Vivendi busca avaliação para rede fixa da Telecom Italia

A rede de telefonia fixa da Telecom Italia deve carregar 10 bilhões de euros da dívida se for separada do braço de serviços do grupo

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Logo da Vivendi na tela de um celular

Acessibilidade


O principal investidor da Telecom Italia, Vivendi, quer que a rede fixa do grupo italiano seja avaliada em 31 bilhões de euros em qualquer venda, muito acima do que os analistas e a empresa de telecomunicações previam, disse uma fonte próxima ao grupo francês.

A rede de telefonia fixa da Telecom Italia, controladora da TIM no Brasil, deve carregar pelo menos 10 bilhões de euros da dívida da empresa se for separada do braço de serviços do grupo, disse a fonte.

A Vivendi detém 23,8% da Telecom Italia e seu apoio é importante para qualquer acordo de separação de ativos. A Telecom Italia não comentou o assunto.

Como parte do plano, o grupo italiano está considerando uma venda total de sua rede fixa doméstica e de sua unidade de conectividade internacional Sparkle, disseram fontes anteriormente.

Depois de se opor durante anos à ideia de que a Telecom Italia poderia perder o controle de seu principal ativo de infraestrutura, a Vivendi abriu as portas para apoiar os esforços do governo italiano para criar uma única operadora de banda larga sob supervisão estatal.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No entanto, o presidente-executivo da Vivendi, Arnaud de Puyfontaine, alertou que a Vivendi só apoiaria uma venda da rede que a valorizasse de forma justa, rejeitando avaliações calculadas por analistas na ordem de 17 bilhões a 21 bilhões de euros antes de sinergias.

O valor pretendido pela Vivendi também é muito superior ao preço do negócio estimado pela Telecom Italia em cerca de 20 bilhões de euros, incluindo dívidas.

A avaliação muito mais alta da Vivendi poderia complicar o acordo com o banco estatal CDP e a operadora Open Fiber sobre a venda da rede de banda larga da Telecom Italia.

A fonte próxima à Vivendi disse que o grupo de mídia francês é um investidor de longo prazo na Telecom Italia e, após uma divisão, concentrará seus esforços estratégicos no braço de serviços do grupo, que descartou vender.

Compartilhe esta publicação: