Importação de soja pela UE em 2020/21 soma 12,95 milhões de toneladas até 9 de maio

Tom Polansel/File Photo/Reuters
Tom Polansel/File Photo/Reuters

No mesmo período do ano passado, as importações de soja somavam cerca de 12,70 milhões de toneladas.

As importações de soja pela UE (União Europeia) na temporada 2020/21, que teve início no último mês de julho, atingiram 12,95 milhões de toneladas até 9 de maio, mostraram dados publicados pela Comissão Europeia hoje (10).

Em igual período do ano passado, as importações de oleaginosa somavam 12,70 milhões de toneladas, indicaram as informações.

LEIA TAMBÉM: Colheita da safra de soja 2020/21 no Brasil atinge 96,7% da área

Desde 1º de janeiro, os dados da Comissão Europeia cobrem somente os 27 países membros da UE. Até 31 de dezembro do ano passado, também eram contabilizadas –além dos atuais 27 membros– as cifras do Reino Unido.

As importações de canola pelo bloco em 2020/21 chegaram a 5,71 milhões de toneladas, ante 5,39 milhões há um ano.

As aquisições de farelo de soja alcançaram 14,62 milhões de toneladas, versus 15,46 milhões no mesmo período do ano passado, enquanto as compras de óleo de palma somaram 4,49 milhões de toneladas, contra 4,93 milhões em 2019/20.

A UE, com destaque para a Holanda, é cliente do Brasil para o complexo soja, principalmente farelo.
Segundo o Mapa, de julho 2020 a março 2021, o país embarcou para o bloco 9,34 milhões de toneladas do commodity agrícola, por US$ 2,42 bilhões. O destino é basicamente alimentação animal. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).