Executivos brasileiros alegam conhecer o 5G, AWS, Gympass, KPMG & Muito Mais

Veja as novidades de tecnologia, inovação e transformação digital.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


TENDÊNCIAS NACIONAIS

92% dos executivos brasileiros dizem ter um alto nível de compreensão sobre o 5G

A pesquisa “Empoderamento do Cliente no Novo Cenário de Telecom: Os Impactos da Adoção de 5G e Wi-Fi 6 nas Empresas Brasileiras”, da Deloitte, mostrou que a crise da Covid-19 estimulou as organizações a acelerarem o investimento em redes sem fio para apoiar a criação de novas soluções e ofertas. Segundo o levantamento, 92% dos executivos brasileiros afirmaram possuir um alto nível de compreensão sobre o 5G, 82% de compreensão sobre o Wi-Fi 6 e 78% responderam entender consideravelmente as tecnologias de máquinas, como NB-IoT (banda estreita para internet das coisas) e LPWA (tecnologia de baixo consumo de energia e longo alcance de sinal).

Em relação às empresas que adotam tecnologia de conectividade sem fio avançada, 50% dizem querer reconsiderar os provedores que utilizam. Cerca de 76% têm o desejo de explorar novos provedores de infraestrutura e de nuvem e 75%, novas operadoras de celulares. 

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Com o olhar aberto para novos investimentos em tecnologia, as empresas brasileiras participantes do levantamento revelaram uma alta no investimento anual no setor e indicaram que desejam investir ainda mais com o fim da pandemia. Para 37% dessas organizações, o investimento ao longo dos próximos três anos em conectividade sem fio atual e avançada – incluindo gastos com pessoas, hardware, software, equipe e consultoria – deve ser entre R$ 50 milhões e R$ 100 milhões. Outros 18% disseram que devem destinar de R﹩100 milhões ou mais nas tecnologias.

Veja, na galeria de fotos a seguir, o que mais aconteceu na última semana no setor de tecnologia e inovação:

  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Amazon apoia Gerando Falcões para acelerar transformação digital na nuvem

    A organização social Gerando Falcões está migrando seus fluxos de dados para a nuvem da AWS (Amazon Web Services), com o objetivo de expandir sua capacidade de armazenamento e estrutura. A tecnologia da AWS será utilizada pela instituição para armazenamento, coleta, extração e transformação de cargas de dados, além de possibilitar o trabalho com grande volume de informações, impulsionando sua transformação digital.

    Richard Newstead/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Hirota em Casa adota solução Arius para monitorar equipamentos da frente de caixa

    A rede de supermercados Hirota Food uniu-se à empresa de inovação no setor varejista Arius Sistemas para implementar soluções tecnológicas que otimizem as operações de suas lojas autônomas. Com exclusividade à Forbes, a Hirota anunciou a utilização do Arius Monitor, um sistema exclusivo de monitoramento de pontos de venda criado em parceria com a Harpo Tecnologia. A solução é capaz de identificar falhas no processo, gerar sinalizações sonoras indicando erro em alguma unidade e automaticamente enviar uma mensagem para a equipe via Telegram. O time de TI consegue identificar o que deu errado na operação, sejam as falhas na CPU (Unidade Central de Processamento), PinPad, impressora ou até num leitor de código de barras.

    d3sign/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Startups captam R$ 300 mil por dia na EqSeed

    A EqSeed, plataforma de equity crowdfunding, anunciou com exclusividade à Forbes que acaba de ultrapassar os R$ 50 milhões em investimentos captados por startups. Segundo a companhia, foram investidos, em média, R$ 300 mil por dia durante a fase de aportes. Do total investido, 65% foram feitos por investidores qualificados (com patrimônio superior a R$ 1 milhão), com um tíquete médio de R$ 14 mil. Entre as captações mais recentes da plataforma estão a Aeroscan, que em seis horas levantou R$ 1,3 milhão. Já a startup TrackerUp recebeu R$ 1 milhão em investimento e a edutech Edupulses R$ 910 mil.

    oxygen/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Gympass alcança 100 milhões de check-ins presenciais

    A plataforma de saúde e bem-estar corporativo Gympass atingiu 100 milhões de check-ins presenciais desde seu lançamento em 2012, em mais de 3.500 cidades ao redor do mundo. A startup tem um ecossistema de parceiros composto por mais de 53 mil academias e estúdios e 60 apps de bem-estar para que os usuários experimentem diversas atividades quando e onde desejarem, de yoga, pilates e musculação à meditação e massagem. A companhia revelou que, no Brasil, as cinco academias mais populares com check-ins presenciais foram Bluefit, Bodytech, Cia Athletica, My Box e Panobianco. As empresas com funcionários ou associados mais engajados em atividades físicas foram Itaú Unibanco, Vale, PMESP (Polícia Militar do Estado de São Paulo), APPAI (Associação Beneficente Professores Públicos Ativos e Inativos) e Governo do Estado da Bahia.

    Willie B. Thomas/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Refinarias da Petrobras adotam inteligência artificial no controle de tochas

    A Petrobras está investindo em transformação digital para adquirir ganhos em segurança, meio ambiente e eficiência energética. Seis de suas refinarias já implantaram o Smart Tocha, sistema que agrega inteligência artificial e automação para controlar a qualidade da queima de gases, além de reduzir as emissões de gases de efeito estufa e o consumo de vapor, o que resulta em melhor eficiência energética. A tecnologia já está presente nas refinarias Presidente Getúlio Vargas (Repar), Presidente Bernardes (RPBC), Henrique Lage (Revap), Duque de Caxias (Reduc), de Capuava (Recap) e de Paulinia (Replan).

    Paulo Whitaker/Reuters
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Império Serrano e Abrakazum criam NFT relacionado ao Carnaval

    A agremiação carioca de Carnaval Império Serrano é a primeira escola de samba do mundo a entrar no mercado de NFTs (tokens não fungíveis), numa ação promovida em parceria com a Abrakazum, com apoio da empresa canadense UREEQA. As companhias vão tokenizar, em um único NFT, uma fantasia vitalícia em um de seus carros alegóricos, quatro ingressos vitalícios para o Carnaval, a bandeira da porta-bandeira do desfile de 2022 e uma criptoarte em 3D. O valor inicial do leilão é de U$S 20.400, e estará disponível a partir do dia 1 de setembro.

    MesquitaFMS/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Healthtech chilena chega ao mercado brasileiro

    A startup uMov, sediada no Chile, prepara-se para iniciar as operações no Brasil. A empresa desenvolveu um dispositivo chamado Alba Mov com uma tecnologia que busca manter e melhorar a mobilidade do corpo por meio de movimentos guiados, que auxiliam na reabilitação dos pacientes sem sair de casa. Para a expansão internacional, a uMov conta com o apoio do Programa Softlanding, do Supera Parque de Ribeirão Preto (SP), iniciativa direcionada às empresas estrangeiras, que tenham desenvolvido um produto ou serviço inovador e com interesse em iniciar suas operações no mercado brasileiro. A tecnologia da empresa chilena permite que o especialista tenha acesso a todo o acompanhamento da reabilitação que o paciente está realizando e possa avaliar o andamento de cada sessão.

    REB Images/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    TecBan investe R$ 83 milhões em solução para bancos

    A TecBan, empresa de tecnologias que integram o físico e o digital para tornar o ecossistema econômico do país mais eficiente, investirá R$ 83 milhões para oferecer produtividade, segurança e controle, por meio de soluções que monitorem e gerenciem a rede de autoatendimento dos bancos. O ATMManager permite aos clientes do segmento terceirizarem parcial ou totalmente sua operação de gestão de caixa eletrônicos e cadeia de serviços: monitoração, gerenciamento, otimização do ciclo do dinheiro, atendimento remoto, manutenção, assistência técnica, segurança física e lógica e outros serviços complementares.

    Hiroshi Watanabe/Getty Images
  • AQUISIÇÃO

    Foodtech catarinense anuncia compra da Styme

    A startup catarinense de cardápios digitais OiMenu comprou a Styme, empresa também do ramo de food service que oferece soluções digitais para bares e restaurantes. Com a aquisição, a OiMenu, que já está presente em 20 estados do Brasil, pretende chegar às 26 unidades federativas do país até o final de 2021. A foodtech pretende ultrapassar os R$ 100 milhões de faturamento até 2026, garantindo mais integração e soluções aos usuários do serviço. Segundo o CEO e fundador Isaac Paes, a compra da Styme é o primeiro passo para um ambicioso plano de aquisições que visa, nos próximos dois anos, o investimento de R$ 50 milhões em novas incorporações. O valor da aquisição não foi divulgado.

    Holloway/Getty Images
  • ACELERAÇÃO

    Oxigênio Aceleradora divulga startups selecionadas para novo ciclo

    Em parceria com a Liga Ventures, a Oxigênio Aceleradora, uma iniciativa da Porto Seguro, escolheu as 10 startups que participarão do seu 11° ciclo de aceleração. O programa de quatro meses recebe startups de todos os estágios para mentorias, oportunidades de networking com executivos e criação e desenvolvimento de negócios. Nesta edição, a aceleradora escolheu as empresas Certdox, Zaig, Juit, Fligoo, Health id lab, Octágora, Cinnecta, Pareto, Play2Sell e Ololu. O programa equity free (em que o empreendedor não precisa abrir mão de parte da empresa para participar) tem o objetivo de fomentar a inovação aberta, gerando negócios entre a Porto Seguro e as startups participantes.

    Sarah Mason/Getty Images
  • ACELERAÇÃO

    Alper Digital seleciona startups para programa de aceleração

    A Alper Consultoria em Seguro divulgou as cinco startups escolhidas para a terceira rodada do seu programa de aceleração, o Alper Digital. As classificadas são Digifarm, Healward, Dr. Ocupacional, Linha Direta e a Docato. O programa de 12 meses tem como objetivo gerar valor por meio de negócios, relacionamento e infraestrutura, oferecendo o suporte necessário para que as startups possam alavancar suas soluções tecnológicas e incentivar a inovação no mercado.

    John M Lund/Getty Images
  • PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS

    KPMG seleciona 10 startups brasileiras para premiação internacional

    A companhia especializada em serviços profissionais de auditoria e consultoria KPMG acaba de anunciar a lista das 10 startups brasileiras finalistas para a próxima etapa da premiação internacional Global Tech Innovator 2021. As empresas reconhecidas são Conta Black, Bornlogic, Intera, Ecotrace Solutions, Justa, Krilltech, Cycor Cibernética, JustForYou, Octa e Linker. Elas apresentarão seus negócios no dia 2 de setembro diante de um grupo de jurados que avaliarão os pitches e definirão o vencedor nacional. Aquelas que mais se destacarem poderão se conectar com um ecossistema global focado em crescimento de negócios, com tecnologias inovadoras, modelos operacionais robustos, capacidade de demonstrar tração em suas atividades e potencial para atingir escala mundial.

    Flashpop/Getty Images
  • CRESCIMENTO

    Sevensete cresce 25% no primeiro semestre de 2021

    A Sevensete, venture builder com sede em São Paulo que auxilia empreendedores a construírem, executarem e transformarem suas ideias em negócios sólidos, fechou o primeiro semestre de 2021 com crescimento de 25%. Criada em 2017, a empresa somou investimentos de R$ 3 milhões, entre funding e smart money, e conta com 26 empresas em seu portfólio. A companhia projeta crescer mais 15% até o fim deste ano, com a entrada de novas startups e parcerias em setores estratégicos para sustentar o crescimento.

    djgunner/Getty Images
  • TECNOLOGIA DO BEM

    Programa de TeleUTI para Covid-19 é ampliado para outros estados

    Liderado pelo InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas), o programa de TeleUTI para Covid-19 funciona a partir de um posto de telemedicina instalado no instituto, na capital paulista, para apoiar, capacitar e treinar profissionais da saúde que trabalham em UTIs, como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. Para ampliar o seu alcance, a iniciativa acaba de receber um aporte de R$ 1,35 milhão do Banco Central, em ação conjunta com o Ministério da Saúde. Os recursos vão apoiar a expansão do projeto para cinco outros estados: Rondônia, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. A ampliação prevê atendimento e suporte remoto para a equipe, com a possibilidade de discussões clínicas de casos graves de pacientes com Covid-19.

    Yoshiyoshi Hirokawa/Getty Images

O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

Amazon apoia Gerando Falcões para acelerar transformação digital na nuvem

A organização social Gerando Falcões está migrando seus fluxos de dados para a nuvem da AWS (Amazon Web Services), com o objetivo de expandir sua capacidade de armazenamento e estrutura. A tecnologia da AWS será utilizada pela instituição para armazenamento, coleta, extração e transformação de cargas de dados, além de possibilitar o trabalho com grande volume de informações, impulsionando sua transformação digital.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: