Imagem original de Buzz Aldrin na Lua é vendida em leilão

Icônica foto que mostra reflexo de Neil Armstrong na viseira de Aldrin na Lua foi arrematada junto com outras 72 imagens da Nasa.

Allison Gasparini
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Buzz Aldrin na Lua. O original desta imagem icônica foi vendido em leilão em Copenhague

Acessibilidade


A imagem original da icônica de Buzz Aldrin na Lua foi vendida em um leilão ontem (9) na Dinamarca por 52 mil coroas dinamarquesas (cerca de R$ 38.475). A fotografia foi uma das mais de 70 imagens originais da Nasa colocadas à venda com um valor total estimado de 1,5 milhão de coroas dinamarquesas (cerca de R$ 1,11 milhão).

As imagens foram colocadas em leilão pela Bruun Rasmussen Auctioneers. De acordo com a casa de leilões, 73 das 74 fotografias originais foram vendidas.

“Saber que estas são as fotografias originais tiradas pelos astronautas durante as maiores missões de suas vidas é uma grande emoção nesta era digital”, disse o chefe de departamento e especialista de Bruun Rasmussen, Lærke Bøgh, em um comunicado à imprensa sobre o leilão.

As fotografias da Nasa vieram de uma coleção particular de um vendedor estrangeiro, cuja identidade permaneceu anônima. Muitas das imagens da coleção nunca foram amplamente vistas pelo público, enquanto algumas apareceram nas capas da Life e da National Geographic em 1969. A fotografia de Buzz Aldrin apareceu na capa de ambas as publicações.

A imagem de Aldrin em traje de astronauta completo foi tirada por Neil Armstrong, que pode ser visto no visor de Aldrin, durante o primeiro pouso na Lua em julho de 1969. Armstrong tirou a imagem com uma câmera Hasselblad. Todas as imagens da coleção foram tiradas entre as missões Apollo 8 e Apollo 17.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Este ano marca o 60º aniversário do famoso discurso do presidente John F. Kennedy na Universidade Rice sobre a busca de enviar uma pessoa à Lua. Também é o 50º aniversário da última vez que uma pessoa pisou no satélite, durante a missão Apollo 17 em dezembro de 1972.

Compartilhe esta publicação: