De olho na conexão com os fãs, McLaren cria plataforma de NFTs

Em parceria com a Tezos, marca automotiva estreia no mercado de tokens não fungíveis com 22 componentes do modelo MCL35M.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

A primeira pessoa a completar um MCL35M com os NFTs ganhará uma viagem para a temporada de 2022 da Fórmula 1 (Crédito: Reprodução)

Acessibilidade


Com o objetivo de estreitar sua relação com os fãs, a McLaren lançou, por meio de parceria com a rede de blockchain Tezos, uma plataforma de NFTs com itens colecionáveis. A estreia da marca automotiva no mercado de tokens não fungíveis terá 22 componentes digitais do modelo MCL35M.

O McLaren Racing Collective, descreve a empresa, será uma comunidade global de colecionadores e fãs servida por meio de uma plataforma digital onde será possível a compra de colecionáveis em forma de NFTs. Os componentes digitais iniciais serão oferecidos gratuitamente às pessoas que ingressarem na plataforma McLaren Racing Collective.

LEIA TAMBÉM: Os 10 NFTs mais caros da história

A primeira pessoa a completar um MCL35M com os NFTs ganhará uma viagem para a temporada de 2022 da Fórmula 1.  “Juntamente com a Tezos, estamos criando novas maneiras de desenvolver nossa experiência de fãs por meio de um mercado digital colecionável personalizado da McLaren Racing”, afirmou Lindsey Eckhouse, diretor de licenciamento e comércio eletrônico da McLaren Racing.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: