SpaceX supera recorde de lançamentos com missão da Starlink

A SpaceX foi fundada pelo bilionário Elon Musk em 2002 para atuar no nascente mercado de viagens espaciais

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Joe Skipper/Reuters
Joe Skipper/Reuters

A SpaceX tem lançado satélites da Starlink mais rápido que rivais, como a OneWeb

Acessibilidade


A empresa de viagens espaciais do bilionário Elon Musk, SpaceX, quebrou hoje (22) recorde de número de foguetes lançados em um ano, superando os 31 realizados no ano passado em meio a uma intensa campanha de envio de satélites de internet pela Starlink, a companhia de acesso banda larga do empresário.

O lançamento de número 32 da SpaceX neste ano usou o foguete Falcon 9 e foi realizado em missão para envio de satélites da Starlink.

“Parabéns à equipe da SpaceX pelo número recorde de lançamentos”, disse Musk, que também é presidente-executivo da SpaceX, após a missão que colocou 46 satélites Starlink em órbita baixa da Terra. A SpaceX até agora lançou quase 3 mil satélites Starlink no espaço.

A missão de hoje deixou a SpaceX dentro do objetivo de fazer 52 missões orbitais até o final do ano, quase dobrando o ritmo de lançamentos com o foguete Falcon 9, que a companhia afirma que pode ser utilizado por até 15 vezes.

A SpaceX, fundada por Musk em 2002 para atuar no nascente mercado de viagens espaciais, nos últimos meses mudou o foco da produção de foguetes Falcon 9 para administrar a frota dos que já foram construídos e investir pesado em infraestrutura de reuso de foguetes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A companhia aplicou a mesma estratégia para a frota de naves reutilizáveis Crew Dragon, que é lançada a partir do topo de um foguete Falcon 9 e é capaz de transportar astronautas para a órbita e para a Estação Espacial Internacional.

A SpaceX tem lançado satélites da Starlink mais rápido que rivais, como a OneWeb, em parte por causa da capacidade de rápida reutilização do Falcon 9.

A OneWeb, que está perto de completar a sua constelação de satélites de acesso à internet, tem lançado seus aparelhos a partir do foguete russo Soyuz. A companhia, porém, vai usar neste ano o Falcon 9 depois de cancelar o contrato com os foguetes Soyuz por conta da guerra na Ucrânia.

Compartilhe esta publicação: