Jack Dorsey e Elon Musk fazem piadas com a expressão "Web3"

Bilionários criticaram o envolvimento de empresas de capital na nova versão da internet.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Mike Blake/Reuters
Mike Blake/Reuters

Bilionários criticaram o envolvimento de empresas de capital na nova versão da internet, chamada de “Web3”

Acessibilidade


Os bilionários Elon Musk e Jack Dorsey fizeram piada com a expressão “Web3” e criticaram o envolvimento de empresas de capital de risco como Andreessen Horowitz no que alguns chamam de nova versão da internet.

A expressão “Web3“, termo usado para uma versão utópica da internet descentralizada, baseia-se na tecnologia blockchain, também usada como infraestrutura de muitas criptomoedas como bitcoin e ether.

LEIA TAMBÉM: De metaverso a DAO: confira as expressões que marcaram o mundo tech em 2021

Presidente-executivo da Tesla, Musk publicou no Twitter nesta terça-feira: “Alguém viu a web3? Não consigo achar.”

E Dorsey, ex-presidente do Twitter, respondeu: “Está em algum lugar entre o A e o Z.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Empresas de capital de risco como a a16z, fundada por Marc Andreessen e Ben Horowitz, têm apoiado fortemente a tecnologia de blockchain, criptomoedas e a Web3. Representantes da Andreessen Horowitz não comentaram o assunto.

A Web3 implica em dar aos usuários participações nas plataformas e aplicações da internet, segundo seus apoiadores, enquanto na Web2, a atual forma da internet, apenas algumas grandes empresas de tecnologia como Meta e Alphabet controlam as plataformas.

“Você não pode possuir a “web3”, escreveu Dorsey no Twitter na segunda-feira. “No final das contas é uma entidade centralizada com um nome diferente. Saiba antes no que está se envolvendo…”, disse Dorsey.

A expressão “Web3” está entre as mais comentadas deste ano, junto com “Metaverso” e “NFT” (sigla em inglês para tokens não fungíveis).

Compartilhe esta publicação: