Swile, Digital House e Rocketseat, EqSeed, Klubi & Muito Mais

Acompanhe os últimos aportes no ecossistema de inovação, o surgimento de unicórnios e a nova aposta do Softbank que chega ao Brasil.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


Apesar de curta, em função do feriado nacional do dia 12 de outubro, a semana dos aportes e rodadas do ecossistema de inovação não deixou de ser agitada. Destaque para o SoftBank que apostou em um novo unicórnio, a francesa Swile que passa a operar no Brasil e a Digital House que se juntou à Rocketseat.

Softbank aporta US$ 200 milhões na Swile
A Swile, worktech francesa que, recentemente adquiriu a brasileira Vee Benefícios, recebeu um aporte principal de US$ 200 milhões do Softbank Latin America Fund. Com o movimento, ela passa a ter status de unicórnio, avaliada em mais de US$ 1 bilhão, e inicia suas operações no Brasil. Com a proposta de revolucionar a experiência da vida no trabalho, a startup pretende, com os recursos, investir em expansão e consolidar presença na região dobrando sua base para 1 milhão de usuários até 2022.

Após aporte de R$ 280 milhões, Digital House se une à Rocketseat
A edtech Digital House e a plataforma de aprendizado Rocketseat se uniram com objetivo de ampliar a formação de profissionais no segmento de tecnologia. O movimento ocorrer após o aporte de R$ 280 milhões que a Digital House recebeu em março deste ano, feito pelo grupo de investidores Kaszek, Riverwood Capital, Mercado Livre e Globant. “É uma parceria de duas empresas em crescimento com o objetivo de gerar ainda mais desenvolvimento para a comunidade de developers”, destaca Nelson Duboscq, cofundador e CEO Global da Digital House.

LEIA TAMBÉM: SoftBank lança fundo de US$ 3 bilhões, hygia & Muito Mais

EqSeed capta R$ 5 milhões por meio de plataforma própria
Especializada em conectar investidores a startups, a fintech EqSeed captou R$5 milhões pela própria plataforma em apenas 30 horas. Trata-se da maior captação feita na história pela plataforma que lidera o setor de equity crowdfunding no Brasil. Ao todo, foram mais de R$ 56 milhões investidos on-line e 4 eventos de exit (venda das empresas e retorno aos investidores), segundo dados disponíveis na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Klubi recebe aporte de R$ 32,5 milhões em primeira rodada institucional
A plataforma Klubi, fintech que recebeu autorização do Banco Central para operar como administradora de consórcios, recebeu um aporte de R$ 32,5 milhões em sua primeira rodada institucional liderada pela Igah, Ventures, com participação da Parallax Ventures e de sócios da Cyrela. A fintech conta ainda com investidores como Guilherme Bonifácio, fundador do iFood, e Paulo Veras, Renato Freitas e Ariel Lambrecht, fundadores da 99.

Startup carioca de segurança, Gabriel capta R$ 66 milhões
A Gabriel, startup carioca de tecnologia aplicada à segurança, captou R$ 66 milhões em aporte liderado pelo SoftBank. Participaram da rodada a firma de venture capital Canary, Norte Ventures, Globo Ventures, Indie Capital, QMS Capital, MontLacer Investments, CamelFarm Ventures, Endeavor ScaleUp Ventures e Wayra, braço de investimento em startups do grupo Telefônica-Vivo.

Compartilhe esta publicação: