USDA confirma o que Brasil já sabe: nova safra de soja caminha para mais um recorde

Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Além de confirmar previsão para a safra 2021/22, o órgão manteve sua projeção de 136 milhões de toneladas para o ciclo de 2020/21

A produção brasileira de soja deve avançar para um novo recorde de 144 milhões de toneladas na próxima safra (2021/22), o que, se confirmado, representará alta de 5,88% ante a máxima histórica prevista para a temporada atual, estimou hoje (12) o  USDA (Departamento de Agricultura dos EUA, na tradução da sigla em inglês).

O órgão americano manteve sua projeção de 136 milhões de toneladas para o ciclo de 2020/21, cuja colheita caminha para a conclusão, ante a expectativa divulgada no mês anterior.

LEIA TAMBÉM: Pesadelo da quebra de safra de milho de 2016 ronda indústria da carne no Brasil

Para o milho, o USDA espera colheita de 118 milhões de toneladas na próxima safra, um avanço ante os 102 milhões projetados para a temporada atual, que tem sido fortemente afetada por uma seca.

O USDA rebaixou sua projeção mensal para o milho do Brasil, nesta safra, visto que a expectativa anterior era de 109 milhões de toneladas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright[email protected]).