E-commerce chinês pode gerar US$ 3,3 trilhões, Amazon, Google, Omie & Muito Mais

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

E-commerce chinês deve atingir US$ 3,3 trilhões em 2025

O volume gerado pelo comércio eletrônico na China deve crescer 17% em 2021. Se a projeção se confirmar, o setor pode ter um CAGR (Compound Annual Growth Rate, ou a taxa de crescimento anual composta) de 11,6% nos próximos quatro ano, movimentando cerca de US$ 3,3 trilhões em 2025. Os dados são da empresa de dados e análise GlobalData. A companhia informou que as vendas online no país cresceram a um CAGR de 17,7% entre 2017 e 2021, registrando um valor de US$ 2,1 trilhões neste ano. O levantamento indica que as soluções alternativas de pagamento – incluindo Alipay e WeChat Pay – foram as principais beneficiárias do aumento das compras, representando 57,6% das transações.

Ataques cibernéticos podem afetar mais de 80% das empresas no próximo ano

Cerca de 85% das organizações globais correm o risco de sofrer com violação de dados nos próximos 12 meses, de acordo com o relatório semestral Cyber Risk Index, realizado pela empresa de cibersegurança Trend Micro Brasil em parceria com o Ponemon Institute. O levantamento analisou o risco de mais de 3.600 empresas de todos os tamanhos e setores na América do Norte, Europa, Ásia-Pacífico e América Latina. Do total, 86% afirmaram que é muito provável sofrerem ataques cibernéticos graves no próximo ano e 24% sofreram mais de sete ataques em redes ou sistemas, contra 23% do relatório anterior. Entre as pesquisadas, 21% registrou mais de sete violações a ativos de informação e 20% sofreram mais de sete violações de dados de clientes em 2020.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Veja, na galeria de fotos a seguir, o que mais aconteceu na última semana no setor de tecnologia e inovação:

  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    e-ticket no transporte rodoviário cresce 78%

    A quantidade de viações que usam e-ticket como forma de embarque por transporte terrestre dobrou entre fevereiro de 2020 e julho de 2021, de acordo com dados da ClickBus, plataforma especializada em venda online de passagens rodoviárias. O estudo revela que, no primeiro semestre deste ano, houve um crescimento de 78% na utilização da tecnologia em comparação com o mesmo período do ano passado. No caso da ClickBus, cerca de 80% dos embarques dos clientes já são feitos por e-ticket.

    aviation-images.com/Colaborador/Getty Images
  • INOVAÇÃO

    Amazon anuncia Centro de Distribuição no Rio de Janeiro

    A Amazon está expandindo suas operações no Brasil com o novo Centro de Distribuição localizado em São João de Meriti, no Rio de Janeiro, com cerca de 30 mil metros quadrados. O espaço abriu mais de 200 empregos diretos permanentes e espera gerar mais de 1000 temporários para períodos especiais de eventos e alta temporada. Com a inauguração, a companhia conta com dez centros de distribuição no país.

    Mike Segar/Reuters
  • FUTURO

    Empresas fecham acordo para fomentar P&D de soluções 5G

    A Claro uniu-se à Embratel, Ericsson e ao Parque Tecnológico São José dos Campos para desenvolver e testar tecnologias que envolvam 5G, Internet das Coisas e IoT-Mobile para o mercado corporativo, principalmente dos segmentos de Indústria 4.0, agronegócio, saúde, smart City e educação. O objetivo da parceria é identificar empresas e instituições científicas e tecnológicas interessadas em criar parcerias para atender demandas de clientes empresariais.

    d3sign/Getty Images
  • SAÚDE

    Healthtech lança plataforma de cannabis medicinal

    A plataforma Cannect une pacientes, médicos, instituições de saúde e fornecedores de cannabis medicinal. O objetivo da empresa é disseminar conhecimento, facilitar o acesso e viabilizar a importação do produto pelos pacientes, além de viabilizar teleconsultas e prescrições digitais.

    dowell/Getty Images
  • EXPANSÃO

    Startup Fix it prepara expansão internacional

    A Fix it, startup especializada em impressão 3D de soluções ortopédicas, neurológicas e reumatológicas, chegou à marca de 5.000 órteses personalizadas vendidas no primeiro semestre de 2021 – dez vezes mais que no mesmo período do ano passado. A empresa, que planeja crescer 150% ainda este ano, já tem atuação no Paraguai e na Argentina e negocia entrar em outros sete países. “Iniciaremos, em breve, no Uruguai e na Suíça e estamos em processos contratuais com Chile, Bolívia e Venezuela. No Canadá, estamos em fase de validação clínica”, diz Felipe Neves, cofundador e CEO da Fix it.

    Mr.Cole/Photographer/Getty Images
  • TRANSPARÊNCIA

    TSE reúne especialistas de tech em comissão de transparência eleitoral

    O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou a criação da Comissão de Transparência das Eleições, órgão destinado a ampliar a transparência de todas as etapas do pleito. A iniciativa reúne especialistas em tecnologia da informação, pesquisadores, professores de algumas das maiores universidades do país. A comissão vai acompanhar e fiscalizar as fases de desenvolvimento dos sistemas eleitorais e poderá opinar e recomendar ações adicionais para garantir a máxima segurança.

    RafaPress/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL I

    MCom, BB e Sebrae assinam acordo para ampliação do Wi-Fi Brasil

    O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou ontem (14) o ACT (Acordo de Cooperação Técnica) com a presidente da Fundação do Banco do Brasil, Eveline Veloso Susin, e o presidente do Sebrae, Carlos Melles. O documento prevê a ampliação do programa Wi-Fi Brasil, do Governo Federal, cujo objetivo é levar conectividade em alta velocidade a todas as localidades do país.

    Andriy Onufriyenko/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL II

    Google anuncia investimento em startups pelo Black Founders Fund

    O programa de aceleração Google for Startups Brasil selecionou 12 empresas para participarem do Black Founders Fund, fundo destinado a apoiar empreendedores negros. São elas: Akintec, BancoAfro, Barkus, Clube da Preta, Conta Black, Financier, Fluke, GoPhone, iBench, Mooba, Movimento Black Money e Wolo. Elas receberão créditos em produtos do Google e terão à disposição uma rede de mentores. O total de empresas selecionadas para o Black Founders Fund desde o seu lançamento, em setembro de 2020, chega a 29 e há a expectativa de novos nomes até o final do ano.

    oxygen/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL III

    BlackRocks e ABStartups criam Mapa das Startups

    A BlackRocks Startups, hub que promove acesso à população negra no ecossistema de inovação, e a Abstartups (Associação Brasileira de Startups), acabam de lançar o BlackOut – Mapa das Startups 2021. O site busca conhecer e mapear negócios tecnológicos liderados por pessoas negras de todo Brasil. O objetivo é aumentar a visibilidade dessas empresas, atrair investimentos e parceiros e apoiar a criação de políticas públicas que fortaleçam os empreendedores a promoção da equidade racial no setor.

    Andriy Onufriyenko/Getty Images
  • AQUISIÇÃO

    Omie anuncia compra da Devi Tecnologia

    A Omie, plataforma de gestão ERP na nuvem, concluiu a compra da Devi Tecnologia. É a segunda aquisição desde que levantou R$ 580 milhões em uma rodada de investimentos liderada pelo SoftBank em agosto deste ano.. A Devi desenvolve soluções de software para o comércio (pontos de vendas e pré-vendas). A aquisição tem como objetivo oferecer cada vez mais soluções verticalizadas e trazer mais competitividade com novos serviços para vendas.

    john m lund/Getty Images
  • TECNOLOGIA DO BEM

    SafeSpace cria plataforma para combater assédio

    A startup SafeSpace criou uma solução digital para prevenir, comunicar e resolver problemas de comportamento no trabalho. A plataforma, que funciona no modelo SaaS (Software as a Service), automatiza o fluxo de denúncias de forma intuitiva para o usuário, por meio de perguntas pré-programadas e questões abertas. Todos os registros ficam armazenados confidencialmente, com data e hora, sem possibilidade de alteração. Assim que a denúncia é feita, a empresa recebe uma notificação.

    Malte Mueller/Getty Images

TENDÊNCIAS NACIONAIS

e-ticket no transporte rodoviário cresce 78%

A quantidade de viações que usam e-ticket como forma de embarque por transporte terrestre dobrou entre fevereiro de 2020 e julho de 2021, de acordo com dados da ClickBus, plataforma especializada em venda online de passagens rodoviárias. O estudo revela que, no primeiro semestre deste ano, houve um crescimento de 78% na utilização da tecnologia em comparação com o mesmo período do ano passado. No caso da ClickBus, cerca de 80% dos embarques dos clientes já são feitos por e-ticket.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).