Elon Musk diz a funcionários do Twitter que efetivo será racionalizado

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Sheila Dang

(Reuters) – O bilionário Elon Musk se dirigiu aos funcionários do Twitter pela primeira vez nesta quinta-feira, projetando uma necessidade de “racionalização do efetivo”, mas oferecendo poucos novos detalhes sobre sua aquisição da empresa de rede social por 44 bilhões de dólares.

Musk apareceu em videoconferência com 10 minutos de atraso para o que se tornou uma sessão livre de perguntas e respostas moderada por um executivo do Twitter, e na qual Musk divagou sobre a existência de alienígenas e outras civilizações espaciais, além de sua visão de que o Twitter deveria ajudar “a civilização e a consciência”. 

O empresário disse à equipe do Twitter que quer alavancar os números de usuários do serviço para ao menos um bilhão de pessoas e disse que a propaganda continuará sendo importante para a empresa, apesar de ter dito anteriormente que acredita que o Twitter não deveria fornecer anúncios, de acordo com um áudio da reunião ouvido pela Reuters. 

“Eu acredito que a propaganda seja muito importante para o Twitter”, disse Musk. “Eu não sou contra anúncios. Eu provavelmente conversaria com os anunciantes e diria algo do tipo ‘ei, só vamos nos certificar de que os anúncios sejam os mais divertidos o possível'”. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: