Brasil participa do Mundial de Enduro Equestre na Itália

RicardoSaliba/Divulgação
RicardoSaliba/Divulgação

Cavaleiros participam da prova montando equinos da raça puro-sangue árabe

Nos dias 21 e 22 de maio acontece no parque de San Rossore, em Pisa, na Itália o Mundial de Enduro Equestre (Endurance World Championship) e o Brasil será um dos 13 países que confirmaram presença. O enduro, propriamente, com um percurso de 160 quilômetros em um único dia será realizado em 22 de maio. O dia anterior será para inspeções do conjunto de atletas cavalo-cavaleiro. O evento, que estava marcado para setembro do ano passado, foi cancelado por causa da Covid-19, como tantos outros.

O time brasileiro é formado por quatro experientes cavaleiros, Felipe Morgulis, André Vidiz, Renato Salvador e Rodrigo Barreto. Morgulis, que há alguns meses mora em Milão, na Itália, irá montar a égua Saiph SBV, de 13 anos, uma PSA (puro-sangue árabe) várias vezes premiada. Vidiz, de Bragança Paulista (SP), monta Chambord Endurance, um macho PSA de 13 anos, vencedor de quatro provas de 120 quilômetros e uma de 160 quilômetros.

CONFIRA: Sete filmes para contar histórias rurais

Os outros dois cavaleiros são de Brasília (DF). Salvador monta Uzes Trio, macho PSA de nove anos, que nunca foi eliminado de uma prova, e Barreto monta a égua Koheilan Elvira, de 15 anos e com 18 provas de longa distância no currículo.

“Com relação aos cavalos, a gente já tinha um grupo forte que estava na Europa e um no Uruguai. Então, com isso, nós conseguimos driblar tanto as dificuldades da Covid quanto as sanitárias com relação ao mormo, de ter que fazer quarentena no Uruguai”, explica o técnico da equipe brasileira, Henrique Garcia. “São cavalos e cavaleiros experientes, já acostumados com esse tipo de ambiente”.

De acordo com Garcia, o mundial teve um total de 80 inscrições, número baixo se comparado com as edições antes da pandemia, que era de cerca de 140 participantes. “Esse mundial está acontecendo numa atmosfera diferenciada, mas a expectativa é muito boa. As principais equipes estarão lá, como a Espanha, Emirados Árabes, França e Uruguai, com cavalos importantes”, afirma. A previsão da equipe brasileira é chegar em Pisa no dia 19 de maio e os animais no dia seguinte.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).