Estimativa do VBP no agro sobe para R$ 1,057 trilhão em 2021

Crescimento real estimado é de 16,1% na agricultura e 5,1% na pecuária, na comparação com o ano passado

Redação
Compartilhe esta publicação:
Wenderson Araujo/Trilux/CNA
Wenderson Araujo/Trilux/CNA

Soja, juntamente com o milho, são as culturas que mais têm contribuído para o aumento do VBP

Acessibilidade


Exportações em alta e dólar valorizado vêm fazendo com que a estimativa para o Valor da Produção Agropecuária (VBP) em 2021 cresça à medida que os dados vão sendo compilados. O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) divulgou hoje (12) a projeção para 2021 em R$ 1,057 trilhão, ante R$ 1,032 trilhão da previsão anterior. Significa, até o momento, um incremento de 12,4% em relação a 2020.

De acordo com a Coordenação-Geral de Avaliação de Política e Informação do Mapa, órgão responsável pelo levantamento, as lavouras representam R$ 727,7 bilhões e a pecuária, R$ 330,1 bilhões. Respectivamente, crescimento real de 16,1% e 5,1%.

LEIA TAMBÉM: USDA eleva estimativas de safra e exportação de soja do Brasil em 2020/21

O VBP mostra a evolução do desempenho das cadeias agropecuárias ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro dos estabelecimentos. O cálculo é baseado na produção das safras agrícola e pecuária, e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do País, dos 25 maiores produtos do campo. Na comparação com os últimos cinco anos, o VBP de 2020 representa um crescimento na casa de 25%. Em 2016, ele foi de R$ 799,9 bilhões.

Neste ano, até o momento, do total de produtos que têm suas cadeias monitoradas, 16 apresentam preços recebidos superiores aos do ano passado. “Nos últimos três anos, soja e milho têm apresentado recordes sucessivos de faturamento. No atual levantamento, a soma dessas duas atividades resultou num valor 65,4% do VBP das lavouras. Em valores absolutos, a soja apresenta uma estimativa de R$ 345,9 bilhões e o milho, R$ 129,9 bilhões. A demanda interna e o comportamento dos mercados, dos Estados Unidos e da China, têm sido os principais responsáveis por esse crescimento”, relata o departamento.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Na pecuária, as cadeias de bovinos, frango e leite correspondem a 86,2% do valor gerado. A carne bovina representa 45% do valor da pecuária, acompanhada por carne de frango e leite. Outro grupo de produtos com boas estimativas de crescimento do VBP é o algodão, arroz, laranja, trigo e uva. Em menor destaque, mas também com projeção de resultado superior ao de 2020, estão amendoim, feijão e cana-de-açúcar.

Já entre os produtos com baixa estimativa estão banana, batata inglesa, tomate e café. Os três primeiros tiveram reduções do VBP devido aos menores preços, e o café sofreu redução de produção por causa da seca sofrida no ano passado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: