SpaceX deve fazer história com 1ª tripulação civil em órbita

John Kraus/via REUTERS
John Kraus/via REUTERS

O voo de clientes pagantes da SpaceX deve durar cerca de três dias entre a decolagem e o pouso no Atlântico

O mais recente de uma lista de bilionários obcecados com o espaço deve decolar hoje (15) com três cidadãos menos abastados para uma viagem a bordo da espaçonave SpaceX, uma tentativa de colocar a primeira tripulação civil da história na órbita da Terra.

O quarteto de viajantes espaciais amadores liderado por Jared Isaacman, fundador e executivo-chefe norte-americano da empresa de comércio eletrônico Shift4 Payments Inc, deve partir às 20h locais (21h em Brasília) do Centro Espacial Kennedy no Cabo Canaveral, na Flórida.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Benji Reed, diretor sênior de voos espaciais humanos da SpaceX, disse aos repórteres no local na terça-feira que “tudo parecia ótimo” após um teste “estático” final dos motores na manhã da véspera.

“Neste momento, o clima mostra uma tendência boa para um lançamento no prazo”, afirmou.

O voo, que não terá astronautas profissionais acompanhando os clientes pagantes da SpaceX, deve durar cerca de três dias entre a decolagem e o pouso no Atlântico.

Eles voarão a bordo da cápsula branca reluzente SpaceX Crew Dragon, batizada de Resilience, instalada no topo de um dos foguetes reutilizáveis Falcon 9 da empresa e equipada com um domo especial de observação, ao invés da portinhola de atracamento costumeira.

Isaacman, de 38 anos, pagou uma soma não revelada, mas que a revista Time estimou em 200 milhões de dólares, ao também bilionário e proprietário da SpaceX, Elon Musk, pelos quatro assentos. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).