97% das pessoas temem as descobertas envolvendo o espaço

Essa é uma das conclusões de um novo relatório intitulado "What on Earth is the value of Space?" da empresa de satélites Inmarsat

Jamie Carter
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Um foguete SpaceX Falcon 9 é visto nesta exposição de tempo de Cocoa Beach, Flórida.

Acessibilidade


Você tem medo do espaço?

Se você tem medo, então não tenha – seu medo é puramente o resultado da indústria espacial ser terrível em se vender. E a falta de regulamentação sobre “lixo espacial”.

Essas são as conclusões de um novo relatório intitulado What on Earth is the value of space? da empresa de satélites Inmarsat, que perguntou a 20.000 pessoas em todo o mundo sobre suas percepções e sentimentos sobre o que está acontecendo no espaço.

Os resultados são gritantes, revelando que:

97% das pessoas em todo o mundo veem o espaço como uma ameaça.
Uma em cada nove pessoas tem medo do que pode acontecer no espaço.
Lixo espacial e colisões em órbita (47%), poluição (39%) e danos à atmosfera da Terra (35%) são percebidos como as principais ameaças.
A geração Z tem duas vezes mais chances de associar o espaço a alienígenas, Star Wars e bilionários como Elon Musk e Jeff Bezos do que as gerações mais velhas – e as últimas são mais otimistas em relação ao espaço.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Este relatório deve ser um alerta para nossa indústria”, disse Rajeev Suri, CEO da Inmarsat. “O espaço parece ser subestimado e mal compreendido no mundo real. Em muitos aspectos, o conhecimento que possuímos como sociedade é impreciso e incompleto”.

Leia mais: 8 curiosidades sobre a NASA que vão além do espaço

Enquanto as notícias ficam obcecadas com detritos de satélites, asteroides em queda e danos ambientais, o outro lado da história não está sendo contado.

Uma das descobertas mais alarmantes foi que 36% dos entrevistados dizem não ver os satélites de comunicação como essenciais. “As pessoas podem não perceber como a voz e os dados em que dependem vêm de satélites”, disse Scott Kelly, astronauta aposentado da NASA. “Como eles navegam em seus carros, aviões, etc., depende de tecnologias espaciais. Mesmo quando eles usam um caixa eletrônico, o sinal de tempo vem de um satélite GPS. Se eliminássemos essa tecnologia, as pessoas perceberiam muito rapidamente.”

Como sabemos tantos detalhes sobre os danos ao nosso planeta causados ​​por humanos? E a propagação de secas e incêndios florestais? Com os satélites é assim.

No entanto, com quase 10.000 toneladas de objetos de satélites e foguetes atualmente na órbita da Terra – e cerca de 130 milhões de pedaços de detritos espaciais – Suri também pediu exploração espacial responsável e regulamentação mais rígida sobre mega constelações.

O medo do espaço parece ser em parte um fenômeno ocidental. Quase metade dos entrevistados na China acredita que o espaço pode fornecer uma nova fonte de recursos essenciais contra um terço globalmente. Os entrevistados na Coréia do Sul e nos Emirados Árabes Unidos são igualmente positivos.

“O espaço pode permitir uma melhor maneira de viver para todos na Terra, mas o apoio público fará ou quebrará essa contribuição vital para um futuro melhor”, disse Suri. “O espaço precisa de uma nova narrativa, e é hora de definirmos seu valor para o mundo”.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: