Crianças e jovens brasileiros são os mais expostos no mundo a celulares e outros devices

Pesquisa da McAfee sobre crenças e comportamentos em torno da vida digital das famílias mostra a maior taxa de uso de celular no Brasil.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Para as crianças no Brasil, mesmo as mais novas superaram o uso de smartphones relatado por todas as crianças de todas as idades em todo o mundo

Acessibilidade


O Brasil é o país com maior exposição de jovens e crianças a aparelhos eletrônicos no mundo. A constatação é de um estudo da McAfee realizado em dezembro do ano passado e divulgado esta semana. O país obteve o maior resultado sobre uso de celular relatado entre crianças e adolescentes, com uma taxa geral de 96%. E esse uso começa mais cedo do que nunca, com 95% dos pré-adolescentes e adolescentes dizendo que usam um smartphone, 19% acima da média global nessa idade.

Ainda segundo o levantamento, as crianças brasileiras que têm um dispositivo móvel utilizam os aparelhos para atividades sociais e de entretenimento, superando a média global para crianças, na maioria dos casos em dois dígitos. Assistir a vídeos completos no telefone registrou o aumento mais acentuado em comparação com outras crianças em 19%, juntamente com jogos em 16% e aulas on-line em 13% – acima da média global.

No entanto, os pais brasileiros estão muito mais preocupados do que os de outros países com a quantidade de tempo que seus filhos passam diante desses aparelhos. Esse número foi 14% maior em relação a outros países. Dos 71% que disseram estar preocupados, 39% disseram estar “muito preocupados”.

Leia mais: Os desafios da indústria de dados no Brasil, segundo a Bain Company

As crianças em todo o mundo relataram uma grande aceitação no uso de dispositivos móveis à medida que se aproximavam da adolescência. O estudo descobriu que as crianças equilibraram esse uso no mesmo ponto da vida, entre 15 e 16 anos. O uso de dispositivos móveis salta significativamente, tanto que se aproxima de níveis que eles levarão para a idade adulta. No entanto, suas vidas conectadas começam muito mais cedo, com smartphones e dispositivos móveis liderando o caminho on-line, expondo-os à internet mais ampla, cheia de aplicativos, bate-papos, entretenimento e mídia social, juntamente com os benefícios e riscos quase que imediatamente.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Para as crianças no Brasil, mesmo as mais novas superaram o uso de smartphones relatado por todas as crianças de todas as idades em todo o mundo. Isso continua à medida que as crianças brasileiras atingem a idade adulta, mantendo a liderança geral no uso de smartphones em todas as idades. Pais e filhos no Brasil dizem que o dispositivo móvel é o item mais importante de suas vidas. Os pais colocaram o aparelho celular entre os dois primeiros: smartphone em 57% seguido de computador ou laptop em 45%.

Compartilhe esta publicação: