Pesquisa mostra união cada vez maior entre CTOs e CIOs

O estudo Institute for Business Value (IBV) mapeou uma relação direta entre nível de colaboração e melhora na eficiência operacional

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Tradicionalmente, o CIO tem sido o executivo C-suite responsável pela estratégia de tecnologia interna, incluindo fornecimento e implantação de recursos

Acessibilidade


Quando CTOs, responsáveis pela área de tecnologia, e os CIOs, líderes de inovação, trabalham de forma conjunta, existe um impacto direto no aumento da eficiência operacional. A constatação é da pesquisa Institute for Business Value (IBV), realizada pela IBM.

O estudo destaca que, antes da pandemia, as linhas rígidas entre os papéis de CIO e CTO nas empresas já vinham sendo quebradas, devido à velocidade das mudanças digitais. Com a pandemia, essa tendência se acelerou e uma relação mais colaborativa entre esses executivos vem ajudando organizações a atenderem às crescentes demandas de tecnologia, especialmente aquelas envolvendo privacidade de dados e segurança de TI e atualizações em grande escala, como a migração para sistemas em nuvem.

Leia mais: “Não queremos áreas de inovação, inovar é trabalho de todos”, diz CEO do Itaú Unibanco

“A natureza do trabalho, o que todos estamos fazendo e os problemas que estamos tentando resolver mudam mais rápido do que nunca. Essa sinergia entre os C-Levels tornou-se estratégica para qualquer organização que pretenda acompanhar a evolução do mercado, aproveitar as oportunidades e desenvolver as melhores soluções”, destaca José Júnior, CTO da Opah IT, empresa de soluções customizadas de TI.
José Júnior é estrategista de tecnologia do sistema de gerenciamento empresarial e trabalha em estreita colaboração com CIOs de grandes empresas em áreas como finanças, turismo e varejo. Na sua perspectiva, as parcerias CTO-CIO têm sido fundamentais para gerenciar a velocidade e o escopo das mudanças na tecnologia e a estratégia de negócios.

A ascensão do CTO

Tradicionalmente, o CIO tem sido o executivo C-suite responsável pela estratégia de tecnologia interna, incluindo fornecimento e implantação de recursos. Em algumas organizações, o CIO era o único executivo C-suite encarregado da supervisão de TI.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Leia mais: Para Matt Swann, do Nubank, apagão tecnológico é entrave para expansão global

“A maioria dos clientes da Opah têm um CIO e um CTO. As empresas de tecnologia com as quais trabalhamos são mais propensas a ter ambos. Já nas empresas mais tradicionais em termos de foco ou estrutura, não vemos CTOs com tanta frequência. Mas conversando com vice-presidentes de TI ou alguém similar, fica claro o desempenho, na prática, de uma função de CTO”, ressalta o porta-voz.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: