Capitalizada, Nuvemshop investe R$ 150 milhões e cria a Nuvem Pago

Plataforma de pagamentos para PMEs faz parte do plano de expansão da empresa que se tornou unicórnio em agosto; Rodrigo Rivera (foto) comandará a nova unidade.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

Rodrigo Rivera, vice-presidente de Estratégia da Nuvemshop e responsável pelos negócios de Pagamentos, vai liderar a Nuvem Pago

Acessibilidade


Após receber um investimento de R$ 2,6 bilhões, em agosto deste ano, e tornar-se o novo unicórnio brasileiro, das empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão, a Nuvemshop, plataforma de e-commerce que soma 90 mil lojas ativas, está ampliando seu portfólio com um investimento de R$ 150 milhões. A empresa lança nesta terça-feira, 26, o Nuvem Pago, solução de pagamento que permite aos lojistas transacionarem suas vendas de forma mais eficiente.

Desenvolver ferramentas de pagamentos é algo inerente ao e-commerce atualmente. O Mercado Livre, por exemplo, tem o Mercado Pago, que nasceu para suportar os vendedores da plataforma nas transações, mas que se expandiu e tornou-se independente. “O método de pagamento e a logística são as maiores dores de pequenos e médios e-commerces. Entendendo esse desafio, investimos em uma nova solução, feita a partir do contato próximo que temos com os lojistas e do profundo conhecimento do dia a dia da gestão, com o objetivo de oferecer uma melhor experiência aos lojistas e seus consumidores”, comenta Rodrigo Rivera, vice-presidente de Estratégia da Nuvemshop e responsável pelos negócios de Pagamentos e Logística na América Latina.

LEIA TAMBÉM: BREAKING: Nuvemshop capta US$ 500 milhões e se torna o mais novo unicórnio da América Latina

No total, a empresa recebeu três rodadas de investimentos em dez meses, que somam mais de R$ 3,2 bilhões. “Estamos entrando neste mercado de fintechs com um meio de pagamento próprio focado em pequenas e médias empresas e, mesmo com esse lançamento, manteremos o DNA de plataforma aberta, integrando diversas companhias – de pagamentos e outras categorias – para que os empreendedores escolham a melhor opção para o seu negócio, de acordo com cada uma das necessidades do e-commerce”, explica Santiago Sosa, CEO e co-fundador da Nuvemshop.

A ideia é que o Nuvem Pago avance conforme a necessidade dos lojistas. “Desde o nosso último aporte, estamos investindo em tecnologia para o e-commerce e planejamos oferecer ainda mais recursos, sejam eles próprios ou por meio do nosso ecossistema, para que marcas de todos os tamanhos se conectem diretamente aos seus consumidores. Acabamos de anunciar a aquisição da empresa de logística Mandaê e agora damos o primeiro passo no setor de pagamentos para e-commerces de PMEs. No curto prazo, iremos complementar o Nuvem Pago com outros produtos financeiros que os empreendedores precisam. Isso irá incluir empréstimos para lojistas e seus consumidores, maquininha, seguros e muito mais. E nos próximos anos, expandiremos o Nuvem Pago para outros países da América Latina além do Brasil”, explica Rivera.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

De acordo com a Nuvemshop, as PMEs movimentaram mais de R$ 1 bilhão em e-commerce de janeiro a junho deste ano. No mesmo período do ano passado, esse valor foi de R$ 428 milhões.

Compartilhe esta publicação: