Patente revela uma nova (e incrível) atualização do iPhone

Documento registrado pela Apple mostra que a empresa poderia adicionar tecnologia laser ao seu smartphone e ao Apple Watch

David Phelan
Compartilhe esta publicação:

Apesar de apontar o possível uso de laser em seus devices, conforme a patente, não é possível saber quando isso poderá acontecer

Acessibilidade


Uma nova patente mostra que a Apple vem trabalhando para adicionar lasers a um futuro iPhone, e também ao Apple Watch. As novas funcionalidades podem adicionar recursos extraordinários ao smartphone e ao wearable. O documento mostra que a empresa estaria adicionando uma tecnologia chamada Lasers Emissores de Superfície de Cavidade Horizontal, tecnicamente chamado de HCSEL.

Eles podem ser usados para diferentes funções, como biometria, refinando os recursos do Face ID ou Touch ID, ao que parece, ou talvez levando ao retorno do Touch ID para futuros iPhones. E, a propósito, esta não é a primeira patente a sugerir que o Apple Watch pode ganhar recursos de reconhecimento biométrico.

Reprodução Apple

Um dos desenhos que mostrar um laser sob a tela do iPhone

Mas eles também podem ser usados para a detecção de material particulado e, portanto, relatar a qualidade do ar, diz a patente. Isso sugere que isso aconteceria quando o laser fosse usado “em combinação com um fotodetector”. Um aspirador de pó recente da Dyson, por exemplo, usa luz laser verde para mostrar partículas de poeira que sua aspiração poderia ter perdido. Portanto, usar um laser para mostrar partículas no ar pode ser benéfico.

Leia mais: Novas informações sobre preço do iPhone 14 são reveladas

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os lasers podem ser integrados ao Apple Watch ou iPhone juntamente com dados pessoais para “autenticar um usuário para acessar seu dispositivo ou coletar métricas de desempenho”.

Reprodução Apple

Outro desenho mostra um laser embutido na tela do Apple Watch

“Os dados de saúde e condicionamento físico podem ser usados para fornecer informações sobre o bem-estar geral de um usuário ou como feedback positivo para indivíduos que usam a tecnologia para buscar objetivos de bem-estar.”, também diz o texto da patente.

Por toda parte, esta patente está repleta da linguagem densa e plana que tipifica tais documentos e eu a recomendo a quem gosta de passar tempo lendo documentos deste tipo. Existem muitas abreviações nele – assim como HCSELs, há também os EELs, ou seja, Lasers Emissores de Borda. Como se trata de uma patente, não há pistas sobre quando, ou mesmo se, a Apple vai construir lasers no iPhone, mas vamos esperar que sim. E assim por diante.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: