Oi adia novamente balanço do 1º tri, mas divulga Ebitda preliminar de R$1,2 bi

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – A Oi postergou novamente a divulgação das demonstrações financeiras do primeiro trimestre de 2022, citando dificuldades de auditoria relacionadas ao processo de venda de ativos, mas reportou alguns números preliminares do período.

A publicação dos resultados, que já havia sido adiada e era esperada para esta terça-feira, ficou para 28 de junho, segundo fato relevante da companhia de telecomunicações divulgado na segunda-feira à noite.

De acordo com os dados que ainda estão sujeitos à conclusão do trabalho de auditoria, a receita líquida da Oi totalizou 4,383 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2022, praticamente estável frente ao mesmo intervalo de 2021.

O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) de rotina, que exclui itens extraordinários, somou 1,22 bilhão de reais no trimestre, de 1,128 bilhão de reais um ano antes.

A companhia, que está em recuperação judicial, disse que encerrou o primeiro trimestre com caixa de 1,983 bilhão de reais, recuo de 34,5% na comparação ano a ano.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os dados incluem apenas as operações no Brasil da companhia, que representam a maior parte das receitas geradas pela Oi. No quarto trimestre de 2021, apenas 46 milhões de reais da receita líquida consolidada da empresa vieram do exterior, contra 4,5 bilhões de reais localmente.

A Oi conclui no início deste mês a venda de fatia na empresa de fibra ótica V.tal ao grupo BTG Pactual, enquanto fechou a alienação dos ativos de telefonia móvel às rivais Claro, TIM e Telefônica Brasil em abril.

(Por Andre Romani)

Compartilhe esta publicação: