Bill de Blasio expressou preocupação com a segurança. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: